Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!

Áreas do Direito: descubra quais são e como atuar em cada uma delas

Quais são as áreas do Direito? Essa é uma pergunta muito comum de quem atua nesse mercado. Na verdade, existem muitas possibilidades para quem escolhe o curso de Direito. Serão cinco anos de faculdade para conseguir o seu diploma de bacharelado. Depois disso, a missão não termina. É preciso conseguir a aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para exercer sua carreira. E, por fim, poder escolher uma das várias áreas do direito para fazer a especialização. Neste texto, vamos detalhar as principais áreas do Direto para se trabalhar e também listar algumas que ganharam evidência nos últimos anos.

Em suma, entre as inúmeras possibilidades de áreas de atuação do Direito, estão as Civil, Penal e Trabalhista, por exemplo. São boas as oportunidades nestes três campos. O mercado de trabalho e os casos que você terá que resolver são bem diferentes. No entanto, as áreas do Direito não param por aí. Há o direito ambiental, internacional, de esportes, criminal, tributário, entre outros campos muito promissores para os profissionais, como a advocacia para startups.

Uma dica é investir em uma pós-graduação para especializar-se cada vez mais em uma das áreas. Bom, vamos mostrar tudo o que você precisa saber antes de escolher a área de atuação dentro do campo do Direito. Importante: é preciso ter paciência para saber escolher a área que mais tenha a ver com você. Confira!

Leia também: Quando deve voltar o ensino presencial no Brasil?

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Áreas do direito mais conhecidas: civil, penal e trabalhista

Em relação às áreas do Direito para atuar, vamos começar abordando com mais detalhes os três campos mais tradicionais e conhecidos: o Civil, o Penal e o Trabalhista, para depois falar das áreas do Direito pouco exploradas, e das áreas do Direito que mais ganham.

Direito Civil

Vamos começar pela área que é responsável pela defesa dos interesses individuais. Nesse caso, você terá que defender assuntos relacionados aos bens e propriedades. No entanto, há várias possibilidades. Dá para se especializar no direito dos bens, das obrigações e sucessões, direito das pessoas e dos fatos jurídicos.

Quem faz uma especialização em Direito Civil vai estar apto a atender as necessidades do mercado por meio de um conhecimento específico de Direito Civil e Processual Civil. Nesse sentido, poderá fornecer o aparato teórico-instrumental necessário para enfrentar os desafios do contexto jurídico da atualidade.

Algumas disciplinas do curso

  • Elementos de direito civil constitucional;
  • O novo código e o processo de conhecimento      ;
  • Orientação de carreira com coaching;
  • Responsabilidade civil: novas tendências;
  • Tópicos especiais de obrigações e contratos;
  • Cumprimento de sentença e processo de execução;
  • Desafios da família na contemporaneidade;
  • Mecanismos de solução de conflitos;
  • Processo civil coletivo;
  • Ferramentas de inteligência de negócios;
  • Governança corporativa e excelência empresarial;
  • Marketing estratégico;

Mercado de trabalho

Partindo da premissa de aprofundamento dos conhecimentos na área cível, essa especialização tem conquistado bons resultados no mercado de trabalho. Assim, em consequência, as bases teóricas do curso ajudam nas reflexões trazidas pela doutrina e jurisprudência no que tange as tendências mais atuais no campo do Direito Civil e do Processo Civil. Você poderá atender casos específicos, em escritórios da área ou mesmo como prestador de serviços.

Direito Penal

Campo focado em ações de crimes e contravenções. O especialista na área poderá apresentar a defesa ou acusação de envolvidos no processos. O curso de especialização em Direito Penal e Processo Penal vai oferecer para você um contexto pedagógico mais específico. Você terá capacidade para resolver e entender todos os processos dessa área.

Algumas disciplinas

  • Ciências criminais integradas;
  • Criminologia;
  • Direito penal constitucional crimes em espécie;
  • Legislação penal especial;
  • Novas tendências em direito penal;
  • As reformas processuais penais;
  • Crise do sistema penitenciário;
  • Execução penal;
  • Justiça penal consensual e justiça restaurativa;
  • Prática do processo penal.

Mercado de trabalho

Em um novo cenário sócio-político e econômico de uma sociedade globalizada, torna-se essencial um estudo aprofundado e crítico de toda a Ciência Penal. Por isso, com essa especialização você estará apto pela Ordem Jurídico-Constitucional, fazer vistas à compreensão do fenômeno da expansão da Ciência Penal.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Sempre atualizado sobre o surgimento de novas formas de criminalidade, novos ramos do Direito Penal e, consequentemente, novas formas de Controle Social e solução de conflitos.

Direito Trabalhista

A advocacia trabalhista estuda os direitos e deveres nas relações de trabalho. Nessa área o advogado por representar trabalhadores, empresas ou entidades sindicais.

A especialização vai preparar você a atender as necessidades do mercado, através de um conhecimento específico de Direito e processo do trabalho e direito previdenciário. Sempre de uma forma multidisciplinar que venha a atender à estrutura jurídica, com conhecimento e desenvoltura nas disciplinas auxiliares.

Algumas disciplinas

  • Audiência trabalhista;
  • Contrato de trabalho;
  • Direito tutelar do trabalho;
  • Orientação de carreira com coaching;
  • Teoria geral do direito do trabalho;
  • Teoria geral do processo do trabalho;
  • Terminação contratual e prot. Em face da dispensa;
  • Direito e processo coletivo do trabalho;
  • Direito previdenciário;
  • Procedimentos especiais e ações cautelares;
  • Processo de execução trabalhista;
  • Prática previdenciária;
  • Recursos no processo do trabalho.

Mercado de trabalho

Você poderá atuar no segmento jurídico trabalhista de forma interdisciplinar no segmento jurídico trabalhista e previdenciário. Sempre na defesa dos direitos dos empregados, como na advocacia corporativa, abarcando todas as visões de um contrato de trabalho. Saberá avaliar os aspectos trabalhista e implicações previdenciárias.

Conheça todas as áreas do Direito

O curso de Direito é do tipo bacharelado e dura em média cinco anos. É sempre muito procurado nos vestibulares. Um dos motivos é que essa formação permite alcançar bons salários e o mercado é amplo, apesar da quantidade de bacharéis em Direito que se formam todo ano no Brasil. Para seguir profissões ligadas ao exercício do Direito, como advogado, promotor e juiz, é obrigatório obter um diploma de bacharel em Direito em curso reconhecido pelo MEC e realizar a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Existe uma variedade bem grande de áreas de atuação. Escolher uma dessas áreas e se especializar nela é uma estratégia que vai te ajudar muito na hora de se diferenciar de outros profissionais.

Veja outras possibilidades dentro dos campos mais tradicionais do Direito:

  • Direito Tributário: trabalha com arrecadação de impostos, taxas e obrigações tributárias no âmbito municipal, estadual, federal e internacional;
  • Direito Contratual: é uma especialização dentro do Direito Civil direcionada a contratos de todas as espécies;
  • Direito Ambiental: acompanhar licenciamento ambiental, infrações penais e tudo o ligado à legislação ambiental;
  • Direito Empresarial: é direcionada às leis que envolvem o comércio e as empresas em geral, que envolvem estatutos societários, falências etc;
  • Direito do Consumidor: defende os interesses, direitos e deveres do consumidor, com base na legislação da área;
  • Direito das Relações Institucionais: acompanha o dia a dia do Congresso Nacional, sempre com atenção às leias aprovadas pelo legislativo;
  • Direito Eleitoral: acompanhamento de candidatos no período eleitoral, para consultora e assessoria, dentro das legislações eleitorais;
  • Direito da Tecnologia da Informação: envolve questões legais ligadas a área da informática e da internet. Com o Marco Civil da Internet, aprovado recentemente, virou uma área em alta;
  • Direito da Propriedade Intelectual: atua no entendimento das leis ligadas a patentes de produtos e serviços;
  • Mediação, conciliação e arbitragem: estuda métodos não judiciais para resolução de conflitos, com o objetivo de construir um acordo entre duas ou mais partes.

Áreas do Direito pouco exploradas

Algumas áreas do Direito ainda são pouco exploradas ou conhecidas, no entanto, apresentam grande potencial no mercado de de ganhos financeiros.

  • Advocacia Pro Bono: é a advocacia voluntária, “para o bem”. Sim, antes de falar de ganhos financeiros, saiba que você também pode trabalhar ajudando com seu conhecimento em alguma causa pública ou particular;
  • Compliance office: é o advogado que trabalha para dar mais transparência às atividades do setor público e privado. Para isso, o profissional deve estar atento ás regulamentações de cada área;
  • Advocacia para startups: outro setor que cresce absurdamente é a advocacia para startus, na maioria das vezes pequenas empresas da área tecnológica e de inovação que crescem em ritmo acelerado. Como ainda não há uma regulamentação ou marco legal na área, o advogado deve entender dos campos tradicionais do direito para assessorar os empresários;
  • Consultoria jurídica: é o trabalho do consultor em Direito, que tem o conhecimento para opinar e direcionar os clientes dentro do seu campo de conhecimento, para ajudar no processo de tomada de decisão.

Para atuar na carreira pública

Agora, se você busca benefícios como estabilidade e aposentadoria integral, pode seguir nessa área. Saiba, que não há necessidade do exame da OAB para prestar concurso para juiz de direito, promotor de justiça ou delegado de polícia.

Entretanto, alguns concursos exigem experiência prévia em atividades jurídicas. Portanto, é natural que você tenha que prestar o exame da OAB e se habilitar para advogar. Para que então possa exercer a função pelo tempo necessário para estar apto a prestar concurso para juiz ou promotor de justiça, por exemplo. Veja possíveis áreas da carreira pública:

  • Magistratura
  • Defensoria Pública
  • Desembargadoria
  • Procuradoria
  • Diplomacia
  • Promotoria
  • Delegado Federal

Gostou das dicas sobre áreas do direito? Temos muitas outras orientações para você. Pode ser no mundo jurídico ou fora dele, não importa. O blog Vai de Bolsa tem todas as respostas que você precisa. Acesse e confira!5

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *