Bacharelado ou licenciatura: qual fazer?

0
1
bacharelado ou licenciatura

Dedicar a vida acadêmica ao bacharelado ou a licenciatura pode levar você a caminhos diferentes na vida profissional. Geralmente as diferenças ou semelhanças entre essas áreas não são explicadas detalhadamente e isso pode acabar levando o aluno a escolher uma modalidade com a qual não tenha afinidade.

É comum pensar que uma habilitação tenha mais vantagem ou valor do que a outra. Mas na verdade não há vantagem nem desvantagem ao decidir ser bacharel ou licenciado. Ambas modalidades exigem perfis diferentes de profissionais e têm seus prós e contras.

A seguir explicamos o que cada modalidade estuda e as vantagens e desvantagens de cada uma. Mas, antes disso, é importante destacar que optar por uma delas não quer dizer que você não poderá atuar no outro campo. Por isso, tenha calma na hora de decidir sobre essas modalidades e não fique preocupado ao achar que você ficará engessado ao optar por um tipo de formação.

O que é bacharelado?

Bacharelado é uma modalidade acadêmica que não está focada em formar educadores. É um curso de caráter mais generalista e permite que o profissional trabalhe em diversas áreas dentro da formação que escolheu.

Quem se forma nessa modalidade recebe o título de bacharel. Portanto, tenha em mente que essa habilitação foca no mercado de trabalho, não no ensino. Esse é o ponto principal, certo?

O que é licenciatura?

Licenciatura é a modalidade acadêmica que está focada em formar professores e educadores. A diferença no percurso acadêmico que aluno encontrará são as disciplinas ligadas a essa área. Como por exemplo: Didática, Metodologia do Ensino, Filosofia da Educação, Políticas Educacionais, Gestão escolar e outras.

Se você gosta de ensinar, notou que as pessoas prestam atenção quando você explica algo e tem afinidade com essas disciplinas, vá em frente que é a sua área.

Quanto em média dura um curso de bacharelado ou licenciatura?

Esse é uma pergunta bem pertinente. Geralmente as formações de bacharelado duram em média de 5 a 6 anos, como o Direito e a Medicina, mas a maioria dura 4 anos. Por outro lado, os cursos de licenciatura duram em média 3 a 4 anos, mas dependendo da universidade podem chegar a 5.

Está em dúvida entre bacharelado ou licenciatura?

Ainda continua em dúvida sobre qual caminho escolher? Fique calmo que ainda temos mais a explicar sobre essas duas modalidades. A maioria dos cursos permitem que você escolha entre bacharelado ou licenciatura durante a trajetória acadêmica, mas isso não é uma regra geral. Certas instituições exigem que você decida antes da matrícula ou do vestibular, por isso, fique atento se a grade da instituição é muito restrita.

Dessa forma, você já estará mais preparado para decidir com sabedoria em qual perfil você se encaixa. É importante que você tenha em mente que não existe uma modalidade melhor do que a outra. Mas sim a exigência de perfis que se enquadrem melhor em determinada área.

Perguntas comuns nesta jornada são: quem faz bacharelado pode dar aula? E a resposta é sim, desde que conclua as disciplinas que tenham relação com a educação. E quem faz licenciatura também pode trabalhar em outra área que não somente as salas de aula sem nenhum problema. Desde que faça as disciplinas exigidas do bacharelado e as direcionadas para a formação que você escolheu.

Como funciona a conclusão de curso do bacharelado ou licenciatura?

Essa é uma questão muito interessante e que se difere nas duas habilitações, pois cada uma exige um tipo de conclusão diferente.

Quem escolhe fazer bacharelado, deverá, ao fim do curso, fazer um trabalho de conclusão de curso, cuja a sigla é TCC. Essa conclusão exige que o aluno conclua as disciplinas relacionadas ao TCC. Por exemplo: TCC1 e TCC2. Ao finalizar esse trabalho, o aluno deverá apresentá-lo para uma banca examinadora. Essa apresentação é uma prévia do que seria fazer um mestrado.

Já aquele que seguir para o caminho da licenciatura deverá fazer os estágios relacionados a educação. Geralmente após concluir as disciplinas relacionadas a área da educação, o aluno deverá fazer duas matérias voltadas para o ensino na prática.

O período de estágio costuma ser dividido em duas partes: estágio de observação e estágio de regência. O aluno em um semestre observa como funciona a prática de ensino e no próximo semestre torna-se professor e deve ministrar algumas aulas.

Portanto, ambas as modalidades exigem trabalhos diferentes em suas conclusões, cada um deles tem as suas facilidades e dificuldades e servem para o crescimento profissional e pessoal do aluno. Basta você identificar o perfil em que se encaixa.

Como é o mercado de trabalho para o bacharel

Quem se habilita em bacharelado pode atuar em diversas áreas de mercado. Por exemplo, médicos, engenheiros, administradores, jornalistas, dentistas, advogados, entre outros atuam em suas áreas somente com o grau de bacharel. Também podem evoluir na carreira, dando continuidade aos estudos acadêmicos, como pós-graduação, mestrado e doutorado.

No entanto, os profissionais dessa modalidade têm uma ampla área de atuação, com salários que variam dependendo da formação. Eles podem trabalhar em empresas privadas e públicas ou abrir seu próprio negócio. A desvantagem é a concorrência que o mercado impõe, pois aqueles que estão nessa área devem aprender a lidar com a competitividade. Essa é a solução se você tem como objetivo ingressar no mercado de trabalho e nas oportunidades que podem surgir nessa área.

Como é o mercado para o licenciando

O principal campo de atuação para quem optar por esta área é a sala de aula. Mas isso não quer dizer que seja uma área com pouca oferta de emprego, pois a demanda que a educação é grande e sempre haverá espaço para ensinar. É senso comum que o desenvolvimento de um país depende da educação.

Profissionais da educação podem dar aulas em várias instituições, tanto públicas como privadas. Da mesma forma que existem desvantagens para o mercado de trabalho, a educação também enfrenta crises. O principal problema é referente a valorização do professor e a degradação do ensino público.

Os profissionais da licenciatura podem evoluir na carreira fazendo pós-graduação, mestrado e doutorado. Dessa forma, garantem melhor qualificação e salário.

O ensino superior federal é o que melhor remunera os profissionais da educação. Mas para isso, o professor deve concluir o doutorado, processo que se inicia após o mestrado e leva 4 anos para ser concluído.

Ir para a educação é a solução se você tem como objetivo estar em sala de aula e ajudar na formação dos sujeitos para a construção de um mundo melhor.

Decida com sabedoria entre bacharelado ou licenciatura

Agora que você já sabe a diferença entre bacharelado ou licenciatura, poderá decidir com sabedoria seu destino profissional.

Mas lembre-se: a questão salarial é muito relativa e nem sempre um profissional bem remunerado vive de forma feliz. Por isso, escolha aquilo que você se sente mais seduzido. Assim será mais fácil de encantar a todos no seu caminho profissional e a consequência disso será seu reconhecimento profissional.

Acompanhe outros conteúdos sobre educação e carreira no blog Vai de Bolsa.