Bolsa de estudos no exterior: conheça os principais programas

0
1
bolsa de estudo no exterior

Bolsas de estudos fora do país podem ser uma maneira de ampliar os horizontes na busca de uma qualificação mais ampla. Isto quer dizer que estudar fora do país pode trazer novos insights para a sua formação. Se você ainda não sabe como conseguir a sua bolsa de estudos no exterior, fique tranquilo, iremos traçar um caminho com algumas sugestões que podem ajudar você a desbravar mundo a fora e alavancar a sua formação.

Conseguir uma bolsa de estudos no exterior não é algo tão simples, pois depende de diversos fatores, como incentivo dos governos federal ou estadual, parcerias firmadas entre as universidades e os países e, ainda, os editais de seleção.

A seguir, confira quais as vantagens de estudar fora do país e quais programas existentes fornecem bolsa de estudo no exterior.

Vantagens de estudar no exterior

Primeiramente, a maior vantagem de estudar no exterior é conviver com culturas diferentes e assim, ter contato com maneiras diferentes de vida e mercado. Certamente isso trará experiências positivas para a sua vida.

Em segundo lugar o maior benefício é a imersão no idioma. Isto é, estar imerso na cultura local de outro país pode ser uma forma de desenvolver com mais habilidade uma segunda língua. Pois a necessidade de se comunicar cria a oportunidade de praticar com mais ênfase uma língua externa quase que instintivamente.

Ainda assim, é importante lembrar que você deve dedicar algumas horas da sua rotina para estudar esse idioma. Um contato direto com uma língua estrangeira pode ser uma maneira de aprender a falar outro idioma mais rápido.

Estudar fora é uma vivência única, fará com que você se conheça melhor. Pois ao conviver com outras culturas e experiências de vida ajuda no autoconhecimento. Nesse sentido, trará mais amadurecimento e um alargamento em sua bagagem de vida.

Como participar dos programas de bolsa de estudos no exterior

Um fator essencial para angariar uma bolsa de estudos no exterior é verificar se a sua instituição de ensino é vinculada a alguma fundação que fornece algum tipo de subsídio de estudo. Para isso, você deverá contatar o órgão responsável de sua universidade para saber quais parcerias fazem parte dos acordos bilaterais. No caso, a sua universidade e a universidade de destino.

A seguir, você verá alguns sites que oferecem bolsas de estudos no exterior:

Santander Universidades

É uma fundação preocupada com o desenvolvimento profissional de graduandos. Ela apoia países da Ibero-América: Argentina, Colômbia, Chile, Espanha, Peru, Porto Rico, Portugal, México e Uruguai.

O site é bem informativo e didático para quem deseja saber como se cadastrar em uma bolsa. Caso a sua universidade seja parceira da instituição e tenha acordo bilateral com a universidade destino, você deverá também participar de um processo seletivo definido por um edital.

Portanto, fique de olho para que você tenha os requisitos e ver se existe edital aberto para bolsa de estudos no exterior.

Fundação Lemann

Esta fundação fornece bolsas parciais para as universidades que são parceiras com o programa. O foco desta instituição é apoiar quem é engajado no desenvolvimento social do Brasil. Confira o link do site aqui.

O site da fundação é bem informativo e didático. Para saber sobre os programas de bolsa de estudos no exterior, basta clicar neste link. Ele vai direcionar você para um portal com informativos sobre os programas de bolsas.

Instituto Camões

Se você é estudante da língua e cultura portuguesa, o Instituto Camões pode ser uma opção para você seguir adiante nos estudos lusófonos.  Fique atento quando o instituto abre as portas para que outros cidadãos fora de Portugal possam cooperar no âmbito da difusão da língua e cultura portuguesa desde que tenha acordo bilateral entre os países. Para isso, se informe no órgão competente de sua faculdade para saber se é uma parceira do Instituto Camões.

Programas públicos de bolsas

No Brasil existem pelo menos dois programas de bolsas públicos muito conhecidos e relevantes entre os graduandos: a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq ). Veja a seguir como cada um funciona.

Capes

A Capes é uma fundação do Ministério da Educação (MEC). É fundamental para o desenvolvimento da pós-graduação strictu-sensu (mestrado e doutorado) do país.  Ela tem alcance em todos os Estados da federação. Confira o link da fundação aqui.

Essa instituição tem um grande peso porque ela avalia o nível da pós strictu-sensu no país. É através dela que temos acesso a produção científica nacional, portanto é um órgão de suma importância para o ensino e pesquisa no país.

Se você é de uma universidade federal, é através dela que você deve procurar uma bolsa de estudos para mestrado ou doutorado quando se formar. Você pode saber mais informações no site da instituição.

CNPq

O CNPq é uma agência do Ministério da Ciência e Tecnologia. Fornece bolsas para o ensino médio, graduação e pós-graduação. Confira o link da página aqui.

O CNPq é um instituição sólida no fomento de pesquisa e desenvolvimento no Brasil e ainda na formação de recursos humanos no país. Provavelmente a maior parte dos recursos de pesquisas são obtidos através do CNPq.

Para conseguir uma bolsa de estudos no exterior nesses dois órgãos, você deve estar atento aos editais da sua universidade federal. Nesse caso, é preciso ser aprovado em um processo seletivo e ter uma pesquisa de relevância para a comunidade acadêmica.

Modalidades de bolsas fora do país

Agora que você já sabe mais sobre os programas de bolsas de estudo no exterior, você precisa saber que existem algumas modalidades de permanência fora do país. Veja quais são:

Formação sanduíche

Essa é uma modalidade de pós-graduação que o aluno pode fazer uma parte dela no exterior. Teve um grande número de bolsistas através do programa Ciências sem Fronteiras, que foi encerrado no ano de 2017 para a graduação.

Doutorado pleno

Essa é uma modalidade que o doutorando pode fazer 100% do seu curso de doutorado no exterior. Para isso, o critério de seleção é rigoroso. Dessa forma, você deve fazer uma graduação e pós-graduação em nível de excelência. Atualmente os recursos para bolsas estão mais escassos. Sendo assim, fique de olho na abertura dos editais.

Pré-requisitos para conseguir uma bolsa de estudos no exterior

Agora que explanamos sobre as possibilidades de conquistar bolsas de estudo no exterior, é importante que você tenha em mente alguns pré-requisitos fundamentais para esta busca:

  • Proficiência em uma segunda língua;
  • Bom desempenho acadêmico;
  • Vontade de perseguir um sonho;
  • Capacidade de vencer desafios.

Se você não tiver pelo menos esses quatro tópicos com você, estudar no exterior pode ser algo distante.

Falar a língua do país que você deseja estudar é fundamental, você não precisa ter domínio pleno, mas deve conhecer o básico. Caso não saiba nada sobre o idioma, você precisará de uma força hercúlea para conseguir dar conta dos estudos e das dificuldades locais.

Não adianta tentar buscar uma bolsa de estudos se você não tiver um bom desempenho acadêmico. Não quer dizer que você não conseguirá conquistar a bolsa, mas será muito difícil, pois o processo de seleção muitas vezes obedece critérios de desempenho.

Observamos até agora que não é uma tarefa fácil conseguir uma bolsa de estudos para estudar no exterior. Portanto, para conseguir a tão desejada bolsa, tenha em mente que é como realizar um sonho, pois nem todo mundo consegue rodar o mundo através dos estudos.

Estudar no exterior também tem dificuldades. Como tudo é novidade, você terá que aprender a lidar com as desafios habituais desse novo projeto. Em contrapartida, estudar fora do país é cumprir a meta de se tornar um estudante e profissional com uma bagagem a mais e a experiência contribuirá, e muito, para o seu crescimento.

Em síntese, estudar no exterior é de fato uma maneira de ganhar pontos no currículo acadêmico e profissional. Pode ser uma experiência singular na vida de qualquer estudante que almeje grandes objetivos.

Se você gostou desse conteúdo e deseja saber mais sobre educação e outros assuntos relacionados, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.