A carreira militar é o sonho de muitos jovens, mas são poucas as pessoas que conhecem os detalhes para o ingresso e formação desses profissionais.

É considerado um militar o cidadão que faz parte de uma das organizações das Forças Armadas:

  • Exército;
  • Marinha;
  • Aeronáutica.

Juntas, essas instituições trabalham pela ordem, segurança e soberania do Brasil.

É chamada de carreira militar todas as funções desempenhadas por um cidadão em qualquer uma das organizações que formam as Forças Armadas.

Mas além do Exército, Marinha e Aeronáutica, a carreira de policial militar também faz parte das áreas da carreira militar.

As Forças Armadas estão presentes em quase todos os países e atuam em missões especiais ou situações de guerra.

Se você tem interesse em seguir a carreira militar, confira o nosso artigo e saiba o que é preciso para ter essa formação e quais caminhos você poderá seguir.

Como ingressar na Carreira Militar

Quem tem interesse em ingressar na carreira militar geralmente o faz através de colégios e academias de formação de oficiais. 

Para fazer parte dessas instituições de ensino é preciso atender alguns requisitos que são regulamentados por lei nas áreas do Exército, Marinha e Aeronáutica

O ingresso nessas instituições pode ser feito logo no Ensino Médio. Nesses casos o estudante já passa a conviver com parte da rotina de uma academia militar, como:

  • Uniforme;
  • Métodos e dinâmicas disciplinares;
  • Atividades físicas com foco no condicionamento, entre outros.

Tudo isso é, claro, combinado com as disciplinas básicas do Ensino Médio.

Assim, ao final desta etapa, se o aluno tiver um bom desempenho ele poderá entrar diretamente em uma Academia de Formação de Oficiais, as chamadas Escolas Preparatórias.

As principais Academias de Formação de Oficiais são mantidas pelas Forças Armadas e, consequentemente, ligadas a elas.

Para os alunos que não ingressaram em um colégio militar, as Escolas Preparatórias realizam processos de seleção, geralmente a cada ano.

O candidato deve obrigatoriamente preencher os requisitos abaixo:

  • Ingresso mediante concurso.
  • Altura: 1,60 m para homens e 1,55 para mulheres.
  • Para oficiais, tem que ser brasileiro nato.
  • Para Praças, tem que ser brasileiro nato ou naturalizado.

Obedecendo os itens acima, o candidato passa por um processo de seleção, onde são cobradas:

  • Provas com questões objetivas;
  • Exames de saúde;
  • Testes de aptidão física.

É importante ressaltar que boa parte das Academias de Oficiais oferecem ajuda de custo e sistema de internato durante a formação dos estudantes na carreira militar.

Escolas das Forças Armadas

São consideradas as principais escolas das Forças Armadas:

As escolas das Forças Armadas são conhecidas por terem ensino de qualidade e reforçado, além é claro, do incentivo à prática esportiva.

Os cursos das Academias de Formação Oficial costumam ter duração de 3 anos. E para dar continuidade à carreira, o aluno poderá ingressar em uma Academia Militar.

Nível superior da carreira militar

Assim como os colégios militares e Academias de Formação Oficial, a graduação de nível superior da carreira militar também é muito concorrida.

As provas de ingresso são realizadas anualmente e constam:

  • Questões objetivas;
  • Redação;
  • Exames médicos
  • Prova de condicionamento físico
  • Avaliação física

As Escolas de Ensino Superior também funcionam em regime de internato, e a bolsa pode chegar a R$6,3 mil, além assistência médica, alimentação e vestuário.

O curso tem duração média de 4 anos. Neste período os estudantes recebem a formação acadêmica e também treinamento militar por formação técnica.

Entre as principais academias militares brasileiras estão:

Outras instituições de ensino superior federais, com formação em Engenharia, são ligadas às Forças Armadas e figuram entre as mais concorridas do Brasil.

São elas:

Instituto Militar de Engenharia  

O IME é ligado ao Exército Brasileiro e oferece graduações e pesquisas na área de Engenharia.

Entre os cursos superiores oferecidos estão:

  • Engenharia Cartográfica
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia de Fortificações
  • Eng. de Comunicações
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Eletrônica
  • Eng. Mecânica Automóveis
  • Eng. Mecânica Armamentos
  • Engenharia Metalúrgica
  • Engenharia Química

Com duração de 5 anos, o ingresso nesses cursos acontece por um Concurso de Admissão. 

Para participar o candidato deve ter de 16 a 21 anos e ter concluído o Ensino Médio.

O Concurso de Admissão ocorre em 3 partes:

  • Exame Intelectual
  • Inspeção de Saúde
  • Exame de Aptidão Física

Instituto Tecnológico de Aeronáutica 

Sediado em São José dos Campos, interior do Estado de São Paulo, o ITA faz parte do Comando da Aeronáutica.

Considerado um dos vestibulares mais difíceis do país, é também reconhecido pelo ensino de qualidade da Engenharia.

Para participar do Concurso de Admissão os candidatos devem:

  • Ser brasileiros natos de ambos os sexos;
  • Ter até 23 anos completos;
  • Ter concluído o Ensino Médio.

Após a admissão no vestibular, os candidatos ainda passam por um exame médico, que é obrigatório e de caráter eliminatório.

O ITA oferece os seguintes cursos de graduação:

  • Engenharia Aeronáutica
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia Aeroespacial

Os candidatos aprovados no vestibular do ITA passam por duas fases durante a graduação.

Na primeira, durante o primeiro e segundo ano do curso, os alunos aprendem conteúdo básico e geral da Engenharia, recebem treinamento esportivo e militar básicos e ainda um salário mínimo.

A partir do segundo ano, o aluno deve optar por seguir o curso como civil ou então entrar para o curso com formação em carreira militar.

Tanto quem opta pela carreira civil quanto a militar possuem a mesma formação.

O grande diferencial da carreira militar está nas instruções e conteúdos extras:

  • Aulas de tiro;
  • Aulas de luta;
  • Atividades atléticas de alta performance.

O aluno que segue a carreira militar se forma como engenheiro e recebe o título de primeiro-tenente engenheiro. 

E caso continue na carreira militar, pode chegar a major-brigadeiro.

O que esperar da carreira militar

A carreira militar é tradicionalmente considerada uma das mais promissoras, principalmente pelas seguintes características:

  • Estabilidade profissional;
  • Remuneração salarial;
  • Plano de carreira;
  • Possibilidade de moradia funcional;
  • Ascensão profissional;
  • Aposentadoria integral.

Por outro lado, a carreira militar também tem características que costuma assustar os futuros candidatos, como por exemplo:

  • Risco de vida;
  • Rotina puxada;
  • Obediência a  severas normas disciplinares e a estritos princípios hierárquicos;
  • Dedicação exclusiva;
  • Disponibilidade permanente;
  • Mobilidade geográfica;
  • Vigor físico;
  • Restrições a direitos trabalhistas;
  • Proibição de participar de atividades políticas, entre outros.

E você? Já pensou em seguir a carreira militar? Exército, Marinha ou Aeronáutica? Em qual instituição das Forças Armadas você gostaria de seguir?

Optar por uma carreira profissional, independentemente de civil ou militar, é um dos momentos mais importantes na vida de uma pessoa.

Por isso, deve-se pesquisar e buscar conhecer ao máximo os caminhos a serem percorridos e os prós e contras.

Se você vai seguir ou não a carreira militar, uma coisa é fundamental: dedicação aos estudos.

E para se manter atualizado sobre as opções de carreira e dicas para estudo e formação, continue acompanhando o Vai de Bolsa! Aqui você encontrará informação de qualidade e dicas práticas para ajudar na sua formação!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui