como calcular a nota do enem

Como calcular a nota do Enem? Entenda agora os caminhos!

  • Enem
  • 21/jan/21
  • por Shymenne Siqueira

Além de toda a ansiedade para realizar a prova após meses de estudo, os candidatos do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio – costumam ter outra dúvida que pode até mesmo tirar o seu sono: como calcular a nota do Enem?

Bom, antes de explicar como é feita a média da nota do Enem é importante esclarecer que o resultado da nota final do exame não está diretamente associado ao número de questões acertadas.

É que a nota do Enem é calculada com base no peso atribuído pelo Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – para cada questão.

Mas afinal, qual critério é esse utilizado pelo Inep? Esse critério é chamado TRI –  Teoria da Resposta ao Item –  e, neste artigo, além de entender o que é isso, você irá aprender como calcular a nota do Enem, onde conferi-la e o que fazer com ela. Segue com a gente?

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o MEGAVESTIBULAR Estácioque está chegando com 70%* de desconto em todo curso. Provas nos dias 17 e 18 de setembro!

Leia também: 7 dicas práticas para economizar na faculdade

O que é TRI?

Como já explicamos na introdução, o TRI, ou Teoria da Resposta ao Item, é o sistema de avaliação adotado pelo Inep. Através deste sistema, determinados pesos são distribuídos para cada questão e é calculada a média de 0 a 1000 pontos do candidato tendo como base o peso das questões acertadas.

Parece confuso? Então veja um exemplo:

Se um candidato ao curso de Química acertar mais questões na área de Ciências da Natureza, mais chances ele tem de aumentar sua média nessa disciplina. O que é fundamental para a vaga que ele almeja. 

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

No entanto, o número total de acertos dá apenas uma ideia. Ou seja, ele precisa ter acertado as perguntas com maior peso para, assim, aumentar sua média e suas chances de aprovação na Universidade escolhida.

Ah, e é importante lembrar que o Ministério da Educação não divulga os pesos de cada questão. Ou seja: o estudante realiza a prova sem imaginar qual questão tem o peso maior que a outra.

Mas, afinal, como calcular a nota do Enem?

Se você achou complicado o TRI, tenho uma boa notícia: existem duas formas de se calcular a nota do Enem. É claro, que uma é mais simples que a outra, mas ambas são bem tranquilas de se fazer.

A forma mais fácil de se calcular a nota do Enem é a chamada Média Aritmética Simples. 

Dessa forma, o candidato soma as notas das 5 provas (Ciências da Natureza + Ciências Humanas + Linguagens, Códigos e suas Tecnologias + Matemática e suas tecnologias + Redação) e divide por 5. 

A outra forma, que utiliza o TRI é chamada Média por Peso. Dessa forma, para se calcular a média final da nota do Enem é preciso multiplicar o valor de cada nota ao seu peso específico. Feito isso, soma-se as notas das 5 provas e novamente se divide por 5. 

Leia também: Como conseguir bolsa de estudos em faculdades particulares?

Por que existem formas diferentes de se calcular a nota do Enem?

A Média Simples é o cálculo utilizado na nota final dada pelo Inep e é utilizada pelas seguintes instituições:

É importante dizer que a nota de corte para que um aluno entre nos Programas do FIES e ProUni é de 450 pontos. Além disso, ele não poderá ter zerado a redação e se encaixar nos pré-requisitos de renda.

Já a Média por Peso é adotada por algumas universidades no Brasil, que estabelecem determinado peso para cada uma das provas de acordo com o curso escolhido pelo candidato. Um exemplo de instituição de ensino que adota esse sistema é a Unifesp – Universidade Federal de São Paulo.

Nestes casos, as questões de disciplinas das áreas de cada curso tendem a ter um peso maior.

Por exemplo: questões da prova de Ciências Humanas costumam ter peso maior para os candidatos ao curso de História, enquanto Matemática e suas Tecnologias têm peso maior para os candidatos aos cursos de Engenharia.

Se você quer entrar em uma das universidades que adotam a Média por Peso e está curioso para saber sua nota, basta entrar no site da instituição após o Enem, pois muitas delas  costumam divulgar o valor de cada questão conforme o curso.

Como é calculada a nota da redação do Enem?

O cálculo da redação do Enem é feito de forma diferente e não é utilizado a TRI. A correção dessa prova é feita por dois profissionais que dão uma nota de zero a 200 pontos com base em 5 competências:

  1. Domínio da norma padrão da língua portuguesa;
  2. Compreensão da proposta de redação;
  3. Seleção e organização das informações;
  4. Demonstração de conhecimento da língua necessária para argumentação do texto
  5. Elaboração de uma proposta de solução para os problemas abordados, respeitando os valores e considerando as diversidades socioculturais.

Caso haja uma divergência entre a nota dos dois profissionais que fizeram a correção, um terceiro profissional ficará responsável por dar a nota final.

Como consultar a nota final do Enem?

A divulgação final da nota do Enem é um dos momentos mais aguardados pelos estudantes. Mas entre a aplicação da prova e a divulgação dos resultados é preciso esperar aproximadamente dois meses.

Mas se você realizou provas anteriores do Enem, é possível consultar sua nota na Página do Participante, que fica no site do Inep, e seguir os seguintes passos:

  • Acesse a Página do Participante;
  • Informe o número de seu CPF;
  • Preencha a sua senha do Enem (Caso você tenha se esquecido dessa senha, o site oferece a possibilidade de recuperação);
  • Busque pelo link “Boletim de Desempenho Individual”.

É acessando o “Boletim de Desempenho Individual” que você terá acesso às notas de todas as edições do Enem que você participou.

Neste Boletim, além da pontuação obtida em cada uma das 5 provas do Exame, você ainda tem acesso a algumas observações, como por exemplo: não comparecimento em uma das provas e até mesmo a razão por ter tirado zero na redação, motivado por uso de palavrões, anulação proposital, entre outros.

Como usar a nota do Enem?

A nota do Enem é utilizada para que o aluno possa conquistar uma vaga em algum curso de graduação em uma universidade pública ou conseguir uma bolsa parcial ou integral em uma instituição de ensino particular.

Para isso, o aluno utiliza a nota obtida no Exame e participa de processos seletivos para alcançar seu objetivo. Esses processos são:

Sistema de Seleção Unificada (SiSU)

O SiSU é utilizado por grande parte das universidades públicas e possui um processo de seleção informatizado que seleciona os alunos com base em suas notas no Enem.

O SiSU abre inscrições duas vezes ao ano, geralmente em janeiro e junho, e para participar é preciso ter realizado a última edição do Enem e não ter zerado a redação.

ProUni

O Prouni concede bolsas de estudo em universidades particulares para estudantes de baixa renda que realizaram a última edição do Enem.

Para participar dessa seleção, o candidato precisa ter feito no mínimo 450 pontos no Exame e não ter zerado a redação.

FIES

Com a nota do Enem, o aluno pode se inscrever no FIES e conseguir um financiamento com juros mais baixos e ainda começar a pagar a faculdade só depois de formado.

Assim como o ProUni, o FIES exige que os candidatos tenham feito no mínimo 450 pontos e não ter zerado a nota de redação. Outra exigência é a comprovação de renda familiar bruta, que não deve passar de dois salários mínimos e meio por pessoa.

Nota complementar

Algumas instituições de ensino, incluindo as públicas, têm aceitado a nota do Enem como complementar para o vestibular tradicional. Assim, o candidato realiza as duas provas e a pontuação final será a soma do desempenho nos dois exames.

Ingresso em instituição privada sem vestibular

Algumas universidades particulares já aceitam a nota do Enem para ingresso do aluno, sem a necessidade de vestibular. A nota de corte exigida pode variar de curso para curso e também de acordo com a instituição escolhida.

Agora que você já sabe como calcular a nota do Enem e como utilizá-la para fazer a sua tão sonhada graduação, é hora de se dedicar aos estudos e ficar por dentro desses e outros assuntos aqui no Vai de Bolsa!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *