Assuntos em torno da economia no Brasil e no mundo nunca estiveram tão em evidência como atualmente. Em outras palavras, se a economia vai bem, o país também vai. Você já deve ter escutado isso, não? Por essa razão, estudar economia também é muito importante e pode levar você longe na carreira profissional. Nesse sentido, se você está desenvolvendo o interesse por essa área e quer saber como é o curso de economia, esse texto será útil a você.

A seguir, você verá algumas particularidades desse curso e como ele pode ser uma boa opção de profissão para seguir. Para saber como é o curso de economia, é importante também identificar as disciplinas estudadas e os formatos de capacitação oferecidos nas instituições de ensino.

Como é o curso de Economia

Quem opta por essa graduação torna-se um economista, no final. A graduação de Economia ou Ciências Econômicas, como é conhecida popularmente, dialoga muito bem com as duas áreas do conhecimento: as ciências humanas e as ciências exatas. Desse modo, a graduação de economia pode ser muito mais abrangente do que se pensa. Essa área pode ser uma das mais versáteis dentro de uma graduação e permitirá que você tenha um amplo campo de atuação quando ingressar no mercado de trabalho.

A duração do curso de Economia fica em torno de 3 a 4 anos, variando muito a cada instituição. Quem se forma nessa graduação obtém o diploma de bacharel. Portanto, um profissional dessa área atua diretamente no mercado de trabalho.

Disciplinas mais comuns do curso

As disciplinas que compõem o curso de graduação em economia são uma combinação das várias áreas do conhecimento entre as exatas e as humanas. Veja a seguir algumas das principais matérias que compõem a grade curricular dos cursos de Ciências Econômicas:

  • Cálculo;
  • Contabilidade;
  • Economia Financeira e Monetária;
  • Economia do Brasil Contemporâneo;
  • Economia do Setor Público;
  • Economia Industrial;
  • Economia Internacional;
  • Economia Política;
  • Formação Econômica do Brasil;
  • História do Pensamento Econômico;
  • História Econômica Geral;
  • Instituições de Direito Público e Privado;
  • Macroeconomia;
  • Microeconomia;
  • Introdução à Ciência Política.

Como você pode notar, não basta ter afinidade apenas com os números. É preciso estar familiarizado com os textos teóricos e gostar de política e leitura. Isso também vai ajudar você a formar um conhecimento mais sólido durante a jornada acadêmica.

Quais as competências do economista

As Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Ciências Econômicas, que foi aprovada no dia 13 de julho de 2007, prevê que o bacharel em Ciências Econômicas, ao se formar, tenha o aporte teórico necessário para desenvolver as seguintes competências, conforme constam no artigo 4.º:

  • Desenvolver raciocínios logicamente consistentes;
  • Ler e compreender textos econômicos;
  • Elaborar pareceres, relatórios, trabalhos e textos na área econômica;
  • Utilizar adequadamente conceitos teóricos fundamentais da ciência econômica;
  • Utilizar o instrumental econômico para analisar situações históricas concretas;
  • Utilizar formulações matemáticas e estatísticas na análise dos fenômenos
    socioeconômicos;
  • Diferenciar correntes teóricas a partir de distintas políticas econômicas.

Você também pode saber mais e conferir outros detalhes sobre essa portaria clicando nesse link.

Perfil de um economista

Para ir bem em uma determinada profissão é preciso que você tenha autoconhecimento e assim identificar se o seu perfil está de acordo com o ofício que será exercido ou não. Para isso, é fundamental gostar de conhecimentos e história geral.

A graduação de Economia dialoga muito bem entre as áreas das humanas e exatas, sendo, então, um curso bastante abrangente com diversas opções de vertentes para seguir. Nesse caso, se você gosta da área das exatas, você estudará muito taxa de juros, política fiscal e monetária. Ou seja, duas matérias que estão estritamente relacionadas com a matemática.

Em contrapartida, você terá muitas aulas teóricas, de políticas econômicas, ciência política, entre outras. Portanto, a leitura de textos teóricos não deverá ser algo estranho a você. Pois isso deixará você mais informado sobre os diversos contextos da economia global.

Geralmente, economistas são pessoas que sabem muito sobre todas as áreas, portanto, muito bem informadas. Pois a carga teórica do curso ajuda muito a entender as relações políticas e econômicas do mundo todo. Sendo assim, par ir bem no curso de economia, você deverá ter sede pelo conhecimento e por temas relacionados à economia.

Mercado de trabalho

Com uma graduação que abarca um amplo espectro de teoria, o mercado de trabalho para um economista também é vasto. Ao se graduar, certamente, não faltarão áreas potenciais de atuação. Veja a seguir algumas áreas para o mercado de trabalho:

  • Analista Econômico;
  • Auditoria e Fiscalização Econômicas;
  • Estudos de Mercado estrangeiro ou nacional;
  • Estudos de índice de preços;
  • Consultoria e pesquisa de finanças;
  • Avaliação patrimonial de empresas;
  • Elaboração de orçamentos públicos e privados;
  • Docência e pesquisa.

A lista de possíveis campos de atuação é muito rica, além dessas existem diversas outras. Saiba que muitas empresas necessitam de um economista para criar estratégias e projeções de mercado. Pois esse profissional pode indicar os caminhos possíveis e gerenciar as melhores aplicações financeiras para as empresas.

Além disso, os bancos não funcionam sem profissionais dessa área, se você sonha em ser bancário, com toda a certeza, o curso de Ciências Econômicas garantirá todo o aporte teórico necessário para atuar nesse mercado. Enfim, as opções são muitas e a economia é considerada uma das bases fundamentais para o desenvolvimento dos países. Portanto, essa é uma profissão que está sempre em alta.

Dica de filmes e livros

Se você deseja saber mais sobre o curso de economia, um filme sempre pode ajudar a trazer informações e inspirações. Por acaso, você já ouviu falar na Teoria dos Jogos? Saiba que esse é um ramo da matemática e que é muito aplicado na economia. Ela traça uma estratégia em que os jogadores escolhem as diferentes ações, desse modo, ela pode fornecer ferramentas para entender o comportamento econômico e projetar possibilidades para agir.

No ano de 2001, foi lançado o filme A Beautiful Mind (Uma Mente Brilhante), que conta a história do gênio da matemática John Forbes Nash Jr, também prêmio Nobel de Ciências Econômicas no ano de 1994. O filme conta com a grandiosa atuação de Russel Crowe, que retrata a vida conturbada de Nash, causada pela esquizofrenia. Mas além da biografia do importante matemático, o filme aborda os diversos fundamentos sobre a teoria dos jogos e isso certamente irá inspirar você a conhecer mais sobre teorias pouco faladas fora do meio acadêmico. Além disso, o filme arrecadou 4 prêmios do Oscar.

Aqui no Blog Vai de Bolsa você também confere dicas de livros sobre economia para aumentar seu interesse na área.

Um boa forma de iniciar os estudos na Economia

Você descobriu que a Economia é um caminho interessante, mas tem medo de investir no curso ou tem dificuldades com a matéria? Saiba que você pode começar a estudar sobre algumas áreas relacionadas com a Economia sem sair de casa e gratuitamente. Para isso, você precisará apenas de duas coisas: um computador e conexão com a internet.

Com a revolução tecnológica e era digital, nos dias de hoje, existem plataformas de ensino que podem ser acessadas por todos e isso, certamente, ajudará você a digerir com mais facilidades algumas disciplinas que dialogam com o curso de Ciências Econômicas. As plataformas digitais de ensino tornam a educação muito democrática nos tempos atuais, nesse sentido, fornecem uma aprendizagem de qualidade e acessível a todos.

Veja a seguir alguma plataformas digitais de ensino gratuito:

Fundação Bradesco

A plataforma da Fundação Bradesco poderá fornecer alguns cursos para você aprender mais sobre finanças e empreendedorismo, por exemplo.

Khan Academy

Caso você tenha alguma dificuldade com as áreas da matemática, a Khan Academy poderá ajudar você a superar isso. A plataforma oferece várias opções de cursos online gratuitos e de curta duração, fazendo com que o ensino seja dinâmico e acessível. Além disso, o criador da plataforma pode ter algo em comum com você, pois ele era uma analista financeiro.

Agora que você já sabe como é o curso de economia. Certamente descobriu o quão viável pode ser ingressar nesse curso e como pode ser versátil trabalhar como economista. Sem dúvidas não faltarão oportunidades para você ingressar no mercado.

Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui