Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!

Saiba tudo sobre como é o curso de Farmácia

Você sabia que na antiguidade a medicina e a farmácia eram uma profissão só? A mesma pessoa que identificava a doença, também a tratava, e estes profissionais eram chamados de boticários. No entanto, a farmácia ganhou sua independência num período de grandes guerras na Alexandria. Daí em diante, vem crescendo cada dia mais no Brasil e no mundo. Se você se interessa por essa área para seguir carreira profissional, precisa saber como é o curso de farmácia. Neste post, vamos falar um pouco mais sobre quais as disciplinas do curso de farmácia, em quais universidades encontrar, além de detalhar as áreas de atuação desse importante profissional. É interessante também conhecer a fundo as diferenças entre medina e farmácia, além de outras áreas da saúde. Confira!

Farmácia: um setor em crescimento

No Brasil existem aproximadamente 221 mil farmacêuticos inscritos nos Conselhos Regionais de Farmácia (CRF). É um setor muito promissor no país. Isso porque o Brasil possui o sétimo maior mercado farmacêutico do mundo, e deve chegar até a quinta posição em 2023, segundo os dados da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), levantados no ano de 2018. Além disso, o curso de Farmácia é um dos mais concorridos no Brasil, segundo o Censo da Educação Superior de 2018.

Como é o perfil do estudante de Farmácia

Assim como em toda a área de saúde, o profissional da farmácia deve possuir um senso de responsabilidade muito grande. O estudante deve entender que, ao entrar no mercado de trabalho, qualquer erro pode significar uma mistura de substâncias erradas, e um dano muito grande a quem consumi-la. Então, o profissional também deve ser muito cuidadoso e atencioso, para exercer sua função com precisão. Ser detalhista e observador também são características importantes para esta área. Asim como na maioria dos setores, sempre há novidades na área da farmácia: novas fórmulas surgem, novos medicamentos e tratamentos alternativos estão sempre ganhando as manchetes. Sendo assim, o profissional que busca atualização constante possivelmente terá um lugar de destaque na profissão. Como também é de se esperar, o profissional da área deve ser uma pessoa que gosta muito de cuidar do próximo, que sente uma preocupação com o bem-estar das pessoas. Mas que também se interessa pelos mecanismos fisiopatológicos do corpo humano.

Como é o curso de farmácia

O curso de farmácia é da modalidade bacharelado e costuma ter uma duração de 5 anos. Além disso, é possível encontrar o curso de farmácia de forma presencial, semi presencial ou à distância. No início do curso é comum ter uma grade de matérias mais generalistas, que vão proporcionar uma base aos estudantes. Logo em seguida, as matérias mais específicas começam a fazer parte da grade. Segundo o Ministério da Educação (MEC), é possível encontrar as matérias abaixo na grade curricular do curso de Farmácia:
  • Anatomia;
  • Biossegurança;
  • Botânica;
  • Citologia;
  • Embriologia;
  • Fisiologia;
  • Genética;
  • Histologia;
  • Química;
  • Métodos e Processos Analíticos Instrumentais;
  • Bioquímica;
  • Deontologia e Legislação Farmacêutica;
  • Epidemiologia;
  • Farmacologia;
  • Imunologia;
  • Microbiologia;
  • Parasitologia;
  • Patologia;
  • Toxicologia;
  • Química Farmacêutica;
  • Gestão de Empresas Farmacêuticas;
  • Atenção Farmacêutica;
  • Biologia Molecular;
  • Qualidade de Produtos Farmacêuticos;
  • Hematologia Clínica e Hemoterapia;
  • Cosmetologia;
  • Farmacotécnica;
  • Fitoterapia;
  • Tecnologia Farmacêutica;
  • Bioquímica e Biotecnologia de Alimentos;
  • Bromatologia;
  • Radioisótopos;
  • Bioética;
Durante a graduação, o aluno será capacitado para pesquisar, preparar, registrar, gerenciar a qualidade, distribuir e comercializar medicamentes, cosméticos e produtos de higiene pessoal. Dessa forma, o farmacêutico se torna o responsável por toda a cadeia de produção destes artigos. Para conseguir se graduar, o estudante deverá realizar o estágio obrigatório de 800 horas, que são distribuídas em diversas áreas de atuação da farmácia. O estágio pode contemplar as áreas de Saúde Pública, Drogaria, Manipulação e Homeopatia. Além do estágio obrigatório, o estudante também deverá realizar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para conseguir o seu diploma de Farmacêutico. Para definitivamente entrar no mercado de trabalho, não basta ter o diploma. O profissional deve ser inscrito no Conselho Regional de Farmácia da sua cidade para, então, poder exercer a profissão.

Áreas de atuação após o curso de farmácia

Agora você já conhece um pouco mais sobre como é o curso de Farmácia. Mas, e você sabe quais áreas de atuação um farmacêutico pode atuar? Como citado acima, o profissional da área de farmácia pode lidar com medicamentos, também com cosméticos e produtos de higiene profissional. Conheça abaixo as diversas áreas de atuação de um profissional da área de farmácia:
  • Medicamentos – Como era de se esperar, o farmacêutico também pode trabalhar na pesquisa e no teste de novos medicamentos.
  • Alimentos – O farmacêutico pode atuar no ramo alimentício estudando as substâncias e os seus efeitos no corpo humano. Ele também pode ser o responsável por controlar a qualidade dos alimentos produzidos.
  • Bioquímica Clínica – O profissional que optar ir para a área de Bioquímica Clínica vai trabalhar analisando as alterações nos organismos, através de testes laboratoriais. São estes profissionais que costumam trabalhar em laboratórios analisando diversos tipos de materiais, como por exemplo, exames de sangue.
  • Farmácia Clínica – O profissional da Farmácia Clínica trabalha prestando orientação aos pacientes, indicando qual a melhor forma de se medicar. O local de trabalho pode ser em farmácias, laboratórios ou em demais locais, juntamente com uma equipe multidisciplinar.
  • Área Ambiental – O profissional também pode trabalhar na área ambiental, fazendo o controle da qualidade da terra, da água e do ar.
  • Biologia Molecular – O farmacêutico pode utilizar técnicas de biologia molecular em exames, para realizar análises.
  • Cosmetologia – O profissional da área pode atuar no desenvolvimento e no controle de qualidade de produtos de beleza ou de higiene.
  • Farmacovigilância – A Farmacovigilância é a área que analisa e monitora os produtos e seus efeitos em fases finais de testes, um pouco antes do medicamento ser validado. É o profissional desta área que vai identificar qualquer problema ou efeito adverso que o medicamento pode causar, garantindo a qualidade do produto.

Mercado de trabalho após o curso de farmácia

Além de ser um dos maiores mercados farmacêuticos do mundo, o Brasil também possui uma empregabilidade muito grande destes profissionais. Cerca de 94% dos farmacêuticos do país estão empregados. Ou seja, é um mercado bem estável e com uma procura muito grande por estes profissionais. O salário de um farmacêutico depende da sua área de atuação, região e nível de experiência. Porém, a média nacional é de R$ 3.271,49. No Distrito Federal, e nos estados da Bahia e Goiás é onde se concentram os maiores salários desta área. Abaixo você encontra a média salarial dos profissionais de algumas das áreas da Farmácia:
  • Industrial: salário médio: R$ 4.408,71;
  • Saúde Publica: salário médio: R$4.052,11.
Agora você já sabe como é curso de farmácia, e aí, ainda está com dúvidas de que curso fazer? Então continue navegando no blog Vai de Bolsa, e encontre mais artigos sobre diversos cursos.
Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *