Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!

Como é o curso e o mercado de trabalho de Gestão Ambiental

Se você é superligado em questões ambientais e quer trabalhar em uma área que ajude na sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Então, o curso de Gestão Ambiental foi feito para você.

Saiba que o profissional da área pode atuar na cidade, no campo e também em áreas florestais degradadas e pode realizar programas de reciclagem e educação ambiental. Além disso, ainda trabalha analisando o impacto que o ser humano causa no solo, na água e no ar.

Entenda com mais detalhes sobre como é o curso de Gestão Ambiental, quais as áreas de atuação para o profissional.

Como é o Curso de Gestão Ambiental?

Durante o curso, o estudante aprenderá mais sobre a relação do homem com o meio ambiente, a natureza, seus recursos e os problemas que a afetam. O objetivo é capacitar o estudante a integrar e gerenciar projetos nas áreas urbanas, rurais e na indústria.

Bolsa de Estudos
👉 A 1ª mensalidade da sua graduação a partir de R$ 59? Só a Anhanguera para oferecer um Vale Educação com esse desconto.

O profissional poderá atuar na realização de diagnósticos, fiscalização e avaliação de impactos ambientais. Sua principal função é garantir o uso racional de recursos naturais, com o objetivo de preservar a biodiversidade. A área de atuação é ampla e existe mercado para se trabalhar em consultorias ambientais, ONGs, propriedades rurais, órgãos públicos e institutos de pesquisa.

O curso é totalmente ligado á área da ecologia e forma profissionais aptos a atuar com preservação ambiental, sustentabilidade no uso dos recursos naturais, entre outros. Hoje, no Brasil, não existem muitas universidades que ofertam o curso de Gestão Ambiental.

Algumas instituições contam com aulas relacionadas à ações de proteção e preservação animal e ambiental, segurança de pessoas e comunidades, controle e avaliação de riscos e também com programas de educação ambiental.

Como é o curso de Gestão Ambiental – Bacharelado

O curso dura em média quatro anos e a grade curricular conta com aulas relacionadas a ciências da natureza, com matérias como física, química, biologia, meteorologia e geologia. Além de ter também matérias relacionadas à Ciências Humanas, Administração e matérias específicas.

É comum encontrar as matérias abaixo no curso:

  • Análise de Riscos Ambientais Industriais;
  • Aspectos Socioambientais Regionais;
  • Atividades Complementares;
  • Avaliação de Aspectos e Impactos Ambientais;
  • Certificação e Auditoria Ambiental;
  • Comunicação Empresarial;
  • Controle de Parâmetros Ambientais Industriais;
  • Desenvolvimento Pessoal e Profissional;
  • Ecologia;
  • Ecoturismo;
  • Educação Ambiental;
  • Ética e Cidadania na Administração Ambiental;
  • Geoprocessamento;
  • Gestão de Recursos Energéticos;
  • Gestão de Recursos Naturais;
  • Gestão de Resíduos Sólidos, Efluentes e Emissões;
  • Gestão de Riscos Ambientais;
  • Instrumentos de Gestão Ambiental;
  • Legislação Ambiental;
  • Monitoramento de Efluentes Atmosféricos;
  • Monitoramento e Tratamento de Água e Efluentes Líquidos;
  • Monitoramento e Tratamento de Resíduos Sólidos;
  • Planejamento Ambiental;
  • Projeto Multidisciplinar de Autoaprendizagem;
  • Química Ambiental;
  • Recuperação de Áreas Degradadas;
  • Responsabilidade Social e Meio Ambiente;
  • Sistema de Gestão Ambiental;
  • Sistema Integrado de Gestão;
  • Técnicas e análise de solo, água e ar;
  • Viabilidade Econômica dos Investimentos Ambientais.

Algumas instituições, como a USP, nos campos de São Paulo e Piracicaba (Esalq), exigem a entrega de uma monografia e a realização do estágio obrigatório para a conclusão do curso.

Como é o curso de Gestão Ambiental – Tecnólogo

Agora que você já conhece um pouco mais sobre como é o curso de Gestão Ambiental, na modalidade bacharelado, entenda mais sobre o curso na modalidade tecnológico.

Com uma duração média de dois anos, o curso pode ser amplo ou específico. Algumas instituições, como a Furg no Rio Grande do Sul (RS), possuem cursos específicos, como o curso de Toxicologia Ambiental, que estuda métodos e técnicas de análise toxicológica de substâncias. A Fatec Jacareí e a Fatec Jahu do Estado de São Paulo, por exemplo, possuem foco na área hídrica. Já o curso da Unicamp, em Limeira, é voltado para controle ambiental.

No curso é possível encontrar matérias teóricas, como ecologia, educação ambiental, saneamento e planejamento urbano. Mas, uma boa parte das aulas são práticas, em laboratórios de física, química e biologia. Durante os estudos, o aluno aprende a analisar problemas ambientais e a desenvolver projetos com o foco em recuperar ambientes degradados.

Normalmente, as instituições têm como obrigatoriedade o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e o estágio como itens obrigatórios para a conclusão.

Onde estudar Gestão Ambiental

O curso de Gestão Ambiental pode ser encontrado tanto na modalidade presencial como no Ensino à Distância (EaD). São mais de 250 instituições que oferecem o curso, autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC). Os cursos de bacharelado são encontrados apenas nas redes públicas, enquanto que o curso tecnológico pode ser encontrado em diversas universidades particulares, inclusive no Ensino à Distância.

Confira abaixo uma lista de instituições que oferecem o curso:

Faculdades particulares de Gestão Ambiental

  • Universidade Estácio;
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR);
  • Universidade Luterana Brasileira (ULBRA);
  • Universidade Paulista (UNIP);
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA).

Faculdades públicas de Gestão Ambienta

  • Universidade Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/Esalq);
  • Universidade de Brasília (UNB);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR);
  • Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA);
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Mercado de trabalho

Os estudantes que se formam em Gestão Ambiental costumam ter uma boa perspectiva de futuro. Isso porque a área ambiental tem de destacado como uma das mais promissoras até 2020, segundo pesquisa realizada pelo Programa de Estudos do Futuro da FIA (Fundação Instituto de Administração), de São Paulo.

As oportunidades de trabalho no setor privado e também em fazendas, agronegócio e cooperativas tendem a crescer com as mudanças que podemos ver em nossa sociedade. Hoje em dia, as empresas e industrias são amplamente cobradas pelo impacto ambiental que causam. Dessa forma, cada dia mais as industrias estão buscando profissionais qualificados para garantir a preservação e trabalhar com foco em sustentabilidade. Existem leis brasileiras que obrigam as empresas a cuidar de seus resíduos.

No meio público, os profissionais encontram oportunidades para para participar da definição, implantação e fiscalização de políticas públicas e podem trabalhar em secretarias de meio ambiente e também em obras.

No setor industrial observa-se uma maior concentração de oportunidades nos estados do Sul e Sudeste do Brasil. Áreas como Amazônia, Norte, Centro-Oeste e Cerrado, também apresentam oportunidades pois são áreas onde a preservação ambiental está mais em foco.

O perfil do Gestor Ambiental

O estudante de Gestão Ambiental deve ser uma pessoa, acima de tudo, ética. Além disso, deve ser solidário, com um vasto respeito à natureza, deve possuir visão sistêmica e ser uma pessoa com bastante autonomia. Conhecimentos mais específicos, como legislação ambiental são muito importantes para que o profissional tenha um bom desempenho na carreira.

Saber trabalhar em equipe também é muito importante, pois normalmente este profissional atua com equipes multidisciplinares.

É possível encontrar o profissional da área de Gestão Ambiental atuando e diversas áreas e funções, como:

  • Área acadêmica: na área acadêmica o profissional pode atuar como professor ou pesquisador em universidades e institutos de educação;
  • Consultoria: o profissional também pode ter um trabalho autônomo, realizando trabalhos e pesquisas de forma independente para empresas;
  • Certificação: entendendo os processos de certificação ambiental e adequando a empresa ou indústria a essas regras;
  • Recuperação de áreas degradadas: o profissional pode atuar em projetos para reverter danos ambientais em áreas poluídas ou desmatadas;
  • Extração de recursos naturais: em empresas de exploração de minérios ou petróleo. Atua também  na recuperação dos ecossistemas impactados pela extração dos recursos.

Ainda está na dúvida se o curso de Gestão Ambiental é para você, mas tem certeza que quer focar na área ambiental? Então acesse nosso conteúdo sobre 10 cursos ligados ao meio ambiente. Também temos uma lista com profissões para quem quer trabalhar ao ar livre.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *