curso de gestão financeira

Curso de Gestão Financeira: conheça a faculdade e o mercado

Você tem afinidade com  funções administrativas, contábeis ou economia e gosta de números? Então, o curso de gestão financeira pode ser a faculdade que você está procurando.

A faculdade tem titulação de tecnólogo de gestão financeira e possui duração média de dois a três anos.

Neste artigo, conheça um pouco mais sobre a faculdade, o perfil do profissional e sobre o mercado de trabalho.

Acompanhe!

Saiba mais: Cursos pra quem gosta do mercado financeiro: confira quais as opções

O que se estuda no curso de gestão financeira

O curso de gestão financeira tem muitas disciplinas que contemplam o universo dos cálculos. Por conta disso, é importante que você pelo menos goste desta área.

Caso você seja do time que não tem muita afinidade com matemática, é bom avaliar bem sua escolha.

Vamos listar as principais disciplinas que devem constar na grade curricular do curso de gestão financeira. Porém, é importante lembrar que estes conteúdos podem ter variações conforme as instituições de ensino que você se matricular:

  • Análise das Demonstrações Financeiras;
  • Contabilidade;
  • Controladoria;
  • Crédito e Cobrança;
  • Economia e Mercado;
  • Estatística Aplicada;
  • Ética e Legislação: Trabalhista e Empresarial;
  • Fontes de Financiamento;
  • Fundamentos da Gestão Financeira;
  • Fundamentos de Administração;
  • Matemática Financeira;
  • Mercado de Capitais;
  • Planejamento Tributário.

Duração da faculdade de gestão financeira

Conforme apresentado, a faculdade de gestão financeira é uma formação de nível tecnólogo e tem duração de no mínimo dois anos.

O objetivo é preparar o aluno para o mercado de trabalho em diversos campos da economia, habilitando-o a trabalhar com a análise de investimentos, controle financeiro, montagem de orçamentos e outras tarefas da área.

Dessa forma, o gestor financeiro pode atuar nas empresas na área financeira e contábil, bem como em bancos e instituições financeiras.

Gestão financeira X técnico em finanças

Além do curso superior de tecnólogo em gestão financeira, existe também o curso técnico em finanças.

Conforme já expomos, o tecnólogo é uma graduação completa, com duração média de dois a três anos, dependendo da instituição. Além disso, esse tipo de curso só pode ser feito por quem já concluiu o ensino médio.

Já o ensino técnico tem duração menor, geralmente de um ano, e pode ser cursado por pessoas maiores de 16 anos, que estejam cursando o ensino médio.

Assim, como todo o curso técnico, a formação é voltada ao conhecimento prático, diretamente voltado para o mercado de trabalho.

Dessa forma, quem tem a formação técnica, no geral, fica responsável pelo controle de fluxos de caixa, contas a pagar e receber lançamentos contábeis, ordens de pagamento.

Além de estar apto a analisar contratos bancários, demonstrativos financeiros, legislação contábil, tributária e de consumidor.

Cargos de atuação de quem faz gestão financeira:

O tecnólogo em gestão financeira pode assumir diferentes cargos, entre eles:

  • Analista Financeiro;
  • Analista de Crédito;
  • Assistente Financeiro;
  • Analista de Investimentos;
  • Analista de Mercado Financeiro;
  • Consultor Financeiro;
  • Analista de Recursos Financeiros;
  • Controller;
  • Gerente de Contas;
  • Gerente de Contas a Pagar/Receber;
  • Orçamentista;
  • Gerente de Finanças;
  • Supervisor de Operações Financeiras.

O que faz um profissional gestão financeira?

O profissional de gestão financeira irá cuidar das finanças de uma instituição, seja ela privada ou pública.

A noção contábil apresentada na sala de aula capacita o profissional a utilizar técnicas, métodos, tecnologias e conceitos financeiros para analisar as operações contábeis da empresa ou dos cofres públicos.

Esse profissional também é responsável por otimizar investimentos, gerenciar e controlar o orçamento e os custos. Tudo isso para auxiliar as organizações ou seus superiores em tomadas de decisão.

Além disso, a organização do património da empresa pode ser atribuída ao gestor contábil que deve ter controle de compras, vendas, investimentos, contratações de funcionários, projeção de resultados futuros, administração de projetos, distribuição de resultados e planejamento tributário.

Desse modo, a responsabilidade atribuída ao gestor financeiro de uma instituição costuma ser bastante grande, pois o sucesso depende de uma boa administração financeira.

Assim, o andamento contábil deve ser claro, objetivo e correto a fim de não haver complicações com a prestação de contas da instituição e do governo.

Competências do gestor financeiro

Desenvolver algumas competências para o exercício da profissão é necessário para quem deseja sucesso.

Assim, um bom gestor financeiro deve desenvolver as seguintes competências e habilidades:

  • Avaliação de riscos e tomada de decisões;
  • Boa capacidade argumentativa;
  • Comunicação objetiva e clara;
  • Liderança;
  • Pensamento estratégico;
  • Proatividade;
  • Organização e planejamento;
  • Raciocínio lógico, crítico e analítico;
  • Responsabilidade social e ética;
  • Resiliência para as constantes mudanças tecnológicas e de mercado;
  • Visão sistêmica das organizações e do mercado em que atuam.

Quanto ganha um gestor financeiro

Já que o gestor financeiro cuida das finanças de uma empresa, você deve estar curioso para saber quanto esse profissional ganha, certo?

A remuneração de gestor financeiro se diferencia conforme a região do país, da sua experiência e, claro, do porte da empresa.

Em média, um gestor financeiro tem o salário de R$ 5.682,95, segundo o site salario.com, para jornada de 43h semanais.

Segundo dados referentes ao ano de 2021, a faixa salarial do gestor financeiro fica entre R$ 7.945 e R$ 20.213,83.Já a faixa salarial do tecnólogo em gestão financeira fica entre R$ 5.186,77 e R$ 15.950,35.

De acordo com o site salario.com, a cidade com a maior média salarial é São Paulo, com média de R$ 10.925,56 para jornada de trabalho de 42h semanais.

E a cidade que menos paga é Londrina, apresentando média salarial de R$ 3.897,95 para 43h semanais.

Especialização em gestão financeira

As especializações em gestão financeira são uma boa opção para quem busca aprendizado e reconhecimento.

Aliás, de acordo com o MEC, há mais de 150 cursos de pós em gestão financeira do tipo lato sensu, que podem ser feiras a distância ou de forma presencial.

Entre as opções, podemos citar:

  • Análise de Risco e Gestão Financeira;
  • Desenvolvimento de Negócios com Ênfase em Gestão Financeira;
  • Gestão Financeira;
  • Gestão Financeira Corporativa;
  • Direito Público e Gestão Financeira;
  • Gestão Financeira e Controladoria;
  • Gestão Financeira e Orçamentária;
  • Marketing e Gestão Financeira;
  • Gestão Financeira e Orçamentária em Organizações Públicas;
  • Gestão Financeira de Negócios;
  • MBA em Gestão Financeira Avançada
  • Gestão Financeira Moderna;
  • MBA em Gestão Financeira, Auditoria e Controladoria
  • MBA em Gestão Financeira e Contábil
  • Gestão Financeira – Planejamento Tributário;
  • MBA em Gestão Financeira e Controladoria

As especializações em gestão financeira têm duração média de dois anos e um dos pré-requisitos é o diploma de nível superior.

Porém, se você já é um gestor financeiro e busca uma visão ampla do seu trabalho pode optar por outras espacializações de áreas correlatas.

Sua capacidade de transferir esse conhecimento em sua rotina é o que vai te trazer um bom diferencial frente ao mercado tão competitivo.

Áreas de atuação

Ao cursar gestão financeira você poderá ocupar cargos diversos, desde assistente, assessor, consultor, a analista.

Você encontrará vagas em empresas, bancos, instituições de crédito, distribuidoras de valores, corretoras de valores mobiliários.

Além disso, poderá trabalhar em organizações do terceiro setor, bem como escolher ser autônomo e consultor financeiro pessoal.

A procura por gestores financeiros costuma ser maior na região Sudeste do Brasil. Por outro lado, no Centro-Oeste do país, há mais chances de contratação em empresas de agronegócio.

Contudo, se a sua intenção é atuar em empresas fabricantes de automóveis e de autopeças, as melhores vagas estão localizadas nas regiões do Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Portanto, independente de como o mercado de trabalho se apresente, a responsabilidade de criar boas oportunidades são suas.

Leia mais: Cursos de gestão: conheça os cursos da área

Gostou do curso de gestão financeira?

Agora que sabe mais sobre a graduação em gestão financeira é hora de encarar o desafio e fazer sua matrícula.

O curso de gestão financeira se enquadra como um curso tecnológico da área de gestão e negócios, segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC). Isso quer dizer que é uma área específica dentro da faculdade de administração.

Se gostou das informações e tem interesse em assuntos relacionado com educação esteja sempre atento as novidades do blog Vai de Bolsa.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *