Como é o curso de química, perfil e mercado de trabalho?

Como é o curso de química, perfil e mercado de trabalho?

O profissional da Química estuda a matéria, sua composição, propriedades e transformação. Sendo assim, esse profissional se torna indispensável em todos os locais e processos que envolvam transformações químicas. Quer saber como é o curso de Química, onde um químico pode atuar e qual é o perfil deste profissional? Então este conteúdo foi feito para você!

Como é curso de Química?

O curso pode ser de bacharelado ou licenciatura e normalmente tem a duração de 4 anos. 

A formação do bacharelado é mais generalista e abrange as grandes áreas da química, sendo elas a química orgânica, inorgânica, analítica e físico-química. Durante o curso o aluno encontrará aulas teóricas e também bastante experiência em laboratório.

Sendo assim, a partir do terceiro ano, o curso passa a ter matérias de cinética química, química experimental, análise de solo e bioquímica.

O bacharelado habilita o profissional para trabalhar no setor produtivo, focando em atividades industriais e de transformação. Durante o curso, o aluno é estimulado a criar novas substâncias, atuar na melhoria de processos industriais e fazer pesquisas relacionadas a fontes de energia. 

Quem opta pelo curso de licenciatura, encontra disciplinas pedagógicas na grade, como por exemplo Didática, Prática de Ensino e Psicologia da Educação. Este profissional estará habilitado ao final do curso a dar aulas em ensino médio e fundamental. Contudo, se o profissional desejar seguir a carreira de educador, ministrando aulas em universidades, deverá fazer uma pós-graduação ou mestrado. 

O curso é finalizado após a entrega do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e exige estágio obrigatório.  

É importante ressaltar que para trabalhar como químico, o profissional terá que possuir um diploma de uma faculdade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou seja, você não poderá exercer a atividade como químico se não estiver devidamente graduado. 

Grade Curricular

A grade curricular pode mudar, dependendo da instituição e do tipo de curso. Porém, abaixo você encontra as principais matérias que normalmente estão presentes no curso de química:

  • Química Geral;
  • Química Ambiental;
  • Química Orgânica;
  • Química Inorgânica;
  • Química Analítica (Via Úmida e Instrumental);
  • Físico-Química;
  • Bioquímica;
  • Operações Unitárias;
  • Processos Químicos Orgânicos e Inorgânicos;
  • Tecnologias Orgânicas e Inorgânicas;
  • Processos Biológicos;
  • Avaliação Econômica dos Processos Químicos;
  • Controle de Qualidade;
  • Metrologia Química;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • História e Epistemologia da Química;
  • Segurança do Trabalho.

Os cursos de licenciatura podem contar também com matérias como:

  • Probabilidade e Estatística;
  • História e Filosofia das Ciências Naturais;
  • História, Filosofia e Sociologia da Educação;
  • Metodologia e Prática de ensino de Química;
  • Tecnologias da Informação e Comunicação aplicadas ao Ensino de Química;
  • Psicologia da Educação;
  • Legislação Educacional;
  • Educação Ambiental;
  • Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS);
  • Pluralidade Cultural e Orientação Sexual.

Principais áreas de atuação

As principais áreas de atuação do químico estão relacionadas à educação, indústria e ao meio ambiente. 

A carreira acadêmica é bem promissora, pois trata de uma disciplina obrigatória no ensino fundamental e médio, além de ser comum a praticamente todos os cursos de Engenharia. Sendo assim, é a área profissional que mais absorve os profissionais da química. 

Na indústria o profissional também tem um bom espaço, pois atua em atividades relacionadas ao desenvolvimento e melhoria de produtos, levando em consideração sua composição e propriedades químicas. Além disso, o químico pode supervisionar o processo produtivo, criar estratégias para tratamento de produtos e resíduos e ainda controlar a qualidade do processo de fabricação do produto. 

A área ambiental tem ganhado bastante destaque no meio da química. O profissional pode realizar vistorias e perícias, além de criar relatórios e pareceres sobre a conservação e proteção ambiental, atuar no tratamento de resíduos industriais e ainda desenvolver práticas de controle de contaminação. 

Demais áreas de atuação

Além das principais áreas de atuação, o químico ainda tem mais opções de atuação, como os exemplos abaixo:

  • Química de alimentos: Nesta área o químico atua no controle de qualidade, pesquisa e desenvolvimento de produtos na indústria do alimento. Uma de suas atividades poderá ser relacionada a pesquisas sobre a composição química dos alimentos;
  • Gestão de Qualidade: o químico atua para desenvolver e aplicar ferramentas e sistemas para a gestão de qualidade e controle em Química;
  • Materiais: Nesta área, o químico deverá propor novos métodos de síntese e preparação de materiais para vários setores, inclusive para a área de engenharia;
  • Pesquisa: É possível que o profissional da química atue em pesquisas de universidades, institutos, em órgãos públicos e até mesmo na indústria;
  • Química forense: O profissional deverá realizar perícias e testes a partir de evidências de crimes, buscando a solução;
  • Química industrial e tecnológica: o profissional deverá atuar no desenvolvimento de produtos e tecnologia, relacionado à composição, propriedades e transformação de substâncias. 

Como é o perfil do químico?

Como a maioria das profissões da atualidade, a área da química também é ótima para profissionais dinâmicos, que estão sempre em transformação. Então o profissional de química deve:

  • Buscar sempre estar atualizado com os avanços tecnológicos, novos materiais, descobertas e metodologias que envolvam processos químicos, e que possam ser utilizados no dia a dia;
  • Ter total domínio de equipamentos e materiais de laboratório;
  • Assim como a maioria das opções, o químico que possui um segundo ou terceiro idioma pode levar vantagem, principalmente quem busca possibilidades no exterior;

Remuneração de um Químico

A remuneração de um químico vai depender da sua área de atuação e também do seu nível de senioridade. Porém, a média salarial de um químico é em torno de R$ 3.730,00. Os melhores salários estão no Pará, Mato Grosso e no Rio de Janeiro, onde a média é de R$ 4.400,00.

E a Engenharia Química?

Apesar de muitas pessoas acharem que os dois cursos são similares, eles não são. O curso de Engenharia Química possui uma duração média de 5 anos e tem como objetivo a formação do profissional voltado para a indústria.

Este profissional atuará como responsável pelo planejamento e desenvolvimento de produtos e processos dentro das empresas. Sendo assim, o curso de Engenharia Química é totalmente voltado para a escala industrial.

Uma curiosidade é que o curso não possui uma diretriz curricular oficial, portanto a grade pode variar consideravelmente de acordo com a universidade. As matérias básicas como física, matemática e metodologia da pesquisa científica costumam estar presentes em todas as grades deste curso, que possui um caráter bem interdisciplinar.

Como o curso é voltado para o setor industrial, ele conta com disciplinas teóricas voltadas aos processos das indústrias petroquímicas, têxteis, papel e celulose, entre outras. 

Gostou do conteúdo mas ainda tem dúvidas sobre qual curso escolher? Então continue navegando no blog Vai de Bolsa e tire todas as suas dúvidas!