Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
como estudar para o enem

Como estudar para o Enem? 9 melhores dicas

  • Bolsas
  • 12/maio/21
  • por Jacqueline Martins

Você precisa estudar para o Enem e não sabe como? Preparamos algumas dicas para auxiliá-lo nesse processo.

O Exame Nacional de Ensino Médio – Enem – é uma etapa importante para quem está finalizando o ensino médio e pretende entrar numa faculdade.

As provas são realizadas ano a ano e o aluno precisa estar preparado. Confira algumas dicas para estudar para o Enem e garanta uma boa média.

Leia mais: Os melhores aplicativos para estudar para o Enem

Bolsa de Estudos
👉 A 1ª mensalidade da sua graduação a partir de R$ 59? Só a Anhanguera para oferecer um Vale Educação com esse desconto.

As melhores dicas para estudar para o Enem

Tenha em mente que não há fórmulas mágicas, você terá que ser organizado e criar seu próprio método de estudos.

Mas leia atentamente as dicas preparadas para enfrentar o maior exame do ensino médio, o Enem.

1. Antes de tudo, planeje-se!

Antes de ficar apreensivo e nervoso com a quantidade de assuntos a estudar prepare um bom plano de estudos.

O planejamento diário, semanal e mensal vai auxiliar nessa trajetória. Traçar metas por semana é bem indicado para dar estímulo e não tornar o estudo tão massacrante.

Mas, antes de tudo, pare e reflita sobre estas questões:

  1. Qual o local poderia estudar?
  2. Quanto tempo do seu dia será dedicado ao estudo do Enem?
  3. Qual a data das provas?
  4. Quais são as matérias em que eu tenho mais dificuldade?

Respondeu as perguntinhas, então prepare o papel e a caneta!

2. Defina um local de estudos

A escolha do local de estudo é importante. Então, dê preferência para um lugar iluminado, calmo, silencioso e sem interrupções.

Independente do local escolhido, a atenção deve ser no estudo, para que você possa aproveitar o tempo ao máximo!

Por isso, desligue-se do mundo externo e concentre-se. Uma dica é deixar o celular no silencioso, ou se possível, desligado!

3. Elabore uma agenda

Organizar o estudo de maneira bem visual ajuda a ter foco e preparar a mente para aquela atividade.

Vamos te ajudar como fazer. Veja!

Tenha em mãos:

  • Um calendário;
  • A lista das matérias cobradas no Enem, nas diferentes áreas do conhecimento;
  • O Edital do Enem para que você possa consultar e tirar suas dúvidas sobre a redação;
  • A listagem das matérias que você têm maior dificuldade, as que menos gosta e mais gosta.

O próximo passo é o seguinte:

  • Faça uma tabela com as datas e horários disponíveis;
  • Estabeleça um tempo, no mínimo 1h para cada matéria e distribua na tabela;
  • Intercale disciplinas chatas com as que mais gosta ou tem maior facilidade, para tornar o estudo mais prazeroso;
  • Atente-se para aquelas mais difíceis e não as deixei pro final do estudo, inicie por elas para evitar desanimar;
  • Deixe um tempo para descansar, ficar com a família e faça algo que goste.

Esse planejamento ajuda muito, mas ele não é engessado, pode fazer adaptações ao longo do período.

4. Tome consciência do tempo

Aqui, o sentido do tempo está relacionado com o volume de assuntos a serem estudados. Por isso, o cronograma de estudos para o Enem é importante.

É que com esse cronograma, você poderá ter a visão do todo, e isso vai estimular você a não desanimar e se perder no meio do caminho.

Comece a se planejar e a estudar o quanto antes, pois você ainda precisará dedicar seu tempo para revisões e também para fazer alguns exercícios de reforço.

Geralmente, o Enem é aplicado em meados de novembro, então até lá seu conteúdo deve estar estudado e revisado. Sem esquecer que você precisa estar por dentro das atualidades do Brasil e do mundo e ainda treinar a redação.

O tempo é precioso! Use-o com inteligência, foco e determinação.

Como forma de auxiliar esse planejamento, veja como está distribuído as disciplinas durante os dois dias de provas:

Primeiro dia de provas:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, com conteúdos de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias, com conteúdos sobre História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
  • Redação, sobre um tema da atualidade.

Leia também: Português Enem: veja o que mais cai na prova e como estudar melhor

Segundo dia de provas:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias, que trata de Química, Física e Biologia
  • Matemática e suas Tecnologias

5. Pratique! Faça simulados

Aqui, a ideia é praticar. Assim, uma das técnicas mais usadas é a de fazer as provas anteriores do Enem.

Isso irá auxiliar você a se familiarizar com o conteúdo, com o tipo de prova e identificar as disciplinas que mais necessitam de estudo e revisão. Além de ajudar a estabelecer seu método de estudo.

Uma forma legal, é simular um dia de prova. Faça como se estivesse no dia: imprima uma das provas de anos anteriores do Enem, tenha em mãos a caneta e uma garrafa de água e cronometre o tempo.

Ter noção do tempo gasto em cada disciplina ajuda a visualizar e organizar melhor seu tempo no dia da prova.

Aliás, serão 180 questões distribuídas em dois dias e mais a redação. E ainda o preenchimento do cartão resposta, que deve ser incluído no seu tempo de prova.

Pratique bastante, pois você não vai querer ficar nervoso e correr o risco de rasurar ou passar o gabarito errado.

Caso você queira baixar as provas anteriores para exercitar seu conhecimento, acesse-as no site do Inep.

6. Estude redação e treine

Quando falamos que um aluno deve estudar a redação, queremos dizer que ele precisa ter um conhecimento geral sobre os temas mais prováveis de serem pedidos, além de cuidar e obedecer as regras básicas solicitadas no Edital.

Para isso, crie e estabeleça na sua rotina a leitura de jornais e sites com assuntos pertinentes, com informações confiáveis.

O ato de ler vai ajudar a aumentar seu vocabulário e seu poder de argumentação, que são ótimos atributos para escrever uma boa redação.

Além disso, pratique! Escolha temas interdisciplinares e desenvolva a redação de acordo com os moldes do Enem.

Você também pode contar com o apoio do banco de redações do Enem do Brasil Escola, que mensalmente sugere temas para os alunos que estão se preparando para a prova possam praticar.

Dessa forma, você poderá treinar sua escrita e anda receber uma nota. Já que o site possui uma equipe de professores responsáveis pela correção. Muito bom, não é mesmo?

7. Leia e imprima o edital

Não subestime a leitura do edital. Saber as regras é importante para seu desempenho. Sabe porquê?

Lá, você encontra a lista de matérias para estudar. Portanto, estude apenas o que consta no edital, não perca tempo!

Assim, monte seu plano e cronograma de estudo para o Enem com base nessas disciplinas.

Outras informações que constam no edital e são muito importantes são: inscrição, acesso ao cartão de confirmação, local de prova, data e horário do exame, etc.

Ah, e não se esqueça de ler com atenção o item que descreve os critérios analisados na correção da redação. Tome nota e direcione melhor seu estudo.

8. Cuide de você!

Do que adianta se planejar, programar e estudar horas e horas e não cuidar de seu corpo e sua mente?

Então, reserve um tempo para o lazer, praticar atividades físicas, estar com a família, amigos, namorar, passear, meditar.

A meditação é um técnica poderosa para diminuir o stress e controlar a ansiedade. Experimente! Insira essa prática na sua rotina.

Reservar esse tempo é primordial para que seu corpo suporte a carga psicológica e a rotina de estudos.

Outra dica é, na véspera das provas, relaxar e esvaziar a mente, fazer pequenas revisões, alimentar-se bem e ter uma noite de descanso.

9. Use as redes sociais para estudar

Ficar conectado nas redes sociais pode ser um erro, mas se elas forem usadas conscientemente e com objetivos de serem ferramentas de estudos, elas se tornam grandes aliadas.

O Instagram, por exemplo, possui vários perfis que disponibilizam informações e dicas de estudos para Enem e vestibular.

Se ligue neles e use as ferramentas de busca do próprio Instagram para filtrar os assuntos de seu interesse por meio das hashtags (#).

#StudyGram, por exemplo, é uma das mais utilizadas para quem estuda para Enem e vestibular.

Além disso, poderá salvar as publicações de seu interesse para auxiliar na criação de seus conteúdos de revisão.

Saiba mais: Os melhores aplicativos para estudar para o Enem

 Anotou as dicas? Agora sabe como estudar para o Enem

As dicas servem para ajudar nesse processo de estudos, que exige muita dedicação e disciplina para estudar sempre sem perder o ânimo.

A ansiedade estará presente, mas a controle e não deixe que te domine. Aqui os exercícios físicos e a meditação podem ajudar.

Caso tenha gostado desse assunto e gosta de estar por dentro de novidades sobre educação, acompanhe nosso blog Vai de Bolsa.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *