vestibular

Como estudar para o vestibular em casa: Veja 6 dicas valiosas

  • Enem
  • 26/abr/21
  • por Jacqueline Martins

Você está se preparando para o vestibular e fica com dúvidas de como estudar em casa? Você já sabe que a prova do vestibular exige muito estudo e dedicação, além de ter muito conteúdo.

O primeiro passo para seguir confiante nessa trajetória, é organizar os estudos para não se perder.

Para isso, preparamos algumas dicas valiosas de como você pode estudar para o vestibular em casa. Vamos nessa?

Leia também: Confira passo a passo para escrever um artigo de opinião no vestibular

6 dicas de como estudar para o vestibular em casa

Confira 6 dicas infalíveis que vão ajudar você a organizar sua rotina de estudo e a ter disciplina para arrasar no dia da prova. Confira!

1. Leia o edital

Parece até bobo mencionar essa dica aqui! Mas não é!

O edital vai trazer informações importantes de direcionamento aos estudos, como: disciplinas e assuntos exigidos, datas de provas, material permitido no dia da prova, método de correção da redação, entre outros.

Portanto, dedique um tempo e faça uma leitura atenta do edital referente à instituição que queira prestar o vestibular.

Caso você almeje realizar a prova do Enem em paralelo, fique atento com os editais e separe bem seu planejamento de estudos. Evite complicação futura!

2. Cronograma de estudos

Após a leitura do edital, você percebeu que a lista de assuntos cobrados é extensa. Mas não se desespere! Um passo de cada vez.

Então, você pode organizar os estudos definindo o grau de dificuldade das disciplinas e assuntos cobrados no edital.

Para isso, sinalize com marcadores de cores diferentes para o grau de dificuldade: fácil, médio e difícil. Com isso em mãos, distribua para cada hora do seu dia um assunto ou tópico específico, sem ultrapassar duas horas. Intercale entre assuntos fáceis e difíceis.

Evite deixar dois assuntos difíceis juntos pois pode ser desgastante e o aproveitamento ser ruim.

Dessa maneira, você organiza sua agenda por semana e para o mês inteiro.  Lembre de deixar algumas horas de lazer.

3. Faça provas anteriores e escreva redações

Separe algumas provas antigas de vestibulares e resolva-as. A técnica de resolver provas é uma boa forma de estudar para o vestibular.

Além de testar seu conhecimento, vai desenvolver habilidades importantes para o dia da prova. Entender como as questões são cobradas, quais os assuntos recorrentes auxiliam você a direcionar seus estudos e obter mais segurança em fazer provas.

Da mesma forma, a redação precisa ser exercitada. Adquirir boa escrita requer treino e leitura. Por isso, leia muito! Mas comece com os livros obrigatórios cobrados no seu edital.

Faça uso das plataformas de correção de redação para vestibular presentes na internet. Anote os feedbacks dos professores e aprimore a escrita, até o ponto que domine a técnica e não perca tanto tempo.

4. Faça pequenos resumos

Fazer resumos curtos e objetivos pode ser uma boa forma para você desenvolver seu pensamento crítico e sua capacidade de síntese. Esse exercício auxilia na fixação do conteúdo e na hora da revisão.

Ao realizar a leitura dos resumos, faça pequenas anotações, realce palavras-chaves, datas importantes a serem memorizadas, tudo que facilite suas revisões.

Pode fazer uso dos mapas mentais. Pesquise! Existe uma variedade de sites que explicam como fazer.

Mas não se atente muito ao modelo, forma, bonito ou feio, ele precisa ser útil. O simples costuma ser o mais eficiente.

A medida que irá produzindo os resumos separe-os por disciplina e assunto, assim quando precisar consultar algo que ficou esquecido na memória será de fácil acesso.

5. Aproveite filmes e séries

Seja inteligente e criativo na hora de estudar. Pode não parecer, mas estudar pode ser divertido. Gosta de assistir Netflix? Então aproveite, pois há muitos conteúdos por lá.

Filmes retratam temas importantes de diversos momentos históricos, como processo de colonização, escravidão, industrialização, assuntos cobrados nos vestibulares.

É possível, ainda, encontrar títulos que ensinam sobre geografia, biologia, direitos humanos que servirão para aprimorar os estudos e desenvolver seu senso analítico.

6. Cultive hábitos saudáveis

Não menospreze essa dica! Tenha hábitos saudáveis como uma boa alimentação, um sono de qualidade e pratique exercícios físicos. O corpo é seu aliado nessa batalha! Cuide-se, pois ele precisa estar sadio na hora da prova.

Os benefícios são vistos a longo prazo de modo que seu poder de concentração e raciocínio não ficam prejudicados.

Então prepare seu prato com cores e comidas leves, mastigue bem os alimentos. Ao fazer isso, o seu organismo gasta menos energia para fazer a digestão. E sabe, aquela sensação de moleza após as refeições? Não vai aparecer!

Leia também: Vitaminas que ajudam nos estudos: opções para a memória e concentração

7. Crie seu ambiente de estudos

Estudar em casa não é tarefa fácil! Há muitas coisas que distraem a atenção do estudante: geladeira, televisão, pai e mãe conversando, irmão chorando.

Para isso, a dica é desenvolver técnicas de concentração. Então inicie com a organização do local do estudo. Deixe os livros e o material acessível de maneira organizada. Priorize pela limpeza e iluminação.

Se você mora com seus pais e irmãos, avise-os da sua rotina de estudo e solicite compreensão. Assim, evita ter distrações e perda de rendimento.

A partir do seu cronograma de estudos você determina as horas de descanso para um café, um alongamento, uma respirada. O seu estudo precisa ter qualidade e não quantidade. Pense nisso!

Então, adote a prática de iniciar e finalizar seus estudos com pensamentos positivos e de motivação. Falaremos mais na sequência.

8. Desconecte-se

A internet pode auxiliar muito nos seus estudos, mas pode ser uma válvula de escape. Cuide!

Caso você tenha aulas para assistir, provas para resolver, conteúdo para ler na internet, a atenção deve ser redobrada.  Assim, antes de iniciar os estudos, selecione os sites importantes e os assuntos a serem lidos. Organize e leia. Evite distrações!

Não esqueça de desligar o celular para não ser interrompido.

Como ter mais motivação para estudar para o vestibular em casa

Para obter bom rendimento nos estudos, você precisa estar motivado. Para isso existem algumas técnicas que poderão te ajudar.

Você pode fazer uso delas de forma isolada ou em conjunto, depende do seu grau de desânimo. Então, se ele bater, lembre-se dessas técnicas.

Técnica 01: recompensa pelo esforço

A ideia aqui é estimular o cérebro a fazer o que deve ser feito. E como ele funciona melhor quando se sente prazer, o estímulo da recompensa é para isso!

Com a escolha da recompensa ao final da atividade, seu cérebro se sente motivado para fazer e finalizar sua sessão de estudos. Apenas cuide com o número de recompensas.

Técnica 02: ânimo 

O ânimo é um estado emocional de bem estar na qual a Dopamina é o neurotransmissor responsável por essa sensação. Dessa forma, nos estudos você precisa transformar uma atividade “chata” em algo prazeroso para que tenha mais liberação de dopamina.

Você pode ouvir músicas quando pintar aquela desmotivação. Selecione uma lista e escute na medida que achar necessário. Nesse momento, você deve se envolver com a música e sentir prazer.

Dessa forma irá ativar no cérebro sensação de bem estar e estará pronto para voltar ao estudo.

Técnica 3: tenha metas e objetivos de estudo

Os objetivos você define quando elabora seu cronograma de estudo. Por exemplo, o objetivo do dia é estudar operações matemáticas e compreender como fazer. Pronto, se você alcançar isso, seu cérebro entende ser uma coisa positiva e há motivação.

Da mesma forma, a definição de metas contribuem muito no quesito motivação. Caso tenha definido fazer 10 exercícios de português de um determinado assunto e conseguiu concluir, se sentirá mais animado para continuar.

Leia mais: 10 dicas de como estudar para o vestibular

Gostou das dicas de como estudar para o vestibular?

Adote as dicas na sua rotina de estudo e garanta um melhor rendimento. Pense um dia de cada vez e realize as tarefas com determinação e foco. Você terá orgulho da trajetória seguida. Pode ter certeza!

Continue acompanhando nosso Blog Vai de Bolsa para obter mais informações como essa.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *