Você tem dúvidas de como ser policial civil? Já pensou em ingressar na carreira? Diferente de outros órgãos de segurança pública como a Polícia Militar, a Polícia Civil atua na prevenção, repressão e, principalmente, na investigação de crimes. Também é conhecida como a polícia judiciária. Geralmente, a Polícia Civil entra no caso após um crime, por exemplo. Se você tem interesse nessa área, vamos mostrar nesse post como ser policial civil.

Entre outras atividades, a Polícia Civil é responsável pela coleta de provas, indícios e outras informações para ajudar a resolver um caso. Os recursos tecnológicos tem ajudado muito nesse trabalho. 

Entretanto, não é só em situações de crime de violência que o órgão atua. Infrações administrativas também são da alçada da Polícia Civil. Além de cumprir mandados de busca e apreensão domiciliar e prender, provisoriamente, suspeitos. 

Há ainda outras funções como proteção de pessoas e bens, dos direitos e das garantias individuais e da prestação de serviços para a sociedade. Quer saber como ser policial civil? Confira no post.

Leia também: Baixe grátis o nosso e-book Guia para conquistar o primeiro emprego

Cargos na Polícia Civil

Todas essas funções são realizadas de acordo com o cargo que se ocupa no órgão. Cada tipo de profissional tem uma função muito bem definida dentro da corporação. Para saber como ser policial civil é necessário conhecer os principais cargos:

Delegado

É quem comanda as operações policiais com a responsabilidade de planejar, coordenar e supervisionar as investigações. Toma depoimentos, preside inquéritos, investiga as infrações e elabora relatórios.

Este profissional requer conhecimento jurídico aprofundado, características de liderança para comandar os policiais do distrito, assim como manter uma boa relação com a sociedade, órgãos públicos e autoridades.

Escrivão

É o braço direito do delegado e toma conta de toda parte burocrática da delegacia. Na hierarquia da Polícia Civil, o escrivão é o segundo colocado, abaixo apenas do delegado.

Passa a maior parte do tempo dentro da delegacia dando andamento aos inquéritos policiais. Ele participa desde os primeiros relatos da ocorrência até a resolução do caso.

Além de fazer anotações nos livros oficiais e participar de oitivas (ato de ouvir a parte), o escrivão é o responsável pelo recebimento de fianças e prisões em flagrante. Este profissional requer habilidades de escrita jurídica e língua portuguesa, ser organizado e pontual.

Investigador

O investigador é o encarregado de coletar pistas e vestígios na cena do crime. Além de levantar informações das vítimas, encontrar testemunhas, localizar e interrogar suspeitos. Este profissional requer uma grande capacidade de observação e raciocínio para solucionar os casos.

Leia também: Estudar para concurso antes ou depois da faculdade?

Perito Criminal

Um dos cargos mais importantes da Polícia Civil, o perito criminal transforma provas técnicas em materiais com o objetivo de entender a dinâmica do crime e incorporá-las ao inquérito policial.

É responsável pela coleta de evidências, realização de exames laboratoriais, análise das armas usadas, identificação do cadáver por meio das digitais ou arcada dentária.

O cargo é um dos que mais exigem pré-requisitos para ser ocupado, o candidato deve ter formações específicas para poder se tornar um perito criminal.

Perito Legista

Responsável por examinar vítimas de violência, agressão corporal e acidentes de tráfego. Determina a causa da morte do cadáver. Para ser legista é necessário ter formações mais próximas da atividade em si.

Como entrar para a Polícia Civil?

Para ingressar na carreira de policial civil é necessário prestar concurso público. Se aprovado, ainda precisa fazer um curso de formação da própria polícia.

A seguir, vamos mostrar como funciona o concurso, como são as provas e quais formações são necessárias para facilitar a aprovação no concurso público.

O concurso da Polícia Civil

O concurso da Polícia Civil acontece periodicamente. Vale ficar de olho no Diário Oficial onde os editais são publicados por cada estado. As exigências do concurso público variam de local para local.

O edital disponibiliza informações sobre o processo seletivo, como o número de vagas oferecidas, os pré-requisitos dos candidatos, as datas das provas, as matérias a serem estudadas para o teste escrito e as exigências para o teste físico.

As vagas oferecidas, normalmente, são para diversas funções com salários que variam de acordo com a região e com o cargo. No Distrito Federal, por exemplo, o salário inicial é um dos mais altos quase R $9 mil. Já para Delegado essa quantia sobe para mais de R$ 15 mil. Isso sem contar os benefícios, como o adicional de insalubridade.

O concurso público da Polícia Civil é bastante concorrido, por isso paciência, estudo e disciplina são essenciais para quem quer ingressar na carreira.

Quem pode fazer o concurso de Polícia Civil?

Antes de fazer a inscrição o candidato deve cumprir algumas exigências. Elas variam de acordo com o cargo, mas de modo geral é preciso atender a alguns requisitos:

  • ser brasileiro;
  • ter entre 18 e 45 anos (alguns editais exigem idade mínima de 21 anos)
  • estar em dia com as obrigações militares;
  • estar em dia com obrigações eleitorais;
  • não possuir antecedentes criminais;
  • possuir carteira de habilitação de categoria B, no mínimo.

Alguns cargos exigem formação acadêmica, como curso de Direito, Farmácia, Odontologia, Engenharia. Falaremos disso mais abaixo.

Como são as provas do concurso da Polícia Civil?

O processo seletivo é dividido em duas etapas: prova escrita e oral e, posteriormente, teste físico e psicológico. Normalmente, as fases do concurso são longas e exigem dos candidatos preparação intelectual, física e muita paciência.

Cada estado faz um tipo de seleção, vamos enumerar como normalmente as provas acontecem:

  1. Prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos para todas as carreiras. Ela é eliminatória, ou seja, se não alcançar a pontuação estipulada não pode fazer a próxima etapa;
  2. Prova discursiva específica para delegados e prova de redação para as demais carreiras. Em caso de aprovação, segue para a próxima fase;
  3. Realização de exames psicotécnicos e médicos. Além de prova de capacidade física, oral (delegados), de títulos (delegado, médico, dentista e perito) e investigação de antecedentes;
  4. Em caso de aprovação em todas as etapas anteriores, o candidato terá que fazer o curso de formação da Polícia Civil.

Qual é a formação necessária para entrar na Polícia Civil?

Você que quer saber como ser policial civil, saiba que o mínimo exigido para ocupar um cargo na corporação é ter o ensino superior completo. Algumas funções exigem formação específica, mas outras, como investigador e escrivão, não é necessário.

Para ser delegado, por exemplo, o candidato deve ser bacharel em Direito. Não é necessário que atue como advogado ou tenha a carteira da OAB, basta apresentar o diploma do curso reconhecido pelo MEC.

Para Perito Criminal, a formação acadêmica exigida é mais ampla e engloba várias áreas, mas precisa ser próxima da atividade em si. São elas:

  • Ciências Biológicas;
  • Ciências Contábeis;
  • Ciências da Computação;
  • Engenharia;
  • Farmácia e Bioquímica;
  • Física;
  • Fotografia;
  • Geologia;
  • Odontologia;
  • Química.

Já para o cargo de legista, o candidato precisa ser formado em Medicina. Geralmente, o concurso da Polícia Civil oferece vagas específicas para funções como contadores, assistentes sociais, engenheiros e enfermeiros. Fique atento!

Entendeu como ser um policial civil?

Finalmente, se você quer se tornar um policial civil comece a se preparar já! Invista em preparação física e tenha disciplina nos estudos, principalmente em conhecimentos técnicos e jurídicos próprios da Polícia Civil, como Direito Penal e Direito Processual.

Confira mais informações sobre cursos, capacitações, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui