Entrar em uma universidade e conquistar o diploma de graduação é o sonho de grande parte dos brasileiros. Mas, em alguns casos, esse sonho acaba interrompido e o aluno se vê frente a uma decisão importante: trancar a faculdade.

Infelizmente, imprevistos acontecem. E, em alguns casos, fica inviável que o aluno continue seus estudos. Por isso, uma das primeiras opções que surgem é trancar a faculdade por determinado período e, assim que as coisas se acertarem, retomar os estudos.

A prática é bastante comum, mas, mesmo assim, muitos alunos têm dúvidas sobre como trancar a faculdade, como é esse processo, o que considerar antes de tomar essa decisão e, até mesmo, se existem outras opções.

Neste artigo, vamos mostrar o passo a passo de como trancar a faculdade e ajudar você a refletir se essa é realmente a melhor opção para o seu futuro. Vamos lá?

Leia também: Quer saber se a minha faculdade foi a escolha certa?

O que leva um aluno a trancar a faculdade?

Antes de listar os principais motivos que levam um aluno a trancar a faculdade é bom lembrar que “trancar” não significa abandonar. Até porque, muitos alunos, após um período longe da sala de aula, acabam retomando os estudos.

Mas então: o que leva um aluno a trancar seus estudos na faculdade?

Entre os principais motivos que levam um aluno a tomar essa decisão estão:

Dúvidas sobre o curso escolhido

A dúvida se escolheu ou não o curso certo de graduação é, com certeza, uma das maiores causas que levam um aluno a cogitar e a trancar uma faculdade.

É que, culturalmente, no Brasil, é comum que os alunos entrem na faculdade assim que terminam o ensino médio. E muitos, por pressão da família e da sociedade, acabam escolhendo determinados cursos sem, realmente, conhecer seus detalhes e desafios.

E ao chegar na graduação, acabam tendo uma série de dúvidas se aquele é realmente o curso com que sonharam.

Outras situações ocorrem apenas quando o aluno começa a ter contato direto com a profissão escolhida e, durante o estágio, descobrem que aquela não é a carreira que desejam seguir.

E durante esses períodos de dúvidas e incertezas, os alunos acabam optando por pausar os estudos e refletir melhor sobre sua escolha.

Questões financeiras

Outro motivo que leva milhares de estudantes a trancar a faculdade está relacionado a dificuldades financeiras.

Fazer um curso superior em uma faculdade privada não é barato e muitos estudantes (e suas famílias) precisam fazer um esforço enorme para pagar as mensalidades e demais despesas.

Mas, infelizmente, muitas vezes isso não é suficiente e a opção que resta é trancar a faculdade até que a situação se normalize.

Se você está vivendo essa situação e pensa em trancar a faculdade, antes de tomar essa decisão, conheça um pouco mais sobre bolsas de estudo e como conseguir a sua. 

Necessidade de uma pausa

Faculdade, trabalho, questões pessoais … muitas vezes a rotina de um estudante fica tão pesada que trancar a faculdade é a opção encontrada para aliviar o estresse, se cuidar e só então retomar a graduação.

Por mais que a decisão de dar um tempo nos estudos seja difícil, é preciso sempre priorizar a saúde e o bem-estar. E, em alguns casos, alguns semestres longe da faculdade podem ser o que o estudante precisava para retomar suas aulas com um fôlego extra e conseguir se formar.

Intercâmbio

Outro motivo bastante comum que leva estudantes a trancar a faculdade é a oportunidade de realizarem um intercâmbio em outro país. 

Muitos desses intercâmbios combinam estudo e trabalho e oferecem uma grande oportunidade de aprendizagem e também a possibilidade do estudante ganhar algum dinheiro.

Por isso, muitos graduandos optam por pausar seus estudos por um período e, ao final do intercâmbio, retornam para a sala de aula.

Listamos aqui os motivos mais recorrentes que levam alunos a trancar a faculdade. Mas, antes de tomar qualquer decisão, é preciso considerar alguns pontos. E é sobre isso que vamos falar no próximo tópico.

O que considerar antes de trancar a faculdade?

Muitas vezes, diante de uma dúvida ou um problema, a primeira opção que passa pela cabeça de um aluno é trancar a faculdade. Mas é preciso ponderar.

Se você se encontra nesse impasse, que tal refletir sobre algumas questões:

  1. Eu me lembro o que me motivou a entrar na faculdade?
  2. O que eu ganho se trancar a faculdade?
  3. O que eu perco se trancar a faculdade?
  4. Qual o meu objetivo profissional?
  5. Conheço todas as opções de carreira que minha graduação oferece?
  6. Conversar com um profissional ou um veterano pode ajudar na minha decisão?
  7. Um estágio pode me ajudar a bancar parte dos estudos?
  8. É possível negociar as mensalidades da faculdade?
  9. Conheço as opções de bolsas de estudos e financiamentos estudantis?
  10. Se fizer uma melhor gestão do tempo consigo me dedicar à faculdade?

Essas são apenas algumas questões que podem ajudar você a refletir melhor antes de tomar uma decisão. 

E se você puder  conversar com um psicólogo ou ter um apoio social dentro da faculdade, não deixe essa oportunidade passar. Muitas vezes, uma boa conversa com um profissional pode te ajudar!

Como trancar a faculdade

Se você considerou diversos fatores e possibilidades e, mesmo assim, optou por dar uma pausa nos estudos, é hora de saber como trancar a faculdade.

Cada instituição de ensino possui suas próprias regras para que o aluno possa trancar a faculdade. Dessa forma, o primeiro passo a se dar é procurar a Secretaria do Curso e se informar sobre os requisitos e os procedimentos para trancar a faculdade.

Geralmente, as instituições solicitam a apresentação de alguns documentos e a solicitação do trancamento da matrícula protocolado.

É importante que, caso o aluno tenha mensalidades atrasadas, a faculdade não tem o direito de impedi-lo de trancar a matrícula, pois essa seria uma prática abusiva. 

Nestes casos, a cobrança é realizada por meios judiciais e o aluno só poderá retomar os estudos quando estiver quitado o débito com a instituição.

Por quanto tempo você pode trancar a faculdade?

Em geral, as faculdades permitem que os alunos tranquem suas matrículas por até dois anos. É importante lembrar que, durante esse período, o aluno fica isento de pagar as mensalidades.

Caso opte por retomar os estudos antes do prazo estipulado, basta o estudante procurar novamente a Secretaria da faculdade, realizar sua matrícula e retomar seu curso de onde parou.

Outra questão que deve ser considerada ao trancar a faculdade é que, ao retornar aos estudos, em alguns casos o aluno pode ter que refazer algumas matérias. Isso acontece quando a grade curricular do curso sofre alguma modificação.

Leia também: O que fazer quando você descobre que escolheu o curso errado?

Transferência: uma alternativa para sua graduação

Como enfatizamos no decorrer deste texto, muitas vezes é possível encontrar uma alternativa a decisão de trancar a faculdade.

Uma das opções é optar por uma transferência, seja de curso ou até mesmo de faculdade. 

Optando pela transferência você pode encontrar uma graduação mais barata, e até mesmo uma boa oportunidade de bolsa de estudos. Além, é claro, de ter a chance de fazer um curso diferente do que estava fazendo.

Ao fazer uma transferência externa, você não precisa participar de um novo processo seletivo, e ainda tem boas chances de aproveitar algumas disciplinas já cursadas.

Se você tem interesse em realizar uma transferência, pesquise por instituições que aceitam esse processo, compare programas e disciplinas e também as possibilidades de bolsas de estudo e financiamento.

E não se esqueça: sempre que possível, dê uma chance aos estudos e ao seu futuro profissional!

Agora que você já sabe como trancar a faculdade, reflita sobre os motivos que estão levando você a tomar essa decisão e não se esqueça de pesquisar e conhecer outras possibilidades.

E lembre-se: aqui no Vai de Bolsa você encontra uma série de artigos e materiais que podem ajudar você a fazer as melhores escolhas profissionais, além, é claro, de encontrar um curso que cabe no seu bolso. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui