A agropecuária é a junção de duas atividades: agro (aquela que trata do cultivo de plantas) e pecuária (aquela que trata todos os aspectos da criação de animais para abate). Ou seja, tem base nas ciências agrárias e na pecuária (bovino, suínos, caprinos, equinos e aves). Se você tem afinidade com essas atividades, fazer um curso de Agropecuária pode ser uma boa pedida. Vamos dar mais detalhes sobre essa área e a carreira.

A agropecuária é um dos mais importantes setores econômicos do país. Muitas vezes responsável pela queda ou aumento da inflação, por exemplo. Por essa razão, esse pode ser um campo de atuação bastante promissor se você tem interesse pela exploração rural. Assim como na Medicina Veterinária, o trabalho é em contato constante com animais.

Para saber mais sobre como é o curso de agropecuária e como funciona a profissão de quem é formado nessa área, leia esse texto até o final.

Curso de agropecuária

Esse curso é uma formação de nível tecnológico e tem uma duração média entre dois e três anos. Durante o período do curso, o aluno será preparado sobre uma ampla mescla de conteúdos das áreas agrícolas, como a Agronomia e da zootecnia.

Desse modo, o aluno estará capacitado para ingressar rapidamente no setor de trabalho que lida com as atividades da agropecuária e ter a possibilidade de atuar amplamente nesse mercado. Ao se graduar, o aluno irá obter um certificado profissionalizante que atesta a formação na área e garante a sua incorporação no currículo.

O objetivo do curso de Agropecuária é permitir que os formandos possam atuar e suprir as necessidades do agronegócio nacional, possibilitando estudos para melhores manejos de gados e plantios, favorecendo e fortalecendo ainda mais esse potente ramo econômico do país.

Desse modo, o profissional dessa área poderá atuar em diversificados processos de produção, negócios e até mesmo o manejo bruto que são fundamentais para a expansão dessa área.

Pós-graduação também é caminho

Além de fornecer a formação para essa área, quem é graduado em outro curso correlato a este pode utilizar essa formação como pós-graduação. Assim, permite uma maior possibilidade de atuação na carreira que foi escolhida.

Para isso, é preciso escolher o tipo de especialização que é conhecida como lato-sensu. Portanto, essa pode ser uma maneira de se atualizar sobre uma possível área de atuação e que pode trazer benefícios para a formação em que a pessoa esteja graduada.

Além dessas questões, esse curso é focado na prática profissional e no rápido ingresso no mercado de trabalho. Assim, o aluno estudará disciplinas que têm o objetivo de fazer do ensino algo dinâmico, que é direcionado para o manejo rural em todos os aspectos.

Para adquirir esse conhecimento prático, o aluno irá estudar as disciplinas das áreas que atuam nesse tipo de atividade.

As disciplinas do curso de Agropecuária

Confira a seguir algumas disciplinas que serão estudadas durante o curso e que vão fazer de você um profissional da agropecuária:

  • Informática Básica;
  • Irrigação e Drenagem;
  • Mecanização Agrícola;
  • Piscicultura;
  • Solos;
  • Topografia;
  • Zootecnia Geral;
  • Agricultura de Precisão;
  • Apicultura;
  • Avicultura;
  • Cunicultura;
  • Floricultura;
  • Suinocultura;
  • Extensão Rural e Cooperativismo;
  • Fruticultura;
  • Legislação Agrária e Profissional;
  • Mercados e Consumo;
  • Produção Agroindustrial;
  • Silvicultura.

Além do amplo conhecimento estudado durante o curso é exigido que o aluno faça um estágio supervisionado, que é obrigatório para obter a certificação e ir se familiarizando com a prática da profissão.

Desse modo, o ingresso no mercado de trabalho é facilitado através desses objetivos práticos.

O perfil de quem trabalha na agropecuária

Para se destacar nessa área, é necessário que o profissional seja também um bom entendedor dos fenômenos meteorológicos, pois eles impactam diretamente nas atividades de plantio

Além disso, é necessário gostar de observar a natureza e entender que determinados resultados levam um tempo muitas vezes demorado até a chegada do resultado.

Gostar de trabalhar com o manejo da terra e dos animais também é fundamental para ser feliz nessa carreira, caso contrário, esse tipo de atividade será muito penosa de exercer, fazendo com que o trabalho não seja muito cansativo e penoso.

Além de  gostar dessas questões relacionadas à natureza, o profissional dessa área deve ter afinidade com o campo de conhecimento que é estudado nas disciplinas, como Agronomia, Ciências Agrícolas, Biologia ou até mesmo Economia.

Isso porque o ramo da agropecuária lida com praticamente todos os processos do plantio e do manejo dos animais, desde a compra, venda, abate e tratamento.

E como esse é um importante setor da economia nacional, saber sobre essa área pode ser muitas vezes fundamental para ter destaque na carreira e visão sobre os bons negócios em potencial.

Como é o mercado de trabalho

Como o agronegócio tem bastante representatividade no Brasil, trabalhar nessa área poderá ser bastante promissor. Além disso, o ramo de atuação dentro desse setor pode ser bastante diversificado, garantido que você seja responsável por funções bastante específicas ou diversificadas.

Veja a seguir algumas áreas de atuação em potencial para quem é formado no curso de agropecuária:

  • Propriedades rurais;
  • Institutos de pesquisas;
  • Empresas privadas;
  • Órgãos públicos;
  • Parques ou reservas naturais;
  • Empresas de produção e assistência de maquinário agrícola;
  • Mercado de importação ou exportação de carnes.

Com tantas possibilidades de atuação fica até difícil de decidir uma, não é mesmo? Vale lembrar também que esse tipo de formação pode ajudar você a investir em uma propriedade ou cultura que queira cultivas.

Para isso, é necessário um bom investimento, mas caso você tenha como dispor de um capital para investir. Esse curso poderá fornecer a você conhecimento necessário para isso.

Além dessas questões, é importante ressaltar que o ramo do agronegócio, muitas vezes pode sustentar uma região inteira. Pois muitas cooperativas grandes incorporam pequenos produtores para produzir subsídios para empresas, por exemplo.

Portanto, essa área é responsável por desenvolver muitas regiões no Brasil e isso é o que faz esse mercado de trabalho ser bastante promissor.

O salário de um técnico em agropecuária

Essa é uma questão bastante relativa e pode variar de acordo com as possibilidades, como região, empresa, entre outras. Desse modo, é possível ter uma estimativa de valor salarial de acordo com alguns sites.

De acordo com o site da Catho, a média salarial paga para quem é técnico em agropecuária é de R$ 1.992,43.

Portanto, esse pode ser um ótimo salário para uma formação que exige nível técnico. Nesse caso, pode ser melhor remunerada que outras profissões com nível superior de ensino.

Conclusão

Agora que você sabe mais sobre o curso de agropecuária, certamente ficou mais fácil de escolher esse caminho profissional como ofício. Para isso, basta fazer um baixo investimento para ingressar no curso e se dedicar aos estudos das disciplinas.

Além disso, o curso técnico pode permitir que você ingresse em uma graduação posteriormente. Pois os conhecimentos explorados durante a formação são bastante diversificados.

Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.