Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
curso de automação industrial

Curso de Automação Industrial: conheça a faculdade e o mercado

Você gosta de elétrica? De saber como os sistemas automatizados funcionam? Gostaria de saber como construí-los? Então você precisa saber como é o curso de automação industrial. 

A automação industrial trabalha com a criação de sistemas ou máquinas que ajudam na produção industrial. Ou seja, que facilitem o trabalho do homem.

Nesse sentido, para quem está procurando o primeiro emprego ou uma qualificação, o curso de automação industrial oferece um amplo campo de atuação profissional. 

Esse curso técnico pode ser o primeiro passo para atuar dentro da indústria.

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Neste post, vamos dar mais detalhes sobre a capacitação e o mercado de trabalho na área. Acompanhe!

O que é automação industrial?

Como o próprio nome diz, automação significa agir por si próprio, sem interferência do homem.

O processo de automação é o de construção de “sistemas em que os processos operacionais são controlados e executados por meio de dispositivos mecânicos ou eletrônicos”.

Dessa forma, automação é a automatização de sistemas para agirem por si mesmos.

Ou seja, pode ser um portão eletrônico que funciona por um controle de mão ou um semáforo que sinaliza o trânsito de transportes e pedestres. 

Partes que compõem a automação

Podemos dizer que três partes compõe a automação, seja ela residencial ou industrial:

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

  1. Elementos primários: sensores que detectam e medem as variáveis do processo;
  2. Controladores: CLP (Controlador Lógico Programável) ou PLC (Programmable Logic Controller), SDCD (Sistema Digital de Controle Distribuído), entre outros tipos de controladores para controlar as variáveis citadas acima;
  3. Elementos finais de controle: são os atuadores. Na indústria, como exemplos, temos uma resistência ou um motor de uma bomba. Em uma residência, por exemplo, uma lâmpada ou um ventilador.

Como é o curso de automação industrial?

O curso de automação industrial contém quatro tipos de formação: técnico, tecnólogo, bacharelado e pós-graduação. Cada um tem uma duração específica, e um grade um pouco diferente.

Mas de forma geral, esse curso forma profissionais capazes de atuar na modernização dos processos. Seja na indústria ou não.

Ao final do curso, o aluno é qualificado para projetar:

  • Máquinas;
  • Equipamentos;
  • Componentes robóticos; 
  • Sistemas de integração e automação; 
  • Gerenciar processos industriais; 
  • Desenvolver e instalar sistemas digitais, 
  • Software e linguagem de programação.

Por isso, o profissional poderá assumir cargos diferentes dentro de uma empresa. Como desenvolvedor, supervisor, integrador, mantenedor e consultor de sistemas.

Curso técnico em automação industrial

Para ser técnico em automação industrial é preciso realizar o curso com duração de 1 ano e meio.

A formação é muito popular nos centros de formação profissionalizantes, pois é voltado para a indústria.

Para se formar, o aluno precisa aprender habilidades como:

  • Eletrotécnica;
  • Mecânica;
  • Processamento De Sinais;
  • Dispositivos;
  • Instrumentação e Controle;
  • Sistemas Lógicos Programáveis;
  • Técnicas De Controle;
  • Manutenção De Equipamentos.

O foco do curso técnico em automação industrial é de ser uma mão-de-obra qualificada para o mercado, que está cada vez mais tecnológico e competitivo, exigindo cursos dos profissionais. O curso é de nível médio. 

As principais matérias estudadas no curso técnico em Automação Industrial são:

  • Mecânica Técnica
  • Desenho Técnico
  • Tecnologia dos Materiais
  • Segurança do Trabalho
  • Sistemas de Manutenção
  • Comandos e Acionamentos Elétricos
  • Sistemas Digitais
  • Eletrônica
  • Instalações Elétricas
  • Máquinas Elétricas
  • Hidráulica e Pneumática
  • Instrumentação Industrial
  • Robótica Industrial

O curso de tecnólogo em Automação Industrial

O curso de tecnólogo em automação industrial tem uma duração que varia entre 2 anos e meio e 3 anos. Ele é focado em ensinar o aluno a projetar e gerenciar qualquer sistema automatizado. Isso porque, cada indústria usa um.

O diploma é de nível superior, e o profissional pode atuar em várias áreas do mercado de trabalho, como por exemplo: supervisionar processos, implantar e operar redes industriais, fazer vistorias, perícia e avaliação em tudo o que diz respeito à área.

Após terminar o curso de tecnólogo em automação industrial, é possível seguir estudando, com os cursos de especialização, mestrado ou doutorado.

É um curso rápido, voltado para aprender o máximo de matérias possíveis. Sendo bastante prático, terá várias atividades em laboratório. 

Para o curso de automação industrial, as aulas poderão ser no laboratório de informática, automação industrial ou eletrônica. Há também matérias de hidráulica e pneumática, instalações elétricas ou redes industriais.

Além disso, o aluno precisará aprender algumas matérias vindas do curso de Engenharia. Como:

  • Acionamentos Eletromagnéticos
  • Acionamentos Eletropneumáticos
  • Algoritmos e Técnicas de Programação
  • Cálculo I e II
  • Circuitos Elétricos
  • Controladores Lógicos Programáveis
  • Controle
  • Controles Lógicos Programáveis
  • Desenho Assistido por Computador
  • Eletricidade Aplicada
  • Eletrônica Analógica, de Potência, Digital e Fundamental
  • Empreendedorismo
  • Estatística
  • Ética e Legislação Profissional
  • Física
  • Fundamentos de Redes de Computadores
  • Fundamentos de Sistemas Operacionais
  • Gestão da Produção, Qualidade e Projetos
  • Instalações Elétricas
  • Instrumentação Eletroeletrônica e Industrial
  • Linguagem de Programação
  • Lógica
  • Máquinas Elétricas
  • Medidas e Materiais Elétricos
  • Metodologia Científica
  • Microcontroladores e Microprocessadores
  • Organização de Computadores
  • Pneumática e Hidráulica
  • Princípios de Sistemas de Informação
  • Processos Industriais
  • Qualidade da Energia Elétrica
  • Redes Industriais
  • Robótica
  • Sistemas Supervisórios
  • Teoria de Controle Moderno

Conheça mais sobre o curso de tecnólogo em automação industrial na Estácio.

Diferenças entre técnico e tecnólogo

Existem algumas diferenças entre as formações para o curso de automação industrial.

Por exemplo, o de tecnólogo tem uma duração maior e também exigirá um investimento maior. Porém, isso é recomendado, já que esse profissional terá cargos e salários melhores.

Mas há vantagens também para o curso de técnico. Ele tem uma duração mais curta, e com isso, permite que o profissional entre no mercado de trabalho mais rápido. Além disso, pode ser feito junto com o ensino médio.

Os dois cursos têm matérias muito práticas e, por isso, a maioria das instituições oferece apenas a modalidade presencial.

Isso acontece porque a profissão demanda faculdades de automação industrial com aulas em laboratórios especializados em tecnologia.

O que faz um tecnólogo em automação industrial?

O profissional formado num curso de automação industrial pode trabalhar em qualquer empresa que utiliza processos automatizados.

Entre as opções estão os negócios de desenvolvimento de projetos e assistência técnica, institutos ou centros de pesquisa, e até instituições de ensino.

Na parte de indústrias, pode realizar trabalhos com motores, automóveis, aviação, naval, petrolífera, mineração, pecuária, entre muitos outros. Dessa forma, essa profissão não fica presa a regiões metropolitanas.

Algumas atividades do tecnólogo em automação industrial são:

  • Melhorar sistemas de produção com a aplicação de novas tecnologias em automação;
  • Executar projetos;
  • Operar sistemas;
  • Desenvolver componentes eletroeletrônicos (hardware e software);
  • Criar novos equipamentos;
  • Acompanhar o desempenho dos equipamentos de linhas de produção.
  • Fazer supervisão geral da manutenção industrial;
  • Prestar consultoria;
  • Inspecionar a montagem de sistemas;

Mercado de trabalho para tecnólogo em automação industrial

Para aqueles que escolherem fazer o curso de automação industrial, tipo tecnólogo, podem ficar tranquilos: o mercado de trabalho está em alta! Uma vez que é difícil pensarmos numa indústria realizando processos sem nenhuma automatização.

As ofertas de empregos podem vir das mais diversas áreas, como automobilística, química, alimentícia, agrícola, farmacêutica, petroquímica e até metalúrgica. O tamanho das empresas podem ser diversos também.

Isso porque vivemos numa era altamente tecnológica, onde a automatização está atingindo todos os setores. Assim, os negócios precisam de algum equipamento ou sistema nos processos, e este é automatizado.

Por isso, o profissional em automação industrial deve ser qualificado, dedicado, cuidadoso, prático e também inovador.

A modernização desse campo exige que seja atualizado, em busca de desafios e de conhecimentos novos, que possam agregar valor aos trabalhos que necessita realizar.

Além disso, se decidir por continuar no meio acadêmico, com um doutorado e mestrado, poderá ser um professor universitário.

Quanto ganha um tecnólogo em automação industrial?

Os profissionais formados num curso de automação industrial tem uma média salarial de R$2.852,19. A jornada de trabalho no Brasil é de 43 horas semanais. 

Já a faixa salarial para o tecnólogo em automação industrial fica entre R$2.237,62 e R$6.285,36. Dessa forma, a média é de R$2.603,16 em 2021. Esses dados são de acordos coletivos, considerando profissionais em regime CLT.

Apesar de ser uma profissão que tem um vasto campo de atuação, não ficando preso às empresas das capitais, a cidade que mais contrata é São Paulo. 

Assim, fazer o curso de automação industrial é muito vantajoso hoje em dia, pois a tecnologia não para de evoluir. Ele possui um mercado de trabalho vasto pelo país todo, e com as mais diferentes áreas para seguir.

Continue lendo nossos artigos no blog Vai de Bolsa.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *