Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!

Jornalismo: entenda o curso e a área

  • Bolsas
  • 14/jan/22
  • por Fala Content

O curso de jornalismo forma profissionais para as áreas de comunicação, como: jornais, rádio, TV, revistas e internet. Para chegar a esse patamar, ao longo dos quatro anos de curso, o estudante de jornalismo aprende técnicas de investigação, narração, compreensão dos fatos e informação sobre os acontecimentos que ocorrem na sociedade.

Ao finalizar o curso de jornalismo, o estudante se qualifica a fim de organizar pautas, redigir textos, planejar e realizar coberturas jornalísticas, editar matérias e entrevistar pessoas. O aluno de jornalismo, por obter uma responsabilidade social diante de sua profissão, precisa ser capacitado como um agente da democracia, sempre comprometendo o interesse público.

Bacharelado e pós-graduação são os tipos de formação que correspondem ao curso de jornalismo. Saiba mais sobre o curso e a faculdade em si.

Como é a faculdade de jornalismo?

A faculdade de jornalismo, em especial no seu início, aprofunda os assuntos de uma maneira mais geral e voltada para a comunicação social, como: teorias da comunicação, língua portuguesa, antropologia e filosofia. Já no segundo ano do curso de jornalismo, os alunos passam a ter conteúdos de disciplinas mais específicas. A partir disso, a área começa a abrir várias possibilidades para os alunos, com diversos caminhos nos quais o curso de jornalismo oferece.

Bolsa de Estudos
👉 A 1ª mensalidade da sua graduação a partir de R$ 59? Só a Anhanguera para oferecer um Vale Educação com esse desconto.

Os futuros jornalistas tendem a ser incentivados a desenvolver a técnica de investigação, por exemplo, durante a graduação. Dessa forma, o profissional cria mais capacidade de apuração, assim, obtendo a opção de poder atuar no curso de jornalismo esportivo após sua formação.

O jornalismo investigativo também é uma área muito procurada pelos estudantes. Portanto, existem diversas áreas para atuar cursando jornalismo, como: moda, gastronomia, saúde, economia, política, entre outros.

O que se estuda no curso de Jornalismo?

O curso de jornalismo engloba disciplinas teóricas como Sociologia, Filosofia e Teorias da Comunicação. Além dessas, também existem as práticas, como Fotografia, Técnicas de Redação e atividades super interativas em laboratórios de Rádio, TV e Internet.

Sua grade curricular exibe uma base mais teórica no início do curso e, nos demais anos, as atividades práticas. Por fim, no final da graduação, os estudantes produzem um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Conforme as diretrizes, as faculdades de jornalismo têm total liberdade de planejamento e definição da grade curricular, com uma condição: é necessário contemplar os eixos fundamentais para a formação do curso de jornalismo. Entre eles: 

  • Eixo de fundamentação humanística: tem como objetivo capacitar o jornalista a fim de exercer sua função intelectual de produtor e difusor de informações de interesse para a cidadania;
  • Eixo de fundamentação específica: tem como finalidade proporcionar clareza conceitual e visão crítica ao jornalista em relação a especificidade de sua profissão;
  • Eixo de fundamentação contextual: tem como objetivo embasar o conhecimento das teorias da comunicação, cibercultura e informação, em dimensões filosóficas, psicológicas, políticas e socioculturais;
  • Eixo de formação profissional: tem como finalidade fundamentar o conhecimento prático e teórico familiarizando os estudantes com atividades jornalísticas dentro do mercado de trabalho;
  • Eixo de aplicação processual: tem como objetivo fornecer ferramentas metodológicas e técnicas para os diferentes suportes do jornalismo.
  • Eixo de prática laboratorial: tem como finalidade desenvolver conhecimentos e habilidades características da profissão partindo do ponto de aplicação de informações e valores, integrando os demais eixos.

Quanto custa uma faculdade de Jornalismo?

As faculdades de jornalismo no Brasil costumam atingir entre R$ 300 a R$ 3.200. Os cursos de jornalismo mais caros estão localizados na região Sudeste do País, enquanto os mais baratos se encontram no Centro-Oeste e no Nordeste. A média das mensalidades em todas as regiões está na faixa de R$ 500 a R$ 1.000.

Vale ressaltar que as opções de curso de jornalismo EAD são bem mais em conta do que as presenciais.

Quais são as melhores universidades para o curso de Jornalismo?

Em 2019, o ranking da Folha utilizou cinco critérios para avaliar as melhores universidades para o curso de jornalismo no Brasil, dentre eles:

  • Pesquisa (42%)
  • Ensino (32%)
  • Mercado (18%)
  • Internacionalização (4%)
  • Inovação (4%) 

Confira o ranking apresentado pela Folha:

1. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

A primeira colocada no ranking em 2019. A UFMG se destaca pela qualidade de ensino e volume de professores com dedicação integral.

2. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Aqui os professores com dedicação integral também ganharam destaque. Sendo a 2ª colocada no ranking, a UFSC possui o diferencial de ser uma das poucas universidades com um curso de bacharelado em jornalismo e não de comunicação social com habilitação em jornalismo.

3. Universidade de São Paulo (USP)

Uma das universidades mais conhecidas do Brasil, colocada em 3º lugar entre as melhores faculdades de jornalismo do País, se destaca por seus programas de mestrado e doutorado.

4. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

A UFRGS obteve o 2º lugar na avaliação de mercado, empatada com a USP. Ela também foi uma das instituições destacadas pela dedicação integral dos professores e qualidade de ensino.

5. Faculdade Cásper Líbero (FCL)

A primeira faculdade particular da lista é a FCL, uma instituição de ensino voltada somente para a área de comunicação social. A universidade é a 1ª colocada no quesito mercado de trabalho e possui uma alta avaliação dos docentes. Além de ser a mais tradicional no ensino de jornalismo, foi a primeira a oferecer esse tipo de graduação no País, na década de 1940.

6. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

O mercado de trabalho também é destaque quando citamos a UFRJ. Ficou em 2º lugar na avaliação dos docentes e, no ranking geral, é a 3º melhor universidade do Brasil.

7. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)

A segunda universidade particular do ranking é a PUC do Rio Grande do Sul. Seus destaques são os critérios de avaliação no mercado e qualidade de ensino na avaliação dos docentes.

8. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

A PUC de São Paulo é a 3ª colocada no ranking entre as universidades privadas, possuindo destaque pela qualidade de ensino e avaliação dos professores.

9. Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Foi a segunda do ranking entre as universidades de jornalismo no Enade. A faculdade se destaca pela quantidade de professores com dedicação exclusiva e por sua avaliação no mercado.

10. Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM)

Por último, mas não menos importante, a ESPM garantiu o 10º lugar no ranking entre as melhores universidades de jornalismo do Brasil. É uma das melhores quando se trata de avaliação de mercado e dos professores.

Em quais áreas um profissional de Jornalismo pode atuar?

O profissional formado pelo curso de jornalismo é responsável pelas buscas, investigações e transmissões de notícias através dos jornais, revistas, internet, televisão, entre outros meios de comunicação.

Além disso, o jornalista participa em todos os processos de produção de notícias, como: a investigação, apuração de dados, organização, resumo e, por fim, a redação. O profissional especializado em jornalismo pode assumir os seguintes cargos:

  • Redator;
  • Repórter;
  • Repórter Investigativo;
  • Assessor de Imprensa;
  • Editor;
  • Chefe de reportagem.

Qual é a média salarial de um jornalista?

Ao pensar em realizar o curso de jornalismo, é importante ficar atento ao salário de um jornalista, podendo variar entre os seguintes fatores: cidade, veículo de atuação, experiência, especialidade (redator, apresentador, fotógrafo), cargo (repórter, editor) e dedicação semanal. Conforme uma pesquisa embasada no site de empregos Catho, o cargo de jornalista tem remuneração mínima de R$ 1.200 e máxima de R$ 4.000, com uma média salarial nacional de R$ 2.100.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *