curso de massoterapia

Curso de massoterapia: como funciona e qual o mercado?

O curso de massoterapia prepara os profissionais para realizarem práticas de massagens baseadas em técnicas ocidentais e orientais. O objetivo é promover e manter a saúde, com foco no equilíbrio físico, emocional e também energético do ser humano.

No dia a dia corrido de hoje, com tantas distrações, cada vez mais as pessoas precisam se conectar consigo mesmas. A rotina e as cobranças cada vez mais intensas do mercado de trabalho e da sociedade têm influenciado na saúde dos seres humanos.

Assim, muita gente tem sofrido problemas de estresse, insônia, dores na coluna, entre outros. Essas situações que podem ser amenizadas por profissionais formados em cursos de massoterapia.

Portanto, quem faz esse curso atua justamente em diversas terapias que contribuem para a qualidade de vida das pessoas. Ou seja, é uma profissão importantíssima e com um mercado de trabalho em expansão.

Saiba mais sobre o curso de massoterapia e suas oportunidades no artigo abaixo!

Saiba mais: Medicina alternativa: qual curso fazer para atuar na área?

Mas o que é massoterapia?

Massoterapia é o termo usado para definir as várias técnicas de terapia que utilizam a massagem como forma de promover a saúde, visando o equilíbrio dos diversos sistemas nos seres humanos. O termo é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde.

O estímulo tátil da massagem age diretamente sobre a pele. São cinco milhões de receptores do tato que enviam impulsos nervosos ao cérebro por meio da medula, produzindo efeitos sobre os sistemas nervoso, digestivo, muscular, respiratório e a circulação sanguínea e linfática. Por isso, as finalidades da massoterapia podem ser terapêuticas, relaxantes, desportivas ou estéticas.

Assim, é uma prática que combate inúmeros males do corpo por meio do toque. Além do caráter de alívio das dores, as massagens também previnem doenças, principalmente as que atingem músculos e ossos.

Há, ainda, o aspecto estético da prática, pois a pele fica mais saudável. Sem falar no auxílio mental, como no combate ao estresse.

Dessa maneira, a massoterapia é uma atividade de extrema importância para a qualidade de vida das pessoas.

Como funciona o curso de massoterapia?

O curso de massoterapia é uma formação técnica, ou seja, você não precisa ter um curso superior para cursá-lo. A formação tem duração de 1.200 horas e pode ser concluída em até dois anos. Portanto, não é uma formação extensa e o profissional se torna apto para atuar no mercado em pouco tempo.

Ao longo das aulas, o aluno aprende as técnicas orientais e ocidentais de massagem, podendo exercer a profissão em clínicas, SPAs, resorts, clubes esportivos, assim como autônomo.

Os cursos de massoterapia também formam profissionais qualificados e habilitados para atender à demanda crescente dos sistemas público e privado de saúde. No Brasil existem ótimas instituições credenciadas que oferecem esses cursos, tanto na modalidade a distância quanto na presencial.

O que você aprende no curso de massoterapia?

O curso técnico em massoterapia ensina sobre o funcionamento do corpo humano. Assim, ele capacita o profissional com diversas técnicas de uso das mãos no cuidado de outro indivíduo. Além disso, prepara o massoterapeuta para escolher qual tipo de massagem é mais indicada para cada pessoa ou necessidade.

As principais técnicas ensinadas durante o curso são:

Massagem laboral e desportiva: Tem o intuito de recuperar a musculatura de um indivíduo que sofre com dores provocadas pelo cansaço físico ou prática de esportes.

Massagem modeladora: Ativa o metabolismo local, aumentando a circulação do sangue.

Reflexologia: Massagem que acontece por meio de estímulos nos pés, mãos, orelhas ou até mesmo no rosto. São identificados pontos que equivalem a cada área ou órgão em nosso corpo, sendo um tratamento de caráter externo, ajudando aliviar os problemas internos.

Aromaterapia: Massagem terapêutica que utiliza óleos essenciais a fim de eliminar problemas físicos e emocionais.

Drenagem linfática: Técnica voltada para diminuir os inchaços e gordura localizada, pois ajuda a eliminar as toxinas do corpo e potencializar o emagrecimento.

Shiatsu: Massagem oriental que trabalha pontos específicos por meio de pressão dos meridianos do corpo. Essa técnica ajuda a identificar os pontos que sofrem com acúmulo ou carência de energia.

Quiropraxia: Massagem que ajuda a tratar problemas neurais e esqueléticos. Por isso, age na reeducação postural, melhorando a mecânica do corpo, alinhamento, mobilidade e autorregulação.

Grade curricular do curso de massoterapia

Com o objetivo de desenvolver as habilidades necessárias para formar bons massagistas, a grade curricular dos cursos de massoterapia traz disciplinas teóricas e práticas. Em algumas instituições de ensino, também são apresentadas noções de empreendedorismo para preparar os alunos a abrirem seus próprios negócios.

As disciplinas mais comuns ministradas nos cursos de massoterapia são:

  • Anatomia e Fisiologia Humana;
  • Organização do Processo de Trabalho em Saúde;
  • Biossegurança e Segurança no Trabalho;
  • Cosmetologia;
  • Massagem Corporal Modeladora e Relaxante;
  • Drenagem Linfática;
  • Terapias Naturais;
  • Aromaterapia e Cromoterapia;
  • Técnicas de Massoterapia Ocidental e Oriental;
  • Prática Profissional: Técnicas Profissionais em Massoterapia.

Onde fazer o curso de massoterapia?

Os cursos técnicos em massoterapia estão disponíveis em diversas instituições de ensino espalhadas pelo Brasil. Há aulas presenciais e também a distância, com ensinamentos por meio de vídeos.

No entanto, como o aprendizado necessita de prática para ser aprimorado, a dica é você sempre realizar os exercícios, seja em um familiar, seja em um amigo. 

Agora, afinal, o diploma de massoterapeuta é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC)? Sim! Existem instituições que seguem as exigências desse órgão e, consequentemente, o diploma é reconhecido.

Algumas das instituições de ensino que oferecem curso de massoterapia são:

  • Colégio Brasileiro de Acupuntura (CBA), no Rio de Janeiro/RJ;
  • Instituto MIX, em diversas cidades pelo Brasil;
  • Instituto Brasileiro de Therapias e Ensino (IBRATE), em Curitiba/PR;
  • Universidade Paulista (UNIP), na cidade de São Paulo/SP;
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), na cidade de São Paulo/SP e com polos em várias cidades do interior do estado.

Saiba mais: Confira opções de cursos para quem gosta de ciências biológicas

Qual é a diferença entre massoterapeuta e massagista?

É importante saber que a profissão de massoterapeuta foi regulamentada pela Lei nº 3.968, de 1961. Podemos dizer que a principal diferença entre o massoterapeuta e o massagista é a sua formação. Afinal, o primeiro tem uma formação técnica para executar diferentes tipos de massagens. Portanto, há um estudo de dois anos para ter a sua formação.

Já o massagista é um profissional que busca fazer cursos livres para se especializar em uma técnica específica. Pode ser uma pessoa que domina técnicas de massagem relaxante ou de drenagem linfática. Sua formação básica é de 240 horas.

Como é o mercado de trabalho para quem faz o curso de massoterapia?

Pesquisas mostram que, no Brasil, o mercado de trabalho para os massoterapeutas está crescendo significativamente. Assim como no exterior, a massagem no Brasil também está ganhando mercado como um tratamento cada vez mais respeitado. Isso porque muitas empresas multinacionais contratam massoterapeutas para atender seus funcionários, entre outros fatores.

O conceito de massagem também está chegando forte para uma grande parcela da população, que está cada vez mais habituada à ideia de que uma massagem pode ser tanto relaxante como terapêutica. Afinal, as pessoas estão mais preocupadas com o bem-estar e muitas investem para melhorar a saúde. 

Há oportunidades em vários locais, inclusive dentro das empresas que se preocupam com a qualidade de vida dos colaboradores. Outro aspecto importante é que o profissional pode seguir carreira como autônomo,mantendo uma boa carteira de clientes ou, até mesmo, montando a própria clínica.

Assim, os massoterapeutas vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Os profissionais técnicos dessa área recebem salários que variam entre R$ 1.200,00 a R$ 2.000,00, conforme a região e o tamanho da empresa. Já os técnicos em massoterapia que atuam como profissionais autônomos chegam a ganhar, em média, R$ 3.000,00.

Gostou do assunto? No blog do Vai de Bolsa você encontra tudo sobre os mais diversos cursos da área da saúde. Confira!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *