Se você tem afinidade por trabalhar em óticas, realizar exames, trabalhar em laboratórios e clínicas oftalmológicas, o curso de optometria pode ser um bom caminho inicial. Só que é preciso ter cuidado para não confundir essa área com a função de um oftalmologista. Esse último é responsável por fazer o diagnóstico e tratamento de doenças relacionadas à visão. Nesse caso, é uma especialização da medicina.

Por outro lado, o curso de optometria é mais técnico e prático e, com isso, possibilita um ingresso mais rápido no mercado de trabalho. Afinal, é um curso da modalidade tecnólogo. Vamos dar mais detalhes nesse post!

Diferença entre oftalmologia e optometria

Antes de entrar em todos os detalhes sobre o curso de optometria, vamos entender melhor quais as principais diferenças entre essas duas áreas: oftalmologia e optometria. Afinal, elas se ligam e também se confundem um pouco. Por isso, é preciso bastante trabalho e um pouco mais de atenção antes de fazer a sua matrícula em um dos cursos.

A principal função que você vai aprender no curso de optometria é usar as técnicas específicas para identificar problemas de acuidade visual, como miopia, hipermetropia e astigmatismo. Sendo assim, você será o profissional mais técnico e voltado para entender melhor os motivos pelo qual o paciente tem alguma dificuldade para enxergar ou reclama de algum desconforto.

Já o oftalmologista tem a função de tratar essas doenças do olho e da visão. Sendo assim, o curso de optometria deve preparar você para identificar o problema, mas o responsável por tratar o paciente será o oftalmologista. Assim, de forma mais simples e rápida, está definida a principal diferença entre essas profissões.

Aliás, sabe porque essas duas áreas de atuação são importantes e devem caminhar juntas? É que de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), 75% da cegueira no mundo resultam de causas previsíveis e/ou tratáveis. Então, o seu trabalho é muito importante. Ele estará relacionado até com questões sociais e de saúde pública.

Sobre a optometria

Agora que você já conseguiu entender bem melhor qual é a diferença entre o curso de optometria e a oftalmologia, vamos para os detalhes da primeira profissão. Ao sair da sua faculdade, você estará capacitado para realizar exames de avaliação e detectar distúrbios visuais e suas causas. Sendo assim, a sua missão será mesmo a de cuidar da saúde visual das pessoas. Você precisa ter isso bem claro antes mesmo de decidir entrar ou não da especialização.

Com as técnicas aprendidas, você poderá oferecer exercícios e orientar as pessoas sobre o uso de lentes ou óculos que corrigem e compensam as deficiências visuais. Afinal, esses são os principais meios pelos quais os pacientes conseguem alterar a visão de uma forma positiva. Sendo assim, esse também será o seu foco de estudo e atuação.

Você ainda poderá montar óculos e confeccionar lentes de contato. Sabendo sempre que, como já falamos aqui, logo depois que a doença é identificada você precisa sempre encaminhar o paciente para um oftalmologista. Ele será o responsável pelo tratamento e acompanhamento.

Mercado de trabalho

São muitas possibilidades dentro de um mercado de trabalho tão amplo. A boa notícia é que pessoas começaram a perceber o real significado de cuidar da visão e os óculos, principalmente, passaram a ser vistos como mais um estilo e uma forma de compor o visual das pessoas. Sendo assim, as vendas também aumentaram e as oportunidades de trabalho devem acompanhar essa realidade.

Então, é importante você saber que pode atuar em ópticas, empresas, escolas, hospitais e clínicas, no geral, em parceria com outros profissionais e como autônomo. Sempre é bom entender a realidade da região ou do paciente para saber tudo o que você pode e precisa para contribuir.

Mais opções

Vamos destacar aqui que depois que você se formar no curso de optometria é importante saber que a maior demanda está em clínicas especializadas. Sendo assim, ao finalizar sua especialização, faça uma lista dessas empresas que atuam na região e aposte no envio dos currículos.

De forma geral, nesses locais você terá sempre que ensinar o portador de baixa visão a usar lentes, lupas e outros recursos ópticos. No caso das óticas, sua função deve ser mais comercial, além de consultoria. Afinal, você pode e deve substituir a função dos vendedores de uma loja, que você terá todo o conhecimento necessário para orientar os clientes na aquisição do melhor objeto que pode facilitar a visão dele.

Só que temos novidades nessa área. Já existem atendimentos acontecendo para públicos específicos, como as optometrias desportiva (dirigida a atletas), pediátrica (crianças), geriátrica (idosos) e ocupacional (em ambientes de trabalho). Esses serviços, devem aumentar no próximo período e absorver ainda mais os formados no curso de optometria.

Sobre o curso de optometria

Tudo o que você precisava saber sobre a carreira já mencionamos até aqui. Então, vamos para os detalhes do curso de optometria. Saiba que você terá que estudar muito da área de saúde. Isso inclui a anatomia geral, fisiologia, patologia, microbiologia e mais algumas matérias específicas como morfofisiologia ocular e farmacologia ocular.

A primeira opção para o curso de optometria é fazer o bacharelado. Ele dura pelo menos cinco anos e funciona como uma dessas graduações que já conhecemos. É claro que, dependendo da instituição de ensino que você escolher, poderá optar pelo ensino a distância ou presencial. Tudo está relacionado com a sua necessidade de aprendizado, além do tempo e do dinheiro disponíveis.

Também dá para fazer o curso de optometria com uma formação em tecnólogo. Para isso, você precisa investir pelo menos dois anos do seu tempo. Mesmo assim, sai com um diploma do ensino superior, só que com capacidade mais técnica e voltada para o mercado de trabalho.

Vale saber que desde sempre você terá noções de anatomia ocular, bioquímica da visão, fisiologia ocular e óptica física e geométrica. Depois, o currículo ganha outras disciplinas, como semiologia ocular, farmacologia aplicada à optometria, baixa visão, contatologia, ortóptica, ergonomia da visão e optometria pediátrica.

Quer conhecer um pouco mais das disciplinas do curso de optometria?

  • Neuroanatomia das Vias Visuais
  • Fisiopatologias oculomotoras
  • Visão Funcional
  • Estimulação Visual
  • Genética, Imunologia e Microbiologia Ocular
  • Terapia Visual
  • Desenvolvimento visual na criança
  • Ortóptica Sensorial

Pós-graduação em optometria

Temos mais uma opção para o curso de optometria. Só que esse é voltado para quem já tem uma graduação em outra área. Dá para fazer a pós-graduação de forma presencial ou a distância.

Para isso, você precisa cumprir uma carga de 400 horas. Nesse curso, você vai aprender ainda mais sobre técnicas de terapia visual e outros tratamentos voltados para a melhora da qualidade visual de pacientes. Estamos falando aqui de cuidados com pessoas de todas as idades.

Salário

Vamos para o que interessa: salário. Ele não é dos mais altos, mas vale o esforço. Tudo depende mesmo da empresa que você trabalhar ou até da quantidade de clientes que atender durante a sua carreira profissional.

Aqui, separamos informações do Site Nacional de Empregos (Sine), um serviço que atua em todo o Brasil como classificado online de vagas de emprego, promovendo o contato entre empregador e trabalhador. Separamos os salários em categorias de empresas e também uma média, de acordo com o tempo de experiência dos profissionais.

Sendo assim, é importante você levar isso em consideração na hora de avaliar uma proposta de emprego. Ou então, ter um pouco mais de noção na hora de cobrar por uma prestação de serviços. Além disso, vale sempre uma pesquisada nos salários que são oferecidos na sua região de atuação. Eles podem variar de acordo com a disponibilidade de vagas de emprego.

Confira:

Grande Empresa

  • Mínimo: R$ 3.950,77
  • Médio: R$ 5.224,90
  • Máximo: R$ 6.909,94

Média Empresa

  • Mínimo: R$ 3.292,31
  • Médio: R$ 4.354,08
  • Máximo: R$ 5.758,27

Pequena Empresa

  • Mínimo: R$ 2.743,59
  • Médio: R$ 3.628,40
  • Máximo: R$ 4.798,56

Temos bem mais informações sobre mercado de trabalho e o mundo acadêmico no blog Vai de Bolsa. Você pode passar na nossa página e aproveitar os conteúdos exclusivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui