Um dos drinks brasileiros mais conhecidos pelo mundo a fora é a caipirinha. Mas esse coquetel só é possível graças a um elemento fundamental: a cachaça. Claro que o limão também é essencial, mas a cachaça é o principal ingrediente. Se você é um apreciador desse ícone da cultura nacional e deseja trabalhar com isso, um curso de produção de bebidas pode ser a porta de entrada para uma carreira nessa área.

Além de entender sobre a produção de cachaça, esse curso pode também servir para a produção de vinho. Essa também é uma bebida bastante importante para a gastronomia e o Brasil. O país é um grande produtor, assim como os vizinhos Chile e Argentina. Isso se deve ao grande número de imigrantes italianos e portugueses, que trouxeram na bagagem essa tradição.

Veja a seguir e saiba como funciona um curso de produção de bebidas. Se você sonha ser um enólogo, descubra se pode fazer dessa atividade uma carreira profissional e ajudar a agregar ainda mais qualidade e valor em um produto brasileiro.

Curso de Tecnologia em Produção de Cachaça

A cachaça é um produto genuinamente nacional, que utiliza a cana de açúcar como matéria prima. Consequentemente é a bebida destilada mais consumida no Brasil. Portanto, a produção dessa bebida pode ser também um grande potencial econômico tanto para o consumo interno, quanto para a exportação.

Com o surgimento dos institutos federais de ciência e tecnologia foi possível, portanto, a criação de cursos tecnólogos de Produção de Bebidas. Mais especificamente o de produção de cachaça no município de Salinas, em Minas Gerais. Sendo assim, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG) é a única instituição no país que oferece formação para a produção dessa bebida.

Esse curso foi implantado devido a grande importância histórica e cultural, mas não só isso, a cachaça é um importante item econômico no município de Salinas. Portanto, vale ressaltar que ela movimenta uma potencial área de geração de empregos e de rendas para para essa região.

Atuação na cadeia produtiva da cachaça

O curso serve, então, como um instrumento fundamental para a qualificação profissional dos alunos. E também para a atuação futura como profissionais em diversos ramos dessa bebida. Desse modo, permite que se entenda desde os processos de produção até a comercialização.

Assim, instigando também o empreendedorismo para a fomentação dessa cultura. Sendo assim, o curso prepara o aluno para melhorar e aperfeiçoar o processo de produção de bebidas, nesse caso a cachaça e garantir a qualidade de um produto, que embora artesanal, seja elaborado com técnicas extremamente precisas.

Portanto, o curso tem o objetivo de formar profissionais que tenham plena capacidade de atuação em toda a cadeia produtiva da cachaça de alambique. Visando atender todos os processos que atendem às demandas com qualidade, sustentabilidade econômica, ambiental e social.

Para isso, o curso oferece um tempo de conclusão que dura em média 3 anos como limite mínimo. Isso é o equivalente a seis semestres ou 4 anos e seis meses como limite máximo, que equivale a 9 semestres.

As disciplinas do curso

Veja quais são as disciplinas estudadas no curso de Tecnólogo em Produção de Cachaça:

  • Química Geral;
  • Biologia Geral;
  • Português Instrumental;
  • Gestão Ambiental;
  • Matemática Aplicada;
  • Química Orgânica;
  • Microbiologia Geral;
  • Desenho Técnico;
  • Sociologia e Extensão Rural;
  • Higienização e Sanitização na Indústria;
  • Estatística Básica;
  • Inglês Instrumental;
  • Física Aplicada;
  • Análise Físico-Química da Cachaça;
  • Topografia Aplicada;
  • Metodologia Científica;
  • Estatística Experimental;
  • Manejo e Conservação do Solo e da Água;
  • Bioquímica;
  • Cultivo da Cana-de-Açúcar;
  • Tópicos Especiais em Cachaça de Alambique;
  • Informática Aplicada;
  • Moagem e Preparação do Caldo;
  • Processo de Fermentação;
  • Processo de Destilação;
  • Processo de Envelhecimento e Padronização;
  • Segurança no Trabalho;
  • Gestão Agroindustrial;
  • Projetos e Instalações Industriais;
  • Aproveitamento dos Resíduos da Indústria de Cachaça;
  • Análise Sensorial;
  • Inovações Tecnológicas.

Como é possível perceber, esse curso de produção de bebidas atende todos os segmentos que envolvem a produção de cachaça, além de ser preparado para as questões de mercado, o aluno também aprende sobre o cultivo da cana de açúcar, que é a matéria-prima dessa bebida.

Além disso, se você gosta de disciplinas de ciências biológicas ou química, essa pode ser a formação certa.

Curso de Produção da Uva e do Vinho

Para quem deseja se formar em um curso de produção de bebidas, esse curso também pode ser uma ótima opção. O curso de Produção da Uva e do Vinho tem uma vantagem em relação ao de Produção de Cachaça: ele é oferecido em mais de uma região no país. Portanto, esse fator faz com que fique mais fácil de estudar nessa área de produção de bebidas.

A formação no curso de Produção da Uva e do Vinho funciona da mesma forma que o de Produção de Cachaça. é esperado que o profissional formado nesse curso possa atuar de forma plena em todos os setores que envolvem o vinho, desde o plantio, até a comercialização.

O foco do curso é que o aluno tenha todo o conhecimento técnico  necessário para o manejo e plantio de uvas, com a finalidade de obter um produto de qualidade, com alto nível de comercialização tanto para o mercado interno, quanto para o externo.

Além disso, esse curso permite pelo menos três atividades distintas para se trabalhar com o vinho:

  • Técnico em viticultura: que trata do manejo e plantio das uvas, garantindo uma produção de qualidade para a fermentação das uvas.
  • Enólogo: é o responsável pela maturação, produção e conservação do vinho. Vale lembrar que esse profissional não trabalha apenas com o vinho, mas também com o suco de uva. Portanto, a atuação desse profissional consiste em diversas etapas que vai desde o solo adequado para o plantio da uva, engarrafamento e comercialização.
  • Sommelier: esse é  profissional responsável pela harmonização das bebidas em um estabelecimento. Ninguém entende tanto sobre as especificidades de cada bebida como ele.

Leia também: Baixe grátis o nosso e-book Guia para conquistar o primeiro emprego

Mercado de trabalho para quem se forma em um curso de produção de bebidas

O mercado de trabalho para quem deseja trabalhar nesse ramo pode ser bastante interessante e diversificado nessa área. Os processos envolvidos na produção de uma bebida são bastante amplos e o curso prepara o aluno para diversos segmentos.

Portanto, é possível trabalhar em vinícolas, alambiques, restaurantes, supermercados, empresas de importação ou exportação. Além dessas possibilidades, também é possível trabalhar no setor agrícola, caso você tenha mais inclinação para o cultivo da cana de açúcar ou uva. Caso você necessite de uma formação específica para esse ramo, talvez o curso de Agronomia seja uma boa pedida e vai preparar você para lidar diretamente com o manejo dessas duas culturas.

Vale lembrar também que ao se formar em um curso de produção de bebidas, uma área em potencial é a de empreendedor. Se você se considera um bom administrador, quem sabe não seja interessante apostar em um negócio próprio?

Conclusão

Agora que você conhece mais sobre como funciona um curso de produção de bebidas, quem sabe essa não seja uma opção de carreira profissional? Saiba que nem todas as profissões permitem que se trabalhe com algo que seja cultural.

Trabalhar no ramo de bebidas pode ser uma maneira de conhecer mais sobre uma cultura e ainda permite que você desenvolva o lado empreendedor, caso tenha o sonho de criar uma marca. Portanto, tanto o curso de Produção de Cachaça, quanto o de Vinho vão permitir que você aprenda a desenvolver um produto de qualidade.

Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui