curso de programação

Curso de programação: 4 opções para aprender como fazer

Um curso de programação pode ser o caminho para uma nova profissão na área de tecnologia. Esse universo está cada vez mais atrativo, principalmente por seus altos salários. Além disso, oferece possibilidades de trabalho extremamente flexíveis, inclusive dando a seus profissionais muitas oportunidades de trabalho remoto para outros países.

A boa notícia é que existem ótimas opções para aprender programação online! E o melhor: muitas dessas opções são gratuitas e fornecem certificado.

Com a ajuda de aulas na internet, você pode virar um desenvolvedor de software, começando pelo aprendizado de algoritmos e lógica de programação e chegando a linguagens mais tradicionais, como Python e Java, ou novas tecnologias, como o Flutter para quem deseja criar apps de celular.

A seguir, preparamos uma lista de cursos de programação e outras opções para você ingressar nesse novo universo.

Se você tomou a decisão de tornar-se um programador, ou pretende aprender sobre desenvolvimento para turbinar o seu currículo, não se assuste: saiba que com dedicação o processo pode ser muito mais simples do que parece.

E o melhor: é possível ter acesso à informação de qualidade e estudar em alto nível tanto nas instituições tradicionais – como universidades e cursos técnicos – como fora delas!

Saiba mais: 9 cursos na área de tecnologia para quem busca uma vaga no mercado de TI

Mas antes de mais nada, você sabe o que é programação?

Programação é o processo de desenvolvimento, em escrita específica, de um conjunto de instruções que podem ser lidas e interpretadas por uma máquina. Essas instruções, por sua vez, devem ser criadas em idiomas compreendidos por essas máquinas: as linguagens de programação.

Basicamente, podemos afirmar que na internet existe graças à programação. Do mesmo modo, todos os softwares, sistemas e bancos de dados no mundo inteiro também só foram possíveis graças à programação. Nessa lista podemos incluir sites, aplicativos, games e sistemas operacionais, entre outros.

E uma dúvida comum a todas as pessoas que desejam iniciar a estudar programação é: por onde começar? Vamos dar algumas sugestões abaixo.

Opção 1. Cursos de programação online de grandes universidades

O maior benefício de estudar por meio de cursos online é a flexibilidade. Os cursos online podem ser uma boa opção para quem deseja adquirir as noções básicas ou um pouco mais de profundidade em algum assunto sobre o qual já possui conhecimento razoável.

A boa notícia é que mesmo grandes universidades, como Harvard ou Stanford, oferecem opções de cursos de programação online gratuitos.

Universidade de Harvard

A Universidade de Harvard, por exemplo, oferece o curso “CS50: Introduction to Computer Science”. O curso apresenta os alunos à ciência da computação e à “arte da programação”. E agora há uma versão em português, lançada neste ano pela Fundação Estudar.

O curso é voltado tanto para quem já tem conhecimento na área quanto para iniciantes. Ele ensina os alunos a pensar algoritmicamente e resolver problemas de modo eficiente. As linguagens de programação ensinadas incluem C, PHP, JavaScript, além de SQL, CSS e HTML.

Entre os tópicos abordados, estão abstração, algoritmos, estruturas de dados, encapsulamento, gerenciamento de recursos, segurança, engenharia de software e desenvolvimento web. O curso de Harvard é uma excelente opção para quem está começando! Embora o curso seja gratuito, os alunos têm a opção de obter um certificado mediante o pagamento de taxa.

Universidade de Stanford

A universidade com sede na Califórnia, nos Estados Unidos, criou o programa “SEE: Stanford Engineering Everywhere” para disponibilizar partes importantes da sua grade curricular a um público mais amplo. Entre os cursos oferecidos, está o de Metodologia da Programação, um dos mais completos que podem ser encontrados online.

Os tópicos abordados se concentram nos princípios modernos da engenharia de software: design orientado a objetos, decomposição, encapsulamento, abstração e testes. Para fazer o curso de programação, que ensina a linguagem de programação Java, não é necessário conhecimento prévio na área. O curso foi projetado explicitamente para atrair pessoas de humanas e ciências sociais, assim como especialistas em tecnologia. 

Todo o conteúdo está disponível para download e os vídeos podem ser assistidos no próprio site do curso. Embora os cursos do SEE sejam idênticos aos destinados a alunos da instituição, não é concedido nenhum “crédito” da universidade, tampouco um canal de comunicação com instrutores ou professores.

Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês)

O MIT tem uma série de cursos introdutórios gratuitos na área de programação e ciência da computação, tanto para alunos iniciantes, quanto mais avançados. Eles são oferecidos na página do MIT OpenCourseWare (OCW), que disponibiliza gratuitamente ao público conteúdo de praticamente todos os cursos da universidade.

Opção 2. Cursos de programação em plataformas

Sites como Prime Cursos e Curso em Vídeo costumam oferecer parte de seus conteúdos de forma gratuita. Já as ferramentas com conteúdo pago, como Udemy e Coursera, às vezes deixam parte de seu catálogo disponível gratuitamente ou dão descontos generosos para quem se inscreve.

Opção 3. Cursos de programação em sites e vídeos

A internet hoje é um imenso e público acervo de materiais de estudo e especialização totalmente gratuitos sobre praticamente qualquer coisa. Para quem deseja aprender a programar, sites, vídeos, fóruns e comunidades do mundo inteiro são uma opção barata e eficaz: basta ter acesso à internet.

Por outro lado, a falta de um instrutor especializado para tirar dúvidas pode fazer o caminho ser mais custoso e longo, além do risco de não conseguir impulsionar seu aprendizado para fora do básico.

A plataforma Curso em Vídeo oferece um Curso de Algoritmos bastante interessante para os iniciantes no universo da programação. Isso porque um bom domínio de algoritmos é essencial para quem pretende aprender a programar. O curso ensina não apenas a definição geral do termo, mas também sua aplicação e as estratégias que programadores usam para fracionar problemas reais em uma cadeia de passos realizados por uma máquina. 

O curso tem 15 aulas e, aproximadamente, seis horas de duração. O material aborda basicamente tudo que um bom programador precisa dominar na hora de codificar: estruturas de decisão, laços, entrada e leitura de valores e até matrizes.

Opção 4 – Cursos de programação técnicos e faculdades

Existem centenas de opções de cursos de programação técnicos. A grande maioria tem duração menor que uma graduação. A vantagem destes cursos está no suporte educacional e na certificação oficial de uma instituição de ensino, o que pode representar um diferencial no seu currículo. A desvantagem está no distanciamento entre os alunos e profissionais do mercado, no caso de alguns cursos de programação técnicos.

Já para quem quer cursar uma gradução e seguir carreira como programador, algumas opções de cursos em faculdades são Ciências da Computação, Sistemas de Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão em Tecnologia da Informação e Engenharia da Computação. As diferenças entre esses cursos estão principalmente em seus objetivos de formação.

Enquanto o curso de Ciências da Computação tem maior foco em botar a mão na massa, com programação efetiva em seu currículo, o curso de Gestão em TI, por sua vez, está mais voltado à estratégia e modelos de negócios voltados para tecnologia.

É preciso avaliar, também, que as graduações possuem longa duração e, se não forem feitas em universidades públicas, podem demandar grande investimento financeiro. Além disso, algumas delas não oferecerem garantia de maior contato com o mercado de trabalho.

Saiba mais: Qual a função desempenhada por um analista de sistemas?

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa! Assim, você fica por dentro das melhores conteúdos relacionados à educação e pode tomar as melhores decisões para a sua formação e carreira.

  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *