Curso técnico de Enfermagem: onde você poderá trabalhar depois de formado?

Curso técnico de Enfermagem: onde você poderá trabalhar depois de formado?

O sonho de trabalhar na área da saúde faz muitas pessoas buscarem alternativas de formação mais ágeis e práticas, permitindo chegar ao mercado de trabalho com maior rapidez. O prazer em poder ajudar as pessoas é o que motiva os profissionais que buscam essa área do conhecimento tão fascinante. Entre as opções de formação para a área de saúde, um dos destaques é o curso técnico de Enfermagem.

Neste post, vamos falar um pouco mais sobre essa formação e sobre o mercado de trabalho para quem faz o curso técnico de Enfermagem. Você entenderá as vantagens de optar pelo ensino técnico e compreenderá melhor as exigências da área de Enfermagem. Boa leitura!


Entenda a profissão de quem faz o curso técnico de Enfermagem

 

O técnico em Enfermagem exerce um papel muito importante no atendimento médico e hospitalar. Esse profissional pode atuar desde o momento em que oferece a primeira assistência ao paciente até a hora de auxiliar na sua recuperação, tendo funções especiais no setor da saúde.

Ao receber uma formação específica no curso técnico de Enfermagem, o profissional estará habilitado a promover a saúde e o bem-estar dos pacientes que serão atendidos por ele.

Assim, o futuro técnico em Enfermagem exercerá algumas tarefas específicas da sua função, como dar assistência ao médico de plantão, preparar pacientes para exames, oferecer primeiros socorros, administrar medicamentos e auxiliar o enfermeiro a realizar o planejamento do local de trabalho para a equipe médica.

Por ter essas características, o profissional formado em um curso técnico de Enfermagem costuma trabalhar em conjunto com o enfermeiro e no auxílio do trabalho do médico. Se você já esteve em um hospital, certamente já percebeu que o setor de Enfermagem é essencial para o bom procedimento hospitalar, deixando o ambiente de atendimento ao paciente organizado de forma eficiente.

 

O mercado de trabalho para o profissional formado no  curso técnico de Enfermagem

 

Um dos diferenciais do curso técnico de Enfermagem é sua alta empregabilidade devido à grande área de atuação disponível para o profissional formado nessa área. O técnico em Enfermagem poderá atuar em hospitais, clínicas, ambulatórios e laboratórios. Nesses locais ele fará o primeiro atendimento ao paciente. O desenvolvimento de seu trabalho, após esse primeiro atendimento, geralmente é feito em conjunto com o médico. Além disso, todo o trabalho do técnico em Enfermagem precisa da supervisão de um enfermeiro.

Além de atuar em hospitais, o profissional formado no curso técnico de Enfermagem poderá fazer o atendimento de pacientes e idosos em domicílio. Nesse caso, ele não precisará da supervisão de um enfermeiro. O atendimento ao paciente poderá ser realizado tanto na residência do enfermeiro quanto na casa do paciente, sendo que a finalidade principal desse trabalho é prestar atendimentos que colaborem para a melhora da sua qualidade de vida.

O trabalho do técnico em Enfermagem é considerado um cargo intermediário, ou seja, ele é mais limitado em relação ao trabalho do enfermeiro e mais amplo quando comparado ao auxiliar de enfermagem.  

A profissão também paga um salário atrativo, especialmente para quem está procurando um recomeço de carreira ou o primeiro emprego. A média salarial do técnico em Enfermagem no Brasil é de R$ 2.000,00, podendo variar de acordo com o estado e o local de trabalho do técnico em Enfermagem. Existem localidades que pagam mais de R$ 4.000,00 para o profissional que já possuir uma boa experiência de trabalho.

Em Santa Catarina, entre os meses de janeiro e outubro de 2018, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho, a função de técnico em Enfermagem foi a 20ª que mais criou empregos, gerando 778 novas vagas no período.

Segundo o site Guia de Carreira, o curso técnico em Enfermagem é um dos que melhor pagam no mercado. Também é importante lembrar que a escolha de um curso técnico de Enfermagem não impossibilita o ingresso posterior do estudante em uma graduação na área de saúde. A capacitação extra, em uma faculdade, poderá abrir ainda mais mais portas para esse profissional que, com um curso técnico de Enfermagem, já terá aprendido o conhecimento prático necessário para iniciar a sua trajetória na área da saúde.

 

Quer trabalhar na área de saúde? Então faça o curso técnico de Enfermagem!

 

O ensino técnico é o melhor caminho para quem deseja uma formação rápida e qualificada visando entrar no mercado de trabalho com maior rapidez e eficiência. Para se tornar um técnico em Enfermagem, o aluno precisa ter o segundo grau completo, mais de 16 anos e se inscrever em um curso técnico de Enfermagem.

A duração do curso técnico é de até 2 anos, com espaço para o estágio obrigatório, que geralmente é de quatro meses. É nesse período que o aluno tem o primeiro contato com a profissão. Um trabalho bem feito nesta experiência de estágio poderá resultar em um emprego definitivo na área de Enfermagem.

 

Gostou do nosso post? Então indique a leitura para um amigo! O curso técnico em Enfermagem é o caminho mais curto para o mercado de trabalho. Invista no ensino técnico você também e seja um técnico em Enfermagem!