Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!

Curso técnico rápido: o que é? Como funciona? Entenda!

Capacitar-se para o mercado de trabalho através de um curso técnico rápido pode ser uma ótima opção para começar a ganhar dinheiro. Mas você sabe qual é a diferença entre cursos profissionalizantes, tecnólogos e de graduação?

Para isso, preparamos este post esclarecendo essas e outras dúvidas, além de apresentar algumas informações importantes de como escolher o melhor curso para você. Também fique por dentro dos cursos técnicos rápidos mais valorizados no mercado de trabalho.

Saiba também: Curso técnico EAD: saiba tudo sobre a modalidade

Curso técnico para começar a trabalhar

Se você busca por qualificações em curto período de tempo, o curso técnico rápido pode ser uma ótima opção para ingressar logo no mercado de trabalho. Além de ser possível fazer juntamente com o ensino médio ou após a sua conclusão.

Bolsa de Estudos
👉 A 1ª mensalidade da sua graduação a partir de R$ 59? Só a Anhanguera para oferecer um Vale Educação com esse desconto.

Se o aluno preferir cursar as duas formações de maneira conjunta, saiba que é possível. Isso pode ser feito de maneira integrada ou simultaneamente, com o ensino médio em um período e o técnico em outro.

Quanto às disciplinas, o curso técnico aborda tanto assuntos teóricos quanto práticos, formando o aluno para o mercado de trabalho. Assim, o curso técnico geralmente tem duração de 1 a 2 anos. 

Mas para que a instituição forneça esse tipo de formação é necessário ter a permissão do MEC (Ministério da Educação). Por isso, preste atenção onde deseja realizar o curso. Antes de realizar a matrícula confira no site do MEC se a instituição é cadastrada.

Caso você não tenha esse cuidado, seu diploma não terá validade e, por consequência, o seu investimento de tempo e dinheiro não terá valido a pena.

Veja agora como funciona o curso profissionalizante

O curso profissionalizante pode ser feito por qualquer pessoa sem nenhuma exigência. Dessa forma, ele irá trazer um conhecimento específico sobre uma determinada atividade.

Assim como o curso técnico rápido, os cursos profissionalizantes têm curta duração, de 2 meses a 1 ano. Nesse caso, o objetivo é se concentrar em um único tema para se aperfeiçoar em uma profissão.

Conhecido como curso livre, não há necessidade de permissão do MEC. Mesmo assim, os cursos nessa modalidade devem oferecer um diploma que comprove o seu aprendizado.

Curso tecnólogo garante diploma de ensino superior

Muitas pessoas não sabem que o tecnólogo é um curso superior, da mesma forma que os formatos de bacharelado e licenciatura. Portanto, ao final do curso será concedido o diploma de faculdade com validade equivalente às outras graduações.

Contudo, esse modelo possui características próprias, com tempo reduzido de aproximadamente dois anos de duração. Por isso, também são cursos bem procurados para quem deseja conquistar um emprego mais rapidamente.

Assim, os cursos de Tecnólogo têm seu foco em desenvolver conhecimentos práticos sobre uma área específica e atender uma demanda de mercado. Atualmente, há várias faculdades que oferecem esse tipo de modalidade em diferentes campos do conhecimento. Preste atenção se o curso tem aprovação do MEC.

Curso técnico rápido mais procurado

Na verdade, são muitos os cursos técnicos mais procurados. Entre as opções oferecidas, o mercado valoriza e busca profissionais capacitados para atuarem, principalmente, nas áreas:

Técnico em Meio Ambiente

Atuam no campo da construção civil, indústria, óleo e gás, com salários em torno de R$ 3.500.

Técnico em Redes de Computadores

Com mercado bastante aquecido, o profissional atua na área de TI, obtendo remunerações de até R$ 3.000.

Desenvolvedor Mobile

A crescente busca por se fazer compras por smartphone ou tablet demanda por profissionais capazes de criar novos aplicativos e com boa performance, rápidos e eficazes. Assim, essa área possui boas remunerações, chegando a R$5.000.

Técnico em Comércio Exterior

A tendência por importar e exportar é crescente e as empresas buscam pessoas que as orientem nesse processo. Profissionais desse ramo podem ganhar em torno de R$ 3.500.

Técnico em Geoprocessamento

Atua na coleta de informações geoespaciais e processamento de dados cartográficos para elaboração de mapas georreferenciados, cartas topográficas e plantas, bem como no entendimento de fenômenos urbanos e ambientais. Possui boa remuneração, podendo chegar a R$ 4.000.

Técnico em Logística

Responsável por funções como planejamento, distribuição de bens de serviço, produção e processos logísticos como reposição de materiais e equipamentos. Seu salário pode ser de até R$ 3.208.

Técnico em Mecânica

Atua na fabricação, montagem e na instalação de máquinas e equipamentos e tem remuneração inicial em torno de R$ 2.200.

Técnico em Nutrição

Profissional importante para atuar nas questões ligadas à nutrição e aproveitamento nutricional, podendo atuar em hospitais, escolas, academias, hotéis. Assim, esse profissional pode ganhar, em média, R$ 2.051,70.

Técnico em Segurança do Trabalho

Você será responsável por identificar possíveis riscos no ambiente de trabalho e seu salário médio inicial é de R$ 1.900,00.

Leia também: Qual o melhor curso para arrumar emprego rápido? 10 opções aqui!

Qual opção escolher: curso técnico rápido ou faculdade?

Para responder essa pergunta é necessário saber quais são seus objetivos e necessidades. Se você tem a intenção de entrar logo no mercado de trabalho, o ideal é optar, inicialmente, pelos cursos técnicos rápidos, com duração de 6 meses a 2 anos.

Já se a sua intenção é aprimorar conhecimentos técnicos sobre uma determinada área, com intuito de desenvolver saberes e atuar em diversos campos no mercado de trabalho, o caminho é fazer uma graduação.

Com essas informações é possível identificar qual deles optar, conforme as suas necessidades e realidade.

Se gostou desse texto, continue lendo as produções do Vai de Bolsa e saiba tudo sobre vestibulares, graduações e outras temáticas interessantes.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *