Você já ouviu falar em curso tecnólogo? O curso tecnólogo é um curso de curta duração com formação específica, oferecido por universidades públicas e privadas.

Existentes no Brasil desde a década de 60, antes eram cursos focados na área técnica, por isso o nome “tecnólogo”. Porém, com o passar do tempo começaram a atender as exigências do mercado, oferecendo cursos em outras áreas. Já existem mais de um milhão de universitários que escolheram fazer curso tecnólogo.

Os cursos tecnólogos duram menos tempo que a graduação comum, fazendo com que o  estudante entre logo no mercado de trabalho. Pode-se cursar presencialmente ou à distância. Os dois tem a mesma validade.

É um curso de ensino superior, ou seja, só pode ingressar quem completou o ensino médio. Pode exigir um estágio curricular ou Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao final.

Sua grade curricular é otimizada e reduzida, mais voltada para o setor produtivo, com muitas disciplinas práticas e de laboratório. Tem como objetivo formar profissionais capacitados, especializados e atualizados.

Uma pesquisa de qualificação profissional desenvolvida pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2016 aponta que mais de 90% dos tecnólogos estão empregados. O estudo ainda mostra que 79,5% dos formadas nestes cursos conseguiram trabalhar na mesma área do curso em que se formaram.

Segundo o site do Ministério da Educação (MEC), os cursos tecnólogos representam hoje 16% dos cursos de graduação do país.

Diferenças da graduação

A principal diferença é que o curso tecnólogo é voltado para uma área específica. Enquanto isso, quem se forma em uma graduação comum de bacharelado e/ou licenciatura tem uma formação mais abrangente. Isso significa que esses estudantes podem tomar caminhos diversos dentro da mesma carreira.

Outra diferença são os cursos de graduação que têm profissões cujo exercício é protegido por lei e que um tecnólogo não pode exercer. Um tecnólogo em design de interiores, por exemplo, não pode assinar um projeto de arquitetura, assim como um tecnólogo em estética e cosmética não pode diagnosticar doenças de pele, exclusividade de quem é formado em medicina.

A duração dos cursos também é diferente. Enquanto o bacharelado e a licenciatura podem durar de 4 a 6 anos, o tecnólogo varia entre 2 a 3 anos de duração.

O curso tecnólogo vale como graduação?

Sim. Mesmo havendo diferenças, o curso tecnólogo vale como graduação. O diploma de tecnólogo comprova formação em nível superior e vale em todo o território nacional, desde que seja aprovado pelo MEC.

O curso tecnólogo habilita para fazer concurso público?

Segundo o MEC, quem é formado em curso tecnólogo pode prestar concurso público, caso a exigência seja nível superior e/ou graduação. A exceção é quando o concurso exige que a formação seja especificamente licenciatura e/ou bacharelado. Tudo depende do edital do concurso.

Quem tem curso tecnólogo pode fazer pós-graduação, mestrado ou doutorado?

Segundo o portal do MEC, sim. Assim como os egressos de cursos de bacharelado e licenciatura, os tecnólogos recebem diploma de graduação e têm o mesmo direito de fazer cursos de especialização, de mestrado ou de doutorado. Podem também ingressar em curso de mestrado profissional.

Vantagens e desvantagens do curso tecnólogo

Vantagens:

  • Ideal para quem precisa conciliar estudos com trabalho pois, além de durarem menos tempo, podem ser cursados à distância;
  • Curta duração dos cursos, beneficiando profissionais que necessitam de formação para ocupar ou melhorar a posição dentro das empresas;
  • Os preços dos cursos são mais competitivos;
  • São ambientes acertados, para quem não tem tempo a perder. A formação é focada em resultados.

Desvantagens

  • Os salários geralmente são menores do que o dos profissionais graduados em licenciatura ou bacharelado;
  • O foco do curso é bem específico, diminuindo as opções de emprego em outras áreas;
  • Precisa ter certeza do que quer fazer ou já estar no mercado de trabalho, pois os cursos têm formações bem específicas;
  • Não poder aplicar para os concursos que exigem formação em bacharelado e/ou licenciatura.

Principais cursos

Segundo o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia de 2016 do MEC, existem 113 opções de cursos tecnólogos no Brasil. Este catálogo apresenta a carga horária mínima e a infraestrutura recomendada para cada curso.

Dependendo da região do país em que se encontra a faculdade, o curso pode atender necessidades específicas do mercado local.

Algumas opções de cursos tecnólogos são em universidades públicas, mas a grande maioria se encontra nas universidades particulares. São 13 os eixos tecnológicos dos cursos oferecidos:

Ambiente e saúde

Estuda tecnologias associadas à melhoria da qualidade de vida e à preservação e utilização da natureza. Como exemplo temos os cursos:

  • Estética e Cosmética
  • Gestão Ambiental
  • Gestão Hospitalar e Radiologia

Controle e processos industriais

Compreende tecnologias associadas à infraestrutura e processos mecânicos, elétricos e eletroeletrônicos em atividades produtivas. Como exemplo temos os cursos:

  • Automação Industrial
  • Manutenção de Aeronaves
  • Processos Metalúrgicos e Soldagem

Desenvolvimento educacional e social

São tecnologias relacionadas a atividades sociais e educativas. Tem objetivo de promover inclusão social e integração dos indivíduos na sociedade, entre outros. Temos apenas um curso tecnólogo nessa área:

  • Processos Escolares

Gestão e negócios

Trata de tecnologias associadas a instrumentos, técnicas, estratégias e mecanismos de gestão. Abrange planejamento de gestão de negócios de empresas públicas ou privadas, de todos os portes e ramos de atuação. Como exemplo de curso temos:

Informação e comunicação

São cursos de relacionados à infraestrutura e aos processos de comunicação e processamento de dados e informações. São exemplos os cursos:

Infraestrutura

São cursos de tecnologia relacionados à construção civil e ao transporte. Tem como alguns exemplos, os cursos:

  • Construção de Edifícios
  • Estradas
  • Gestão Portuária
  • Obras Hidráulicas
  • Pilotagem Profissional de Aeronaves
  • Sistemas de Navegação Fluvial

Militar

Os cursos do eixo militar são relacionados à infraestrutura e processos de formação do militar. Sendo esse, elemento integrante das organizações militares que contribuem para o cumprimento da missão constitucional das Marinha, Aeronáutica e Exército. O acesso aos cursos requer o ingresso na carreira militar mediante concurso público. São alguns deles:

  • Artilharia
  • Cavalaria
  • Comunicações Aeronáuticas
  • Gestão de Comunicações Militares
  • Infantaria
  • Sistemas de Armas

Produção alimentícia

Estuda tecnologias relacionadas ao beneficiamento e à industrialização de alimentos e de bebidas. Alguns exemplos de cursos de produção alimentícia:

  • Agroindústria
  • Processamento de Carnes
  • Produção de Cacau e Chocolate
  • Produção de Cachaça
  • Viticultura e Enologia

Produção cultural e design

Compreende tecnologias relacionadas com representações, linguagens, códigos e projetos de produtos, voltada às diferentes propostas comunicativas.

São aplicadas ao teatro, cinema, televisão, ateliês, editoras, vídeo, fotografia entre outros. São exemplos de cursos desse eixo:

Produção Industrial

Estão relacionados aos sistemas de produção, técnicas e tecnologias de processos físico-químicos e à transformação de matéria-prima e substâncias, integrantes de linhas de produção. Como exemplo de cursos, temos:

  • Biocombustíveis
  • Cerâmica
  • Construção Naval
  • Petróleo e Gás
  • Papel e Celulose
  • Produção de Vestuário
  • Produção Joalheira
  • Produção Moveleira
  • Produção Têxtil

Recursos Naturais

Compreende tecnologias relacionadas à extração e produção animal, vegetal, mineral, aquícola e pesqueira. São exemplos de cursos:

  • Agroecologia
  • Gestão do Agronegócio
  • Aquicultura
  • Cafeicultura
  • Exploração de Recursos Minerais
  • Irrigação e Drenagem
  • Produção Pesqueira e Suinocultura

Segurança

São tecnologias relacionadas à infraestrutura e aos processos de prevenção e proteção de indivíduos e patrimônio. Abrange segurança pública, segurança privada, defesa social e civil e segurança do trabalho. Os cursos do eixo de segurança são:

  • Gestão de Segurança Privada
  • Investigação e Perícia Judicial
  • Segurança no Trabalho
  • Segurança no Trânsito
  • Segurança Pública
  • Serviços Penais

Turismo, Hospitalidade e Lazer

São cursos relacionados aos processos de recepção, viagens, eventos, gastronomia, serviços de alimentação e bebidas, entretenimento e interação. São esses:

  • Eventos
  • Gastronomia
  • Gestão de Turismo
  • Gestão Desportiva e de Lazer
  • Hotelaria

Deseja saber mais sobre esse e outros assuntos? Não deixe de acompanhar o nosso blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui