Você sabia que a música pode ser um remédio? Quando tocamos um instrumento ou ouvimos uma canção, diversas áreas do cérebro são trabalhadas. Em outras palavras, regiões responsáveis por nossos movimentos, memória, linguagem e sentimentos interpretam estímulos sonoros. Por conta dos estudos que comprovam esses benefícios que a música traz, foram criados os cursos de musicoterapia. Neste post, vamos detalhar mais sobre esse curso e onde encontrá-lo.

Muitos experimentos vem testando e reconhecendo os poderes terapêuticos da música. Até a concentração pode ser melhorada pela música! Tanto que ela já está sendo considerada um remédio, até com prescrição de dosagem. Ansiedade, estresse e depressão são exemplos de condições que já são tratadas na musicoterapia. Por essa razão, é uma importante área da saúde.

Mas afinal, o que é musicoterapia? Confira tudo nesse post.

O que é Musicoterapia

São técnicas utilizadas através da audição, recriação de sons, composição e o ato de tocar um instrumento com objetivo terapêutico. Isso tudo, levando em consideração o histórico e o tipo de música que o paciente prefere.

Muito utilizada, principalmente no tratamento de crianças com necessidades especiais, como por exemplo, os autistas. Também praticada como auxílio nos casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC), Parkinson e Alzheimer. Além de ser útil em casos de dor, hipertensão e como recurso de aprendizado ou para aumentar a concentração nos estudos.

Trabalha-se também os movimentos corporais, a memória e raciocínio. Além da percepção espacial. A musicoterapia tem se mostrado uma carreira capaz de contribuir com a melhoria da saúde dos seres humanos. Isso acontece por conta de sua interdisciplinaridade, contribuindo em diversas áreas.

A musicoterapia faz parte da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2017. Por esse motivo, ela pode ser oferecida gratuitamente à população.

O que se aprende nos cursos de Musicoterapia

Durante os cursos de musicoterapia, o estudante terá compreensão do conceito do que o som, o ritmo, a melodia e a harmonia podem promover muitas mudanças nas pessoas. Tudo que envolve a música pode influenciar as capacidades dos pacientes, tais como: sensorial, motora, mental, afetiva, criadora, musical, estética, cultural e social.

E quais matérias são estudadas nos cursos de Musicoterapia?

Grade Curricular do curso de Musicoterapia

Agora vamos falar sobre as disciplinas dos cursos de musicoterapia. Como exemplo, temos a matriz curricular do curso de bacharelado em Musicoterapia da FMU. O curso é dividido em 4 núcleos. Cada um deles tem disciplinas distribuídas entre os 8 semestres de aula.

São eles:

  • Núcleo Específico: Pesquisa e Improvisação Sonora I e II; Epistemologia da Musicoterapia; Pedagogias em Educação Musical; Áreas de Atuação em Musicoterapia I – Educacional, II – Saúde e III – Social; Introdução à prática Musicoterapêutica I e II; Teorias, Técnicas e Abordagens de Musicoterapia I e II; Processo Grupal I e II; Psicologia da Música; Pesquisa em Musicoterapia; Música em Musicoterapia I, II e III; Seminários Avançados de Pesquisa em Musicoterapia I e II e Políticas Públicas e Musicoterapia.
  • Núcleo Musical: Violão I e II; Canto I e II; Leitura e Escrita Musical; Rítmica; Historia Social da Música; Violão e Voz I e II; Percussão I e II; Violão e harmonia I e II; Composição de Canção e Técnica de Improvisação Musical.
  • Núcleo de Ciências da Saúde: Anatomofisiologia; Consciência Corporal; Crescimento e Desenvolvimento Humano; Técnicas Psicoterápicas; Psicomotricidade; Psicopatologia; Neurologia; Acústica Física e Acústica Fisiológica.
  • Núcleo Reflexivo: Métodos e Técnicas de Pesquisa; Filosofia; Sociologia; Antropologia e Ética.

No terceiro ano, o aluno faz o Estágio de Atuação I e II e no quarto e último, o Estágio em musicoterapia I e II. Também é possível cursar algumas matérias optativas, como: Distúrbios da Comunicação; Treinamento Auditivo; Expressão Vocal e Métodos e Técnicas de Reabilitação Física.

Quanto ganha um musicoterapeuta?

Segundo o site vagas.com.br, o musicoterapeuta inicia ganhando R$ 1.524 de salário e pode vir a receber até R$ 4.065. A média salarial para musicoterapeuta no Brasil é de R$ 2.682, de acordo com o site.

Onde estão os melhores cursos de musicoterapia?

São 5 as instituições de ensino que oferecem os melhores cursos de musicoterapia no Brasil. São elas:

Universidade Federal de Goiás (UFG)

A Universidade Federal de Goiás oferece um dos cursos de musicoterapia gratuitos no Brasil. O curso faz parte da Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) e tem duração de 8 semestres, período integral. É obrigatória a realização de estágio curricular.

O curso comemorou, em 2019, 20 anos de existência e tem nota máxima na avaliação do Ministério da Educação (MEC). Foi o primeiro dos cursos de musicoterapia a ser oferecido de forma gratuita no Brasil.

Universidade do Estado do Paraná

A UNESPAR possui também um dos cursos de musicoterapia gratuitos no país. Ele é ministrado dentro da Faculdade de Artes do Paraná, na cidade de Curitiba. Tem duração de 4 anos, no turno da manhã. São oferecidas 30 vagas anuais.

O curso oferece disciplinas de cunho humanístico e reflexivo, pois acredita ser necessária a formação com desenvolvimento de consciência e reflexão sobre o sujeito, objeto de seu estudo e pesquisa. Com isso, o curso tem como objetivo usar a musicoterapia não só como ferramenta artística, mas como de transformação do ser humano.

Faculdades EST

A Faculdades EST, antes conhecida como Escola Superior de Teologia, é vinculada à Rede Sinodal de Educação e identificada com a IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil). Iniciou seus trabalhos em 1946 com o curso de Teologia. A faculdade fica na cidade de São Leopoldo no Rio Grande do Sul.

O curso de bacharelado em musicoterapia teve início em 2003 e hoje tem nota máxima no MEC. A modalidade do curso é presencial no turno da noite com carga horária de 3.200 horas.

Em 2006, a faculdade criou a Clínica-Escola do Bacharelado em Musicoterapia. Neste espaço, os estagiários do curso, assessorados por seus professores, oferecem sessões individuais ou em grupo. O objetivo dessas sessões é trabalhar simultaneamente o bem-estar físico, emocional e mental de crianças, adolescentes e adultos.

Conservatório Brasileiro de Música

O Conservatório Brasileiro de Música – Centro Universitário Brasileiro de Educação (CBM-UNICBE), iniciou suas atividades na década de 1930 com o Curso de Iniciação Musical. Já o curso de musicoterapia iniciou em 1972 e foi o primeiro dos cursos de musicoterapia do Brasil.

Tem duração de 4 anos, nos turnos manhã e noite. O Conservatório é uma instituição privada e fica na cidade do Rio de Janeiro.

Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU)

O curso de musicoterapia da FMU é presencial e tem duração de 6 semestres. A faculdade é uma instituição privada que existe desde 1968. O curso é ministrado no campus Santo Amaro, na cidade de São Paulo, no período matutino.

A FMU possui uma clínica-escola de musicoterapia atende gestantes, crianças da primeira infância, adolescentes e idosos. Também atende pessoas com necessidades especiais – distúrbios da fala e audição, problemas físicos, emocionais e mentais, distúrbios da aprendizagem e dependência química. Os atendimentos são feitos pelos alunos e custam R$ 30 por mês.

Pós-graduação em Musicoterapia

O curso de pós-graduação em Musicoterapia é voltado para profissionais de nível superior, normalmente das áreas de educação e pedagogia. Tem duração média de 12 meses, dependendo da instituição de ensino. Pode ser nas modalidades presencial, semi-presencial ou à distância (EAD).

Algumas instituições que oferecem o curso:

  • Instituto Brasileiro de Formação (UniBF) – curso 100% online com duração de 4 a 12 meses;
  • Faculdade de Administração, Ciências e Educação (FAMART) – EAD com duração de 600 horas;
  • Faculdade de Minas (FACUMINAS) – EAD com duração de 8 meses;
  • Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) – presencial com duração de 15 meses. O curso se chama pós-graduação em Musicoterapia Preventiva e Social.

Gostou da área de Musicoterapia?

Agora que você já sabe de tudo o que a música pode fazer pela saúde das pessoas, achou que é uma área interessante de estudar?

Continue acompanhando o nosso blog para ter mais dicas de cursos como essa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui