Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
Cursos menos concorridos

Cursos menos concorridos do Sisu: veja 20 opções mais fáceis de entrar

Qual o curso menos concorrido? Na verdade, cursos menos concorridos podem ser uma forma de ingressar na faculdade de forma mais fácil, sem que você precise dedicar muito tempo da sua rotina aos estudos. Mas tenha calma, isso não quer dizer que eles sejam os mais fáceis de concluir. Portanto, esse não deve ser o seu critério para selecionar os cursos que deseja estudar na faculdade.

Mas se você está em busca de cursos onde geralmente não é preciso ter uma nota muito alta para obter uma vaga e ver se algum está alinhado ao seu perfil, este artigo ajudará você. A seguir apresentamos uma lista com os cursos menos procurados no ensino superior.

Há cursos muito promissores para o seu futuro profissional, tais como Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Mineração, Gestão Hospitalar, Zootecnia, Turismo e Pedagogia. Para você ter uma ideia, também são considerados cursos menos concorridos no vestibular.

Antes, explicaremos como funciona o Sisu para que você tenha um conhecimento prévio na hora de selecionar o seu curso e quais notas de corte são necessárias para você prosseguir com a inscrição.

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

O que é o Sisu?

Primeiramente, é importante saber que o Sistema de Seleção unificada (Sisu) é gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação). Ele é um portal informatizado e está no ar desde 2010. No entanto, essa é a principal ferramenta de ingresso ao ensino superior público das instituições que participam desse método de seleção. Para isso, o candidato deverá realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não tirar nota zero na redação.

Como funciona o Sisu?

O portal do Sisu é um site muito simples e prático de operar. Você pode conferir a página do portal nesse link.

O processo seletivo é realizado em uma única etapa e de acordo com o período estipulado para inscrições. A abertura para inscrições no Sisu ocorrem a cada semestre. Mas é importante lembrar que nem todos os cursos estão disponíveis no segundo semestre, por exemplo.

Para isso, o candidato deve efetuar a inscrição no site selecionando a instituição de ensino que deseja concorrer a uma vaga. Vale lembrar que o candidato pode selecionar entre duas opções de curso. Mas valerá apenas a primeira selecionada, caso o estudante atinja o ponto de corte, sendo automaticamente excluída a segunda opção.

Caso não atinja o ponto de corte na primeira opção, passará a concorrer na seleção de vagas da segunda. Nesse meio tempo, o candidato poderá trocar a opção de curso ou preferência até encerrar o período válido de inscrição.

Após o fim do período de inscrição, o sistema seleciona os candidatos que preencheram o número de vagas ofertadas em cada curso da nota mais alta até a mais baixa, sendo a mais baixa a nota de corte.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Neste outro post damos um guia completo para você usar o sistema Sisu.

Quem pode se inscrever no Sisu

Para conseguir participar da seleção por meio do Sisu é obrigatório ter realizado a última edição do Enem. Além disso, é fundamental não ter zerado na prova de Redação do Enem.

O que é a nota de corte?

A nota de corte é a menor nota do último colocado potencialmente classificado em algum curso. Ela também serve como referência para saber se a sua média parcial da nota do Enem é suficiente para ingressar no curso que você deseja.

No entanto, é importante lembrar que ela não serve de garantia para que, naquele momento, você ingresse na faculdade, pois o sistema não calcula a nota de corte em tempo real. Ela é modificada de acordo com os inscritos, podendo ser mais baixa ou mais alta até a hora do fechamento do cálculo.

Para que você tenha mais ou menos uma noção das notas de corte dos cursos, o MEC lançou um simulador. Confira nesse link.

A nota de corte pode ser um indicativo dos cursos menos concorridos, no simulador de nota de corte, por exemplo, você pode filtrar a nota mínima exigida para o ingresso em algum curso de alguma instituição de ensino.

De olho na segunda chamada

Você fez a inscrição em um determinado curso e infelizmente não foi selecionado. Fique tranquilo que ainda há chances.

Após o término das inscrições, começam os períodos de matrícula. Desse modo, cada instituição marca uma data para o candidato se matricular e ocupar a vaga no curso que foi aprovado. Caso esse candidato não compareça na data de matrícula, uma nova chamada será feita. Dessa forma, você deverá consultar a página de inscrição do Sisu para ver se não foi selecionado.

Caso você ainda não tenha conseguido passar para a próxima etapa da matrícula fique atento: as instituições fazem uma chamada oral para preencher as vagas remanescentes. Para isso, você deverá fazer uma solicitação na página do Sisu e confirmar que deseja fazer parte de uma lista de espera. A partir disso fique atento à convocação da instituição a qual você está concorrendo a vaga.

Portanto, fique de olho nas datas e períodos certos para fazer sua inscrição e matrícula. Uma distração pode ser fatal e jogar por água abaixo um período importante de dedicação aos estudos.

Quais os cursos menos concorridos

De acordo com site de simulação disponibilizado pelo MEC, as notas de corte mais baixas variam a cada instituição entre 499 e 540. Abaixo listamos 20 opções de cursos menos concorridos para você escolher durante o período do Sisu, com base nos últimos processos de seleção:

  • Matemática
  • Física
  • Química
  • Computação
  • Ciências Biológicas
  • Letras- Português e Espanhol
  • Letras- Português Inglês
  • Geografia
  • Mineração
  • Gestão Ambiental
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Artes Visuais
  • Engenharia de Aquicultura
  • Gestão Hospitalar
  • Pedagogia
  • Hotelaria
  • Meteorologia
  • Sistemas elétricos
  • Zootecnia
  • Turismo

Embora a nota de corte dos cursos listados seja baixa, é importante que você tenha em mente que uma graduação leva em média quatro anos. Nesse sentido, não que dizer que será exigido menos estudo do que outra graduação com maior concorrência.

Portanto, é importante que você se esmere para levar a graduação adiante, pois as horas de estudo que você deverá dedicar ao curso têm que valer a pena. Desse modo, é importante lembrar que ao se graduar, você será um profissional da área que escolheu e o mercado exigirá de você competência.

A lógica por trás dos cursos menos concorridos

Agora que você já tem uma ideia de como funciona o critério de seleção do Sisu e quais são em média as notas de corte mais baixas é importante levar em consideração certas questões, como:

  • As instituições que oferecem os cursos;
  • Em quais cidades ficam essas instituições;
  • Qual a popularidade do curso;
  • Número de vagas disponíveis.

Essas questões citadas são relevantes quanto a concorrência que você pode enfrentar ao escolher o curso. Um curso popular, obviamente, é mais concorrido. Cursos como Direito e Administração têm um número maior de vagas, mas em contrapartida uma nota de corte mais alta, pois a concorrência é grande.

Ao fazer uma graduação longe de sua cidade natal, você deverá avaliar se é economicamente viável a sua permanência nessa instituição.

É importante que você tenha uma projeção se vai conseguir concluir a graduação. Isso quer dizer que não desistirá do curso. Afinal de contas, estudar é também um investimento, ou seja, o retorno é a longo prazo. Como você ocupará uma vaga em uma universidade pública, ao desistir, você poderá ter tirado a vaga de alguém que teria potencial de concluir a graduação. Nesse sentido, uma evasão do curso custa dinheiro aos cofres públicos.

Cursos menos concorridos são menos valorizados?

Não necessariamente. Muitas vezes pode ser um curso mais recente e, consequentemente, com menos procura no mercado. Existem áreas que estão em alta, como a gastronomia, por exemplo, que antigamente pouco se falava e não eram tão disputadas.

A valorização dos cursos é muito relativa, não adianta você fazer Engenharia se não gosta de ciências exatas ou fazer Direito se tem antipatia pela leitura.

De fato alguns cursos são mais abrangentes e têm maior visibilidade no mercado. Mas isso não quer dizer que você não será recompensado ao se interessar por cursos menos concorridos, pois o que manda mesmo é a paixão que você tem pelo ofício que escolheu. Lembre-se: o importante é fazer aquilo que faz você vibrar, que lhe seduz, pois dificilmente um profissional que detesta o que faz terá realização com seu trabalho, cada dia será um fardo muito pesado.

Outras opções para usar a nota do Enem

Escolher cursos menos concorridos nas universidades federais ou nas demais públicas e privadas é um caminho para ingressar no ensino superior. No entanto, há outras opções interessantes para possibilitar o acesso aos cursos, como obter uma bolsa de estudos ou um financiamento estudantil, utilizando também a nota do Enem. Confira mais detalhes.

ProUni

Se você não conseguiu uma boa nota para passar no Sisu, mesmo em cursos menos concorridos, você pode tentar uma bolsa de estudos no Programa Universidade para Todos (ProUni), do Governo Federal. Para você ter uma ideia, há possibilidade de obter descontos de até 100% nas mensalidades. Mas tudo vai depender da sua nota no Enem e também de critérios socioeconômicos, como a renda per capita na sua família.

Fies

O Fies é o programa do governo que permite o financiamento estudantil com juros bem abaixo do mercado, com o objetivo de facilitar o acesso ao ensino superior. Assim como no ProUni, o Fies também utiliza a nota do Enem e critérios de renda familiar. Com o Fies, você pode pagar as mensalidades da faculdade apenas quando terminar o curso. Mas, atenção: não é admitido ter zerado na redação do Enem para obter o Fies, além de ter obtido em média 450 pontos na prova.

Faculdades privadas aceitam nota do Enem

Por último, outra opção é apresentar a sua nota do Enem diretamente nas instituições de ensino superior privadas. Neste caso o ingresso é feito de forma direta, sem vestibular. Mas tudo vai depender da sua nota, pois os cursos também têm notas de corte para balizar a entrada. No entanto, vale a pena conferir de perto os cursos menos concorridos e não perder as oportunidades!

Agora que você já sabe mais sobre os cursos menos concorridos e quais as notas de corte, caso você se interesse por temas relacionados à educação, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *