Os cursos na área da tecnologia lideram o ranking de melhores empregos e isso não é nenhuma novidade. Há anos a transformação digital, a popularização da internet, a pulverização de tecnologias como as da empresas do tipo SaaS (Software como Serviço, do inglês Software as a service, em tradução livre) e, mais recente, as plataformas de negócio do tipo multilateral, fizeram com que os profissionais de tecnologia passassem de um cargo mais operacional para ações mais estratégicas dentro das organizações.

Uma pesquisa realizada pela empresa Catho com exclusividade para a revista Exame apontou 17 profissões que seriam destaque em 2019. O estudo mostrou que o maior destaque (e desafio) das empresas é trabalhar com um número muito grande de dados e transformá-los em insights que façam as organizações crescerem de forma estratégica e sustentável. 

E essa tendência vai muito além das graduações tradicionais em engenharias. Fintechs, negócios plataformas (como uber, iFood, rappi) e ramos de negócios tradicionais vêm apostando em inovações tecnológicas. Educação, saúde e agronegócio são alguns desses mercados que contratam profissionais formados em diferentes cursos na área de tecnologia. A premissa para que isso aconteça é estar disposto a participar do processo de transformação digital dessas empresas e conhecer as linguagens utilizadas nos negócios mais valorizados.

Abaixo, confira os cargos que o estudo mapeou:

  • Gerente de TI
  • Gerente de projetos
  • Profissional da área de suporte
  • Especialista em Business Intelligence (BI)
  • Analista de BI com foco em inteligência de mercado
  • Programador Front-end
  • Profissional de UX/UI
  • Desenvolvedor Full-Stack

Como escolher um dos cursos na área de tecnologia?

Sabemos que olhar uma lista de profissões em alta e correr para se matricular no curso de graduação necessário para atuar neste ramo não é suficiente. Prova disso, é que uma das profissões que melhor paga no país é Medicina. No entanto, há inúmeras pessoas que nem sequer conseguem chegar perto de sangue.

Na tecnologia não é muito diferente. Mas quais habilidades o candidato precisa ter e quais precisa desenvolver para trabalhar com tecnologia? Criatividade, dinamismo, conseguir olhar o todo e não apenas um parte do trabalho, ter iniciativa, proatividade e, claro, gostar de matemática e de computadores são skills essenciais.

No entanto, há um outro ponto de atenção. É preciso conhecer bem as diferenças entre os vários cursos na área da tecnologia. Somente a área de TI já causa bastante confusão, imagina quando acrescentamos as engenharias neste catálogo. 

Além disso, ainda podemos destacar que a área de TI é bem abrangente, podendo oferecer oportunidades tanto no setor privado quanto no público. E em diferentes setores da economia: saúde, educação, logística e transporte, entretenimento. 

9 cursos na área da tecnologia da informação

1. Ciência da Computação

O profissional formado em Ciência da Computação trabalha desenvolvendo códigos para computadores ou dispositivos móveis. A grade básica do curso contém disciplinas como matemática, eletricidade e fundamentos da computação, além de administração e empreendedorismo.

O curso dura em média 4 anos e é bastante versátil. O profissional pode trabalhar com banco de dados, desenvolvimento de aplicativos, suporte, entre outros.

2. Sistema da informação

O curso de Sistema da Informação é uma das tantas opções do catálogo de cursos na área de tecnologia. No entanto, ele é mais focado no desenvolvimento e implementação de soluções de TI. Na maioria dos casos, os projetos visam automatizar rotinas e otimizar processos nas empresas.

A duração média do curso também é de 4 anos e a grade curricular é focada em cálculos matemáticos, algoritmos, linguagem de programação e arquitetura de redes. Como esse profissional gerencia as informações que trafegam nas redes de computadores podem trabalhar com desenvolvimento, gerência de projetos, modelagem e suporte técnico.

Saiba mais sobre este curso aqui.

3.Engenharia da Computação

Engenharia da computação é um dos cursos na área de tecnologia mais versáteis. Isso porque o profissional formado nesta área pode trabalhar tanto projetando computadores e periféricos quando projetando sistemas digitais ou robôs e novos produtos para a rede de telefonia. 

O curso dura em média 5 anos e o currículo é mais robusto. As disciplinas vão desde cálculo, álgebra e física, como também linguagem de programação, arquitetura de computadores e, dependendo da universidade escolhida, pode conter também cadeiras ligadas à robótica ou desenvolvimento de softwares.

O engenheiro da computação pode trabalhar com projetos de automação industrial, fabricação de hardware, desenvolvimento de aplicativos e suporte.

Saiba mais sobre esta graduação neste artigo.

4. Defesa cibernética

Como o próprio nome já diz, é um curso totalmente voltado para garantir a segurança de dados e informações digitais. O curso de defesa cibernética é considerado um Curso Superior de Tecnologia (CST) e a duração média é de 3 anos.

Como o curso visa compreender e detectar ataques virtuais, as disciplinas vão desde fundamentos de redes de computadores e introdução a programação, passando por gestão de segurança da informação e até computação forense.

5. Jogos digitais

Assim como o curso de Defesa cibernética, Jogos Digitais também entra na categoria de CST. O profissional formado neste curso, portanto, desenvolve jogos digitais e de tabuleiros e a sua principal área de atuação é a indústria de entretenimento. 

No entanto, com o constante investimento em gamificação, nada impede que plataformas de aprendizagem voltadas para educação a distância contratem o serviço deste profissional. 

O tempo médio de duração do curso também é de 3 anos e algumas das disciplinas estudadas ao longo da graduação são: introdução a programação, arquitetura de redes, desenvolvimento de jogos e segurança da informação.

6. Análise e desenvolvimento de sistemas

Análise e Desenvolvimento de Sistemas é um dos cursos na área de tecnologia da informação do tipo CST e, portanto, com duração média de 3 anos. O profissional formado nesta área desenvolve, projeta e implementa sistemas informatizados. 

Uma das expertises essenciais desse tecnólogo é ter uma visão abrangente do projeto, uma vez que ele precisa não apenas desenvolver os bancos de dados, mas também conhecer os periféricos utilizados para implantação do sistema. 

As disciplinas estudadas neste curso vão desde fundamentos de redes de computadores e introdução a programação, passando por Gestão de serviços para TI e até modelagem de sistemas e empreendedorismo.

7. Sistema para internet

Sistemas para Internet é um dos cursos na área de tecnologia voltado para desenvolvimento de software. A exceção é que este CST é focado em soluções para web. Ou seja, implementa  e gerencia os sistemas de informações voltados para dispositivos web.

As disciplinas abordam temas como matemática computacional, estrutura de dados, design para web e modelagem de sistemas.

8. Gestão de Tecnologia da Informação

Você lembra que um dos profissionais mais procurados em 2019 era o gestor de TI? Este CST pode servir como uma formação complementar para quem é bacharel, uma vez que é focado em gestão da tecnologia por meio da modelagem e implementação de serviços de tecnologia.

O curso aborda disciplinas de empreendedorismo, linguagem de programação, gestão de processos em TI, além de comportamento organizacional, governança de sistemas de informação e sistemas de apoio a decisão.

9. Banco de Dados

O tecnólogo formado em Banco de dados, além de projetar e gerenciar essa tecnologia, também é responsável por avaliar o desempenho do sistema e garantir a segurança das informações que trafegam por ele. 

O profissional pode trabalhar em instituições públicas e privadas ou ainda como consultor. No curso, o aluno estuda desde o início como administrar banco de dados. Mas há no mercado cursos que dão ênfase em Business Inteligence aplicado ao Big Data. Outra profissão bastante em alta.

No entanto, a maioria das instituições de ensino superior foca em disciplinas sobre algoritmos, fundamentos da programação, teoria de domínios, teoria dos garfos, criptografia, entre outras. 

A maioria dos cursos na área de tecnologia que apresentamos aqui é do tipo de CST. Esses cursos costumam ser oferecidos em universidades particulares, como a Estácio. Eles funcionam tanto para uma segunda graduação quanto para quem quer entrar logo no mercado de trabalho. Se você quiser informações sobre como conseguir uma bolsa de estudos, confira o artigo:  6 caminhos para conseguir bolsas de estudo na faculdade.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui