data da prova do enem 2021

Qual a data da prova do Enem 2021?

  • Enem
  • 23/set/21
  • por Mayara Braggion

Se você pretende ingressar na faculdade no próximo ano, certamente tem se perguntado qual a data da prova do Enem 2021, certo? Afinal, o exame é considerado hoje o principal vestibular do Brasil. Para você ter uma ideia, são cerca de 5 milhões de candidatos fazendo a prova anualmente.

Mas também não é para menos, o motivo de tanta procura é que a maioria das universidades públicas e privadas do país usam a nota do exame como base para selecionar os estudantes que sonham com uma graduação.

Outro motivo para tanta participação é que programas governamentais como Sisu, ProUni e Fies utilizam o resultado do Enem como base para escolher os candidatos.

Descubra neste post a data da prova do Enem 2021, como o exame funciona, o que cai na prova e muito mais!

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o MEGAVESTIBULAR Estácioque está chegando com 70%* de desconto em todo curso. Provas nos dias 17 e 18 de setembro!

Leia mais: Como estudar para o Enem? 9 melhores dicas

Como funciona o Enem?

Primeiramente é importante que você saiba que o Enem foi criado com o intuito de avaliar a qualidade do ensino médio no Brasil. Mas com o passar do tempo acabou se tornando o maior vestibular do país.

Afinal de contas, hoje faculdades públicas, privadas e iniciativas de democratização da educação do Governo Federal usam a nota obtida no exame para fazer a seleção de candidatos.

Quem pode participar do Enem?

Antes de mais nada, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, para fazer a prova do Enem o candidato não precisa necessariamente estar matriculado no ensino médio. Na verdade, não há limites de idade ou critérios semelhantes.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Dessa forma, pessoas com deficiência, idosos e gestantes podem fazer o exame e até solicitar atendimento especial, se for o caso. Outro ponto interessante é que ninguém é obrigado a fazer a prova, mesmo se matriculado no ensino médio). Só faz o exame quem realmente tem interesse de ingressar em uma faculdade.

Para você participar do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) basta fazer a sua inscrição, pagar a taxa ou pedir isenção, comparecer no local da prova e realizar o exame.

Fique atento, que em 2021 as inscrições seguem o seguinte calendário:

  • Inscrições de 30/06 a 14/07;
  • Pagamento da inscrição: até 19/07.

O que cai na prova?

É importante que você estude e se prepare bastante porque como deve imaginar, a prova do Enem é bem extensa. São 4 provas objetivas de 45 questões cada, totalizando 180 perguntas, além da redação.

Vale lembrar que todas as questões são de múltipla escolha, não há perguntas dissertativas. Exceto, é claro, a redação.

A prova é realizada em dois dias. Até a edição de 2016 eram feitas em um único final de semana (sábado e domingo), mas em 2017 passou a ser realizada em dois domingos consecutivos.

1º dia do Enem:

No primeiro dia você fará as seguintes avaliações:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias – Questões de história, geografia, sociologia e outras;
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias – Questões de interpretação de texto, língua portuguesa e estrangeira;
  • Redação – Texto dissertativo-argumentativo.

2º dia do Enem:

No segundo dia se prepare para as avaliações de:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias – Questões de física, química e biologia;
  • Matemática e suas Tecnologias – Questões de matemática.

Todavia, além de se preocupar com as questões das provas objetivas também é importante dar uma atenção especial à redação.

Ainda mais porque se você zerar nela, sua média será muito impactada e você não poderá participar dos programas governamentais de incentivo à educação.

Leia mais: Redação do Enem 2021: veja exemplos de nota mil e o passo a passo

Qual a data do Enem 2021?

Mas agora vamos ao mais importante! A data da prova do Enem 2021.

Segundo o Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o exame será aplicado em 21 e 28 de novembro de 2021.

Da mesma forma que no ano passado, essa edição também vai contar com o Enem Digital. A novidade é que ambos exames terão as mesmas questões e acontecerão nas mesmas datas.

Novas datas

Para uma parcela dos estudantes, o Enem vai acontecer em uma data separada: nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022.

Isso aconteceu por causa de uma decisão do STF. O tribunal analisou uma ação movida por entidades ligadas à educação a respeito da isenção da taxa de inscrição e concordou com a solicitação.

O edital de 2021 dizia que quem conseguiu isenção em 2020 e faltou nos dias do Enem, seria obrigado a justificar a ausência para ter isenção novamente em 2021. Mas o problema é que, entre os motivos para justificar, não havia nada relacionado à pandemia.

Vale lembrar que, justamente por causa da pandemia, 2020 foi o ano com a maior quantidade de abstenções da história do Enem.

Com a decisão do STF, quem tinha isenção e faltou em 2020 ganhou o direito de tentar a isenção novamente. O novo período de inscrições com isenção é até o fim do dia 26 de setembro. Quem se inscrever com isenção no período de reabertura, fará a prova em novas datas.

De acordo com o INEP, que organiza o Enem, as novas provas acontecerão nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022. Enquanto isso, quem fez a inscrição em julho, no período original, continua com a sua prova agendada para os dias previstos anteriormente: 21 e 28 de novembro de 2021.

Como funciona o Enem Digital?

O Enem Digital foi criado em 2019, tendo suas primeiras provas aplicadas em 2020. O objetivo dessa versão do exame é reduzir custos com gráficas e mão de obra.

A meta do MEC é que até o ano de 2026 o Enem Digital já esteja consolidado e as provas impressas sejam extintas. Dessa forma, a aplicação virtual será realizada para todos os candidatos.

Os exames digitais e tradicionais tem o mesmo formato:

  • 180 questões objetivas e uma redação, a única diferença é que se você optar pela prova virtual – em vez de folhas impressas usará um computador.

Mas fique atento, o Enem Digital ainda não está disponível em todas as cidades do país.

Em 2021 estarão disponíveis 101.100 inscrições neste formato (mesma quantidade da edição de 2020).

Como usar a nota da prova para ingressar na faculdade?

Além de ser nota de corte em diversas faculdades públicas e privadas, através da pontuação do Enem, você poderá ter acesso a diversos programas de incentivo à educação como:

Sisu (Sistema de Seleção Unificada):

O Sisu funciona como uma espécie de vestibular para o ingresso em faculdades públicas de todo o país e utiliza as notas do Enem para selecionar os estudantes.

ProUni (Programa Universidade para Todos):

O objetivo do ProUni é facilitar o acesso de alunos de baixa renda a faculdades particulares.

Com bolsas de estudos de 50% e 100% para estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas ou privadas com bolsa de estudo integral.

A seleção dos candidatos também é a partir das notas obtidas no Exame.

Fies (Programa de Financiamento Estudantil):

O Fies é uma espécie de financiamento. Ao contrário do ProUni ele não oferece descontos, mas facilita o pagamento das mensalidades e o aluno paga o curso no final da graduação, quando provavelmente já estará trabalhando na área em que se formar.

Mesmo com a data do Enem 2021 definida há riscos de não acontecer o exame?

Devido à pandemia do novo coronavírus, a edição do Enem 2020 ocorreu entre muitas dúvidas e incertezas. As provas que normalmente são em novembro, aconteceram apenas em janeiro e fevereiro de 2021.

Na ocasião houve vários problemas, como candidatos que não puderam fazer a prova por conta da falta de capacidade dos locais do exame e as regras de distanciamento social.

Alguns estudantes também não puderam fazer o Enem por estarem com coronavírus na época.

Em ambos os casos, os participantes tiveram uma data de reaplicação da prova.

É provável que até a data da prova do Enem 2021, muitos estudantes já estejam vacinados e os casos da doença tenham diminuído bastante no país.

Mas o governo federal afirmou que o exame corre o risco de não acontecer por falta de verba, tanto é que as inscrições que normalmente acontecem em maio, ocorreram entre 30/06 e 14/07.

O presidente Jair Bolsonaro e membros do governo também já fizeram duras críticas em relação a questões de edições anteriores.

Leia mais: O que estudar para o Enem? Veja como organizar os conteúdos

3 dicas para se preparar para o Enem 2021!

Mesmo sem termos certeza se o Enem 2021 realmente vai acontecer é importante que você como candidato se prepare para o exame. Por isso destacamos três dicas que podem te ajudar muito:

  • Faça provas de edições anteriores: claro que as questões em si são diferentes em cada edição do Enem, porém fazer simulados de anos anteriores te ajuda a se habituar ao estilo das perguntas e dessa forma ter um desempenho melhor na hora do exame;
  • Prepare sua mente e corpo: você sabe que o Enem é muito disputado e terá que estudar bastante. Uma dica bem interessante é estimular seu corpo e mente praticando hábitos saudáveis como exercícios físicos, alimentação equilibrada e meditação. Essas práticas irão te ajudar a ter mais disposição e foco para encarar a maratona de estudos;
  • Tenha uma rotina de estudos: agora que você já sabe a data da prova do Enem 2021, é mais simples para se organizar e montar um cronograma de estudos. Por isso separe um cantinho da sua casa e se possível estude diariamente nos mesmos horários para se habituar.

Leia mais: Cronograma de estudos para o Enem: o que é e como fazer?

Curtiu o conteúdo sobre o Enem? Se você gosta de se manter por dentro das novidades sobre educação, não deixe de acompanhar mais informações no nosso blog Vai de Bolsa!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *