Design de games vs Jogos Digitais: entenda a diferença

0
3

Ninguém mais duvida do potencial da indústria dos games. Em 2018, as empresas da área faturaram US$ 134 bilhões no mundo inteiro. Para você ter uma ideia, isso significa quase três vezes mais do que arrecadou a indústria do cinema de Hollywood. Portanto, se o seu sonho transformar sua paixão por games em uma profissão, pode apostar nele. Para isso, o primeiro passo é escolher um bom curso de graduação. Nessa área, dois se destacam: Design de Games e Jogos Digitais. Entenda a diferença nesse post.

Em suma, são muitas semelhanças entre os dois cursos. Mas enquanto Design de Games capacita o estudante a desenvolver jogos para videogames, computadores e celulares, o curso de Jogos Digitais vai além do entretenimento. Ou seja, é bastante comum hoje em dia utilizar jogos na área da saúde, por exemplo, no campo da fisioterapia. Ou ainda, na educação, com o desenvolvimento de jogos voltados a pessoas com necessidades especiais, por exemplo.

Nas duas áreas, existem muitas oportunidades de trabalho. No Brasil, essa indústria começou a ficar aquecida recentemente, mas o potencial é gigante. Neste post, vamos detalhar as duas graduações e listar mais diferenças entre elas para facilitar a sua escolha. Independente disso, é fundamental a escolha de uma instituição de ensino de qualidade que ofereça os cursos, como Estácio, FMU e IBMR.

Confira!

Leia também: Baixe grátis o nosso e-book Guia para conquistar o primeiro emprego

Design de games: como é o curso

Você sabia que existem hoje mais de 300 empresas de games no Brasil? E que em oito anos o número de empreses desenvolvedoras de games aumentou 600%? Os dados são da Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames).

É mais uma estatística que mostra a força desse mercado no Brasil e no mundo. A demanda por profissionais é tamanha que as empresas precisam “caçar” talentos no mercado. É aí que você entra. Nesse sentido, um dos primeiros caminhos para trabalhar na área é fazer um curso de design de games, também conhecido por design de jogos.

O que antes era oferecido somente como curso técnico de curta duração, hoje já temos graduações em design de games. Em quatro anos de estudos, após receber o diploma de bacharel em design de games, você será conhecido no mercado como desenvolvedor de games. Em resumo, é um profissional que se envolve em todas as etapas de produção de games. Estamos falando desde as regras do jogo, a construção da história e dos personagens, além da parte de programação e TI.

Com o curso, você terá domínio da linguagem de softwares, computação gráfica, plataformas de criação de jogos e outras ferramentas. Além disso, você também receberá noções de desenho.

As disciplinas mais comuns encontradas do Design de Games

  • Computação gráfica
  • Animação 2D e 3D
  • Design de som e de personagens
  • Programação para games
  • Ilustração digital
  • Desenho
  • Narrativa e história para jogos
  • Gestão do mercado de games
  • Empreendedorismo
  • Marketing de games

Desenvolvimento para várias telas

O interessante dessa área é que os games são desenvolvidos atualmente para vários tipos de dispositivos. Ou seja, o tempo dos consoles ligados a televisões já passou. Hoje é possível se divertir em um jogo pelo celular, tablet ou qualquer outro equipamento ligado à internet. Isso inclui adaptar cada jogo a cada tipo de tela e equipamento.

Para você ter uma ideia do nível de desenvolvimento, vários jogos não necessitam de botões físicos. Os botões precisam ser digitais, adaptados às telas. Para isso, não podem atrapalhar o jogo, por exemplo.

Jogos Digitais: como é o curso

O curso de graduação em Jogos Digitais é oferecido por instições de muita qualidade, como a Estácio. O curso habilita o estudante a atuar no mercado de trabalho para desenvolvimento de jogos educativos, de aventura, ação, simulação 2D e 3D, entre outros. Essa área é um pouco mais abrangente se comparada ao design de games. Vamos explicar o porquê.

O profissional de jogos digitais pensa no projeto e estratégias de projetos de jogos. Aprofunda conhecimento na criação de personagens e ambientes de interação. Além disso, trabalha com roteiro, modelagem e na gestão desses projetos.

Nesse sentido, quem consegue o diploma de graduação em Jogos Digitais pode atuar como autônomo. Ou, ainda, em empresas produtoras de jogos digitais, canais de comunicação na internet, produtoras de sites e até agências de publicidade e veículos de comunicação. Um exemplo prático: uma empresa lança uma campanha publicitária para divulgar seu novo produto. Uma das ações é um jogo online onde o principal personagem é o produto, que ganha vida no jogo.

  • Algumas disciplinas de Jogos Digitais
  • Cenários de tecnologia da informação
  • Fundamentos de redes de computadores
  • Introdução à programação
  • Negócios eletrônicos
  • Segurança da informação
  • Inovação tecnológica e empreendedorismo
  • Desenvolvimento de jogos
  • Roteiros e personagens
  • Computação gráfica
  • Design de jogos
  • Programação para dispositivos móveis

Leia também: Profissões do futuro: conheça carreiras na área de tecnologia e inovação

Carreiras possíveis na área de Design de Jogos e Jogos Digitais

Você percebeu que o curso de Design de Jogos e Jogos Digitais tem muitas semelhantes. A principal diferença é que o segundo tem disciplinas um pouco mais abrangentes. Enquanto que no primeiro o foco maior é no conhecimento voltado ao design. Confira abaixo seis carreiras em alta para quem escolhe uma das duas formações para investir profissionalmente. A seleção é da Page Personnel. Os salários podem alcançar R$ 18 mil!

Supervisor de produtos – é encarregado pela análise de mercado, com foco na criação e evolução dos games. Está a frente de equipes com vários tipos de profissionais. É o elo entre o produto e o marketing.

Desenvolvedor mobile – Atua diretamente na criação de jogos, em conjunto com a equipe de desenvolvimento. Seu desafio está em adaptar o game para ser jogado em dispositivos móveis

Desenvolvedor web – Também trabalha com equipes multidisciplinares compostas por designers e engenheiros de software. Desenvolve novos produtos e conceitos com base nos já existentes.

Gerente de marcas esportivas – Atua com games esportivos, como de futebol ou basquete, definindo maneiras de atrair jogadores, avaliar o crescimento do mercado e criar indicadores de desempenho.

Designer web/gráfico – É incumbido de criar a identidade visual dos games. Também ajuda os demais profissionais desenvolvedores a criar um ambiente mais limpo e agradável aos games, melhorando a jogabilidade.

Instrutor de games – Também conhecido como instrutor de games, contratado para treinar jogadores a obterem alto desempenho em determinados jogos. Atua junto a “atletas digitais”.

Você vai de designer de games ou jogos digitais?

E aí, decidiu qual o curso de graduação você vai fazer para seguir seu sonho de trabalhar com games? Podemos garantir que há muito espaço no mercado de trabalho para formados em ambos os cursos. Como falamos, as áreas de formação são parecidas, pois carregam a mesma base teórica. No entanto, a abrangência é que difere.

Se você ainda está indeciso sobre apostar em games como profissão, pode confiar, a área está muito promissora. Escolha a graduação em uma instituição de ensino de qualidade, como Estácio, FMU ou IBMR, e comece o jogo!

Acompanhe mais informações sobre cursos, capacitações, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.