Design de Produto: saiba como é esse curso

Podemos dizer que a maioria dos objetos que estão ao seu redor foram idealizados com a ajuda do setor de design de produto. Desde o sofá da sua sala, a TV, a cama, o chuveiro, copos e até o celular que está em suas mãos. Se você gosta de entender o conceito por trás dos objetos, essa pode ser a sua profissão. Para começar, é preciso conhecer como é o curso de design de Produto. A principal missão do designer de produto é criar soluções para o uso de vários tipos de objetos. Sendo assim, ao longo dessa especialização você vai estudar todas as variantes do design para resolver conflitos e proporcionar sempre a melhor experiência para os clientes. Faz parte das áreas de design. O objetivo principal do designer de produto é criar e lançar produtos que agradem clientes e sejam bons investimentos para os empresários. Diferente do Design de Interiores, aqui o foco é no produto. Quer entender mais? Leia até o final.

Rotina de um profissional de Design de produto

Quando algum profissional tem a ideia de lançar algum produto, precisa contar com a ajuda do departamento de design de produto. Afinal, são eles que conceituam o projeto a partir da escolha dos materiais e dos processos de fabricação. É preciso levar em consideração todo o mercado e também o comportamento dos consumidores antes mesmo de lançar um novo objeto. Então, é o departamento de design de produto o responsável por relacionar os aspectos econômicos e comunicativos do produto, sempre considerando os fatores estéticos, ergonômicos, técnicos e ambientais. Para conseguir cumprir cada um desses objetivos que listamos até aqui, o design de produto tem um grande desafio. É preciso fazer a pesquisa de campo e de uso do produto. Então, se você está pensando em seguir na área, saiba que sua rotina não se limita a uma mesa de escritório. É preciso ir além. Você deve entender a realidade e o contexto em que os possíveis consumidores estão inseridos. Depois, conseguirá definir melhor a produção dos objetos. A partir daí, é preciso fazer o desenho e a criação do novo produto. Então, a sua rotina também exige um pouco de desenvoltura. Além disso, terá que realizar o estudo ergonômico, que seria a funcionalidade do produto e a usabilidade dele perante aos consumidores. Ainda terá que fazer e acompanhar a montagem de protótipo. Assim, será possível ver e avaliar na prática se todas as etapas anteriores foram bem estruturadas para dar vida ao produto final. Também será preciso fazer teste do modelo e mais alguns ajustes até chegar a entrega do projeto/produto final. É preciso ter paciência e levar em consideração cada uma das etapas para entregar um material de qualidade.

Como é o curso de Design de Produto

Para ter bagagem e conhecimento suficientes para cumprir todas as propostas anteriores, é preciso se capacitar. A partir daqui surge o curso de design de produto. Pode ser uma formação tecnológica ou um bacharelado. Tudo depende do seu tempo disponível e também das instituições de ensino que você escolher. Vale lembrar que o tecnólogo tem duração mais curta, cerca de dois anos. No entanto, ele formará você para a prática do mercado de trabalho. Então, as disciplinas da faculdade são bem mais ativas e poucos conceitos sobre a profissão serão repassados. De forma geral, o mercado de trabalho absorve bem os profissionais dos tecnólogos. Mas tudo depende do seu objetivo profissional. Se optar pelo bacharelado, a formação será de pelo menos quatro anos. É um tempo maior, só que o contexto pedagógico também se intensifica. A partir da sua formação você terá capacidade de entender e relacionar os processos. Você terá matérias que vão além da prática. A sua missão também será a de interpretar o contexto social e profissional. Sendo assim, a formação costuma ser bem mais ampla e completa.

Formatos do curso

Além disso, ainda existe a possibilidade de você escolher entre o curso de design de produto no formato presencial ou EAD. Se a sua escolha estiver baseada apenas no diploma, não se preocupe. Independente da modalidade escolhida essa classificação não estará no seu diploma. No entanto, vale considerar que o ensino a distância é mais adaptável a sua realidade. Será possível fazer as disciplinas do curso em qualquer horário e local. Além disso, dá para adiantar ou mesmo atrasar um pouco o ritmo dos estudos de acordo com a sua necessidade. Já a graduação presencial tem a vantagem de ampliar a sua vivência no mundo acadêmico e também a rede de contatos. Afinal, estando presencialmente na universidade será possível conhecer mais pessoas, professores e profissionais já atuantes. Isso também é positivo.

Disciplinas do curso de Design de Produto

Agora que você já entendeu todas as possibilidades para escolher a sua faculdade e a forma de estudar, veja quais disciplinas estão inseridas no curso de design de produto. Saiba que ao longo dos anos da faculdade você precisará dominar todas essas técnicas. Caso contrário, co concluir o ensino superior não terá capacidade para seguir na carreira. Veja que, na maioria das matérias, a sua missão será sempre a de criação e de testes. Essas serão as principais responsabilidades na sua rotina de trabalho.
  • História da arte e do design
  • Processo criativo
  • Teoria e fundamentos do design
  • Linguagem visual
  • Desenho
  • Modelagem digital
  • Modelos maquetes e protótipos
  • Gestão do design e da inovação
  • Design de mobiliário, gráfico, de embalagens.
  • Formação sociocultural e ética

Mercado de trabalho para o designer de produto

Agora que você entendeu cada uma das etapas do curso de design de produto, vale saber como é o mercado de trabalho. De forma geral você vai atuar na concepção estética de produtos. Além disso, precisará elaborar a identidade visual com foco na adequação material, ergonomia, atenção ambiental, praticidade e beleza. Sendo assim, você será o profissional responsável por pensar e idealizar o produto como um todo. Desde a sua usabilidade até a sua venda e interação com o consumidor. Para você ter uma ideia bem clara da função do design de produto, pense na altura do braço da cadeira. Já imaginou que alguém pensou, idealizou e testou todas essas possibilidades. Reparou que eles se encaixam perfeitamente nos seus braços e causam conforto e leveza? Agora, imagina se não existisse o trabalho de um design de produto. Provavelmente cada uma das peças viria em um tamanho e formato diferentes. Sendo assim, o padrão nunca seria o mais agradável para o consumidor. Levando tudo isso em consideração saiba que existem vagas para o design de produto em indústrias dos mais diversos segmentos, como utilidades, móveis, embalagens, metal mecânica e eletroeletrônicos. Além disso, já é possível trabalhar em empresas públicas e privadas. Também existem vagas em laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, escritórios de projetos e em trabalhos como prestador de serviços.

Salário

A remuneração do design de produto varia bastante. Fica entre R$ 1.500 e R$ 8.000 mensais. É uma ótima recompensa por todo o estudo e conhecimento dedicados na realização de novos objetos. No entanto, é preciso conquistar cada vez mais experiência para se dar bem no mercado de trabalho. Você precisa fazer uma carreira para que o salário aumente de acordo com suas necessidades. Além disso, atuar como prestador de serviços pode ser uma ótima opção.

Novas possibilidades no mercado de trabalho

Se você está pensando em começar na profissão da área de design de produto, saiba que existem novidades. O mercado está em constante evolução e você pode e deve estudar novas propostas da tecnologia no design de produto. Já é possível trabalhar testando novos apps de serviços, como aplicativos que você usa bastante em seu dia a dia. Como design de produto você precisará dominar a tecnologia para mostrar aos produtores o que é preciso melhorar para atrair melhor os clientes. Também já existem vagas para o designer que pensa em quais os melhores jeitos de tornar a experiência mais significativa para o usuário. Os UX designers atuam muito com produtos online – mas sua atuação não está restrita ao ambiente digital. Dá para trabalhar com plataformas, sites e aplicativos.

Uma área em expansão

A área de Design de Produto é uma boa aposta para quem quer seguir carreira nesse ramo. Isso porque, na indústria, é preciso cada vez mais pensar os produtos sobre todos os aspectos antes de fabricá-los. É aí que entra esse profissional. Confira mais dicas sobre mercado de trabalho e cursos de capacitação no Blog Vai de Bolsa.
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *