Dicas para empreender: de onde vêm as ideias e como tirá-las do papel

As prateleiras das livrarias estão repletas de livros com dicas para empreender. O Startup Enxuta, de Eric Reis, por exemplo, deve ser o livro de cabeceira de muitos empreendedores que se inspiram no sucesso de empresas como Nubank, iFood, 99, Resultados Digitais, entre outras. E não é por menos, já que na obra o autor ajuda novos empreendedores a enxugar os processos da startup. 

Temos também muitos casos de grandes empresas que saíram das faculdades. Ou seja, de ideias da sala de aula viraram negócios lucrativos no mercado. Isso porque os estudantes decidiram empreender. Certamente, empreender está a alcance de todos!

Neste post vamos dar dicas para empreender e como abrir seu próprio negócio.

Empreender é otimizar recursos

Todo empreendedor deve compreender que a equipe de empresas recém abertas são enxutas e é preciso otimizar ao máximo a utilização de recursos para que a empresa consiga crescer de forma sustentável. O ponto de virada de uma startup, portanto, é encontrar exatamente a dor do cliente e vender para ele a solução que eles precisam.  

Identificar essas necessidades é o primeiro passo para o crescimento. A premissa da Lean Startup, por exemplo, é fazer com que clientes surjam das ações de outros clientes. Ou seja, um cliente feliz é o melhor vendedor da empresa. 

Atingir esse efeito de rede não é tão simples quanto parece. No entanto, há uma série de boas práticas que podem tornar o início de uma empresa mais simples. 

Afinal, o que é empreendedorismo?

Empreendedorismo pode ser definido como a capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços ou negócios. E todo esse processo começa com uma sementinha chamada ideia. No livro Empreendedorismo para leigos, a escritora Alice Salvo Sosnowski alerta para o fato de que não precisa ser nenhum gênio para criar algo que ajude a resolver a vida das pessoas.

É para resolver o desejo ou necessidade de alguém que os negócios são criados. Se você não concorda muito com esta premissa, pense em tudo o que você compra para a sua casa: pão, produto de limpeza e eletrodomésticos. Tudo é adquirido para resolver alguma dor. Para Alice Sosnowski, uma boa ideia de negócios é aquela em que o empreendedor tem como foco resolver um problema.

Uma das dicas para empreender mais valiosas do seu livro é justamente aguçar a capacidade de observação. Ela diz que a fase mais importante de uma empresa é estar preparado para abrir a mente e observar.

Algumas fontes para insights, segundo Alice Sosnowski

  • Observação da sociedade: seja curioso com as coisas ao redor;
  • Detecção de problemas: o que você pretende resolver? O Brasil é uma terra fértil para soluções. De educação, meio ambiente, saúde, existem vários gargalos para serem resolvidos. Qual o seu?
  • Percepção de necessidades não atendidas: você se irritou com alguma situação que deveria ter sido resolvida de outro jeito? Será que não é uma oportunidade de negócios?
  • Tendência da evolução da sociedade: a sociedade muda, a tecnologia se desenvolve e novos comportamentos surgem. Esteja de sentidos abertos para captar essas oportunidades;
  • Novos nichos de mercado: com mudanças de hábitos de consumo surgem novos nichos de mercado. As cervejas artesanais e food trucks são exemplos disso.
  • Novidades tecnológicas: nem precisa dizer muito. Os aplicativos para celulares e a netflix estão aí para dar exemplo;
  • Pesquisa de mercado: vale explorar tudo. Revistas, blogs, dados do IBGE, relatórios econômicos, etc;
  • Viagens a outras regiões: novos ares, novas culturas e acesso a diferentes hábitos de consumo costumam ser uma terra fértil para novas ideias;
  • Interação com outras pessoas: aumente a sua rede de contatos e participe de encontro com empreendedores da sua região.

Como sua ideia pode virar uma oportunidade de negócio?

É claro que depois de ter uma ideia é preciso ter um filtro de viabilidade. Não basta ser ideia é preciso virar uma oportunidade de negócios. Aqui a boa prática é responder as seguintes perguntas:

  • Qual mercado a sua ideia atende?
  • Qual o retorno econômico que a solução pode proporcionar?
  • A solução apresenta diferenciação da concorrência?
  • Há equipe para executar tecnicamente a solução?
  • Esta ideia pode ser replicada e escalada?

Depois de passar pelo filtro de viabilidade é hora de escrever de forma sucinta e objetiva o que o produto e/ou serviço vai oferecer, os benefícios entregues, qual o nicho de mercado irá atuar e qual a diferenciação com a concorrência. 

Para quem está pensando em empreender, o livro Empreendedorismo para leigos além de dicas para empreender, traz todo um passo a passo para estruturar uma empresa. Desde a criação da proposta de valor e o plano de negócios, passando pela gestão de pessoas e vendas, até formas de criar diferenciais competitivos para a empresa.

Por que as empresas fecham

Uma em cada quatro empresas brasileiras fecham a porta antes de completar dois anos. O dado é do Sebrae, que tem trabalhado ativamente para aumentar a taxa de sobrevivência das empresas como cursos, palestras, linhas de créditos e atendimento especializado desde ao microempresário até os novos empresários. Para a entidade, os principais motivos que fazem as empresas decretarem falência são:

  • Falta de planejamento;
  • Falta de negociação de prazos com fornecedores;
  • Falta de cursos de gestão de negócios;
  • Não aperfeiçoou os produtos;
  • Não acompanhou a gestão financeira com rigor;
  • Não criou um diferencial competitivo para os seus produtos ou serviço.

10 dicas do Sebrae para que os seus negócios

  1. Faça um planejamento de negócios;
  2. Mapei os investimentos iniciais, principalmente se vai precisar ou não de empréstimos;
  3. Tenha atitude empreendedora. Ou seja, crie as próprias oportunidades e tenha persistência para contornar problemas;
  4. Faça um protótipo do seu negócio. Assim, você consegue identificar o que deu certo e o que precisa ser melhorado.
  5. Não se esqueça de criar um modelo de negócios;
  6. Tenha atenção redobrada com o planejamento financeiro;
  7. Invista na valorização e fidelização de clientes;
  8. Guie-se pelo seu plano de negócios, portanto, faça um!
  9. Não esqueça de analisar o seu mercado de atuação
  10.  Formalize-se! Dessa forma você consegue linhas de crédito, pode participar de licitações e não precisa temer a fiscalização.

Para assistir aos vídeos sobre essa série de dicas para empreender, basta acessar a página do Sebrae.

Para empreender não precisa começar grande

Como falamos no início empreender é planejar e executar algo que atenda a uma necessidade. Não necessariamente precisa ser a próxima startup unicórnio, uma franquia ou uma loja no shopping. Pode ser mais simples, tanto que existem dois tipos de empreendedorismo: o por necessidade e o por oportunidade. As duas formas podem crescer de forma sustentável se você for perseverante e conseguir se organizar da forma que falamos acima.

Lembre-se o que Alice Salvo Sosnowski disse: não é preciso ser um gênio para criar algo que resolva a vida das pessoas. Abaixo confira 10 dicas de negócios para empreender de forma fácil. Não conseguiu uma bolsa e está tendo que se virar para pagar a faculdade? Confira essas dicas para empreender!

  1. Vender produtos por catálogos;
  2. Cozinhar alimentos para vender;
  3. Virar dog walker ou dog siter;
  4. Fazer maquiagens ou penteados a domicílio;
  5. Dar aulas particulares;
  6. Fazer e vender artesanatos;
  7. Manicure e pedicure a domicílio;
  8. Instalações/consertos em geral;
  9. Criar uma loja virtual;
  10. Criar um canal no Youtube.

Quero empreender ainda na faculdade, e agora?

Todo mundo conhece uma empresa que começou durante a universidade, não é mesmo? Quem aí pensou no Facebook? Não é tão simples, mas claro que é possível com dedicação e planejamento. Confira abaixo nossas dicas para empreender ainda na graduação:

  • Crie ou participe de empresa júnior;
  • Organize/participe de encontros acadêmicos;
  • Desenvolva algum produto;
  • Crie uma startup, convide uns amigos para conversar sobre;
  • Faça um intercâmbio profissional;
  • Participe de projetos de extensão
  • Transforme seu projeto de TCC em um negócio

Está em dúvida de qual faculdade ingressar para empreender?

Você já sabe que quer ser um empreendedor e já anotou as nossas dicas para empreender, mas ainda nem sabe qual faculdade ingressar? Confira esses artigos: 

Espero que nossas dicas tenham sido úteis. Não esqueça de deixar o seu feedback nos comentários!

  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *