dicas para redação do enem

Quer escrever melhor? 10 dicas para redação do Enem

  • Enem
  • 16/fev/21
  • por Shymenne Siqueira

A redação do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio – é uma das provas mais aguardadas e que gera bastante ansiedade entre os candidatos. Por isso, trouxemos aqui algumas dicas para redação do Enem que serão fundamentais para o seu sucesso na avaliação.

Mas, além de conhecer nossas dicas, é fundamental que você fique por dentro da estrutura da redação do Enem, quais as competências são avaliadas e como é feito o cálculo da nota. 

Todas essas informações irão ajudar você a se preparar ainda mais para o Exame e realizar a redação com muito mais segurança.

Vamos lá?

Leia também: Séries para usar na redação do Enem

Como é a prova de redação do Enem?

A prova de redação do Enem é realizada a partir de uma frase-tema que geralmente aborda algum problema atual, seja ele mundial ou diretamente relacionado à sociedade brasileira.

Essa frase-tema é acompanhada por alguns textos de apoio, como pesquisas científicas, quadrinhos, ilustrações, notícias, entre outros. Esses conteúdos auxiliam os candidatos a refletir melhor sobre o tema proposto, além de fornecer alguns insights para a construção do texto.

A partir dessa frase, o candidato deverá produzir um artigo dissertativo-argumentativo, defendendo sua opinião sobre o tema, com base em dados, informações e argumentos concretos. 

Tudo isso para convencer o leitor de seu posicionamento e, principalmente, para provar para a banca avaliadora que, além de entender o tema proposto, esse candidato utilizou de seus conhecimentos para elaborar seu conteúdo.

A prova de redação do Enem exige uma única estrutura de texto, o que a diferencia de muitos vestibulares. Sendo assim, o candidato precisa escrever a sua redação em até 30 linhas.

No dia do exame, o candidato pode escrever sua redação em uma folha de rascunho e, após revisar o texto minuciosamente, deverá transcrevê-lo para a folha definitiva.

Competências avaliadas

A nota de redação do Enem vai de 0 a 1.000 pontos e a banca que faz essa avaliação considera como competências fundamentais os cinco itens abaixo:

  • Domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa; 
  • Compreensão da proposta de redação e aplicação conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Seleção, relacionamento, organização e interpretação de informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Demonstração de conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Elaboração de proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Como é calculada a nota de redação do Enem?

A nota de redação do Enem é calculada a partir da nota de dois avaliadores. 

Com base nas cinco competências listadas acima, os avaliadores atribuem para cada item uma nota de 0 a 200 pontos. Essa nota avalia o nível de conhecimento do aluno e o comprometimento com os itens exigidos.

Se, por um acaso, ocorrer uma divergência entre a nota dos dois avaliadores, um terceiro profissional fica responsável por dar a nota final ao candidato.

Dentro desses 200 pontos distribuídos em cada uma das competências, os avaliadores consideram: 

  • Desclassificado, o aluno que zerar a competência;
  • Precário, o aluno que conquistar 40 pontos;
  • Insuficiente, o aluno que obtiver 80 pontos na competência;
  • Mediano, a competência avaliada em 120 pontos;
  • Bom, o aluno que conquistar 160 pontos;
  • Ótimo, o aluno que conquistar a nova máxima, 200 pontos, na competência avaliada.

Leia também: Estrutura da redação do Enem: entenda como montar um texto nota 1.000

10 dicas para a redação do Enem

Agora que você conhece como é a prova, o modelo de texto exigido e as competências obrigatórias para conquistar uma boa nota, é hora de ficar por dentro das principais dicas para a redação do Enem. Confira:

1. Praticar, praticar, praticar!

Se você quer escrever melhor, a dica básica é praticar. 

Produza redações dos mais diversos temas, revise-as e também peça para que outras pessoas leiam seu trabalho. 

É claro que, conhecendo a estrutura exigida pela prova do Enem, você deverá praticar a escrita dissertativa-argumentativa.

Além disso, vale também escrever redações utilizando temas cobrados em edições anteriores da prova, assim como temas atuais e que poderiam cair no próximo Enem.

2. Cronometre o tempo de produção

Uma outra dica para redação do Enem é cronometrar o tempo que você gasta para produzir um texto. 

Ou seja, quando estiver praticando o exercício de redação, ative um cronômetro e veja quanto tempo você gasta para finalizar essa tarefa. 

No dia da prova de redação, o candidato tem, em média, 60 minutos para concluir a questão. Por isso, vá avaliando o tempo gasto e, com a prática constante, faça os ajustes necessários.

3. Evite a voz passiva

Como você já sabe, a redação do Enem deve ser escrita no modelo dissertativo-argumentativo. Além disso, seu texto precisa ser claro e direto, evitando assim ambiguidades.

Por isso, evite o uso da voz passiva e fique atento para não inverter a ordem dos elementos da oração.

4. Leia muito!

Bons escritores são também bons leitores. Por isso, adote a leitura como uma preparação para a prova de redação do Enem.

A leitura vai ajudar você a assimilar melhor as regras gramaticais e ortográficas de nossa língua, além de ampliar o seu repertório e estimular a criatividade. 

Uma dica importante é ampliar suas opções de leitura. Isso significa que você deverá ler os mais diversos tipos de texto, como por exemplo: jornais (para se manter sempre atualizado), blogs, livros, revistas, quadrinhos, entre outros.

5. Estude ortografia e gramática

O domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa é uma das competências avaliadas na correção da prova de redação. Por isso, é essencial que o candidato se dedique ao estudo da gramática e da ortografia.

Estude, fique atento, e sempre revise! Erros como concordância, pontuação, flexão, acentuação, entre outros, podem muito bem colocar a sua nota em risco.

6. Estude as redações nota 1.000 do Enem

Nada melhor do que se inspirar em quem conquistou a nota máxima do Enem em edições anteriores. Por isso, pesquise e estude as redações que conquistaram a nota 1.000 no Exame Nacional do Ensino Médio.

E aqui no Vai de Bolsa, você tem acesso a um artigo especial sobre os modelos de redação nota 1.000 que vão te inspirar a conquistar a nota máxima no Enem.

7. Estude o Guia de Redação do Enem

Você sabia que o Ministério da Educação – MEC – disponibiliza gratuitamente um Guia de Redação para a prova do Enem?

O MEC disponibiliza o Guia de Redação atualizado no portal do Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – junto ao edital do Exame.

Esse Guia traz alguns exemplos de redação nota 1.000 e também os comentários dos avaliadores da prova.

8. Leia o Edital do Enem

Não, não é exagero pedir que você dedique seu tempo para ler e entender o edital do Enem. Essa atividade é importante pois irá informá-lo sobre itens que, muitas vezes, passam despercebidos e podem custar a sua nota.

Um exemplo disso são os critérios que podem anular a sua redação.

Por isso, leia o edital com atenção e anote os pontos importantes que envolvem a produção e correção de sua redação.

9.  O que não pode faltar na hora da prova

No dia da prova, algumas dicas para redação do Enem não podem faltar. São elas:

  • Leia atentamente o que é pedido na questão de redação. Caso tenha domínio sobre o tema, desenvolva o texto. Mas, caso se sinta inseguro, faça outras questões e veja se alguma delas pode ajudar você com sua dissertação argumentativa.
  • Organize seu tempo e coloque em prática o que treinou enquanto cronometrava o tempo gasto na prática da redação durante seus estudos.
  • Fique atento à sua argumentação. Foque na sua defesa principal e evite que sua argumentação se distancie ou mesmo que fuja do tema solicitado.
  • Não se esqueça de propor uma intervenção social. Seguindo as regras básicas de um texto dissertativo-argumentativo, lembre-se de, após trabalhar sua argumentação, propor uma solução coerente ao problema apresentado.

10. Não se esqueça da revisão

Tanto nos exercícios de estudo, quanto na hora da prova, é fundamental que você faça uma revisão detalhada de seu texto. Leia, releia e leia de novo o seu texto, até ter certeza de que nenhum erro passou.

No dia da prova, utilize a folha de rascunho e só passe para a folha principal, quando tiver certeza de que o seu texto está correto.

Agora que você já tem em mãos as 10 dicas para a redação do Enem, é hora de praticar! E se surgir alguma dúvida, navegue pelo nosso blog e encontre diversos artigos sobre o tema.

  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *