Talvez você já tenha visto a figura do editor chefe em filmes ou séries. Ou então reparado nessa função nos créditos do telejornal. Mas você sabe o que esse profissional faz na prática? E como ele fez para chegar nessa posição? O editor chefe é o responsável por supervisionar todas as etapas de produção de um jornal impresso, revista, portal de notícias ou telejornal. Para chegar nesse posto, um dos caminhos mais indicados é um curso de graduação em jornalismo.

Em resumo, o editor chefe garante que os demais jornalistas estão seguindo a política editorial do veículo, ou seja, o estilo e tom exigido para as matérias. Além disso, serve como uma ponte entre a redação, onde trabalham os repórteres, e a parte administrativa da empresa de comunicação. 

Isso significa que essa é uma função de prestígio dentro das emissoras de televisão. Portanto, se você quer se tornar editor chefe de um telejornal, continue lendo nosso artigo e veja todas as dicas.

Vamos mostrar o que você precisa fazer para se tornar editor chefe de um jornal e também dar mais detalhes como o curso de jornalismo, um dos ideais para essa carreira profissional.

Vamos destacar também que há várias instituições de qualidade com cursos conceituados na área, como Estácio, FMU e IBMR. Confira!

Leia também: Série profissões do futuro: inovação e tecnologia

O que o editor chefe faz?

Você viu ali em cima que o editor chefe coordena a maior parte das atividades de um telejornal. Mas o que isso significa na prática? De maneira resumida, esse profissional garante que os conteúdos publicados são objetivos, relevantes e estão de acordo com as determinações da direção do jornal. 

Ele também revisa para saber se as imagens, textos e cortes das matérias estão corretos. Assim como confere fatos apresentados e pede novas pesquisas para o jornalista responsável, caso seja necessário.

Ou seja, trata-se de uma profissão que precisa passar muito feedback para os demais colaboradores. Além de receber as reclamações dos espectadores e lidar com possíveis implicações jurídicas do que foi ao ar. 

Como se tornar um editor chefe?

Pesquise sobre a função 

Antes de mais nada, é fundamental conhecer bem a função para saber se essa é mesmo a profissão que você quer. Dentro do jornalismo, por exemplo, existem muitas áreas e veículos. Além da televisão, você pode seguir o caminho dos jornais impressos ou online, revistas, rádios e podcasts.

Da mesma forma, você pode se especializar em cobertura esportiva, política, econômica, assim como segmentos de nicho, falando sobre moda, cultura ou bem estar. 

Pesquise bem sobre cada um e encontre profissionais famosos que sirvam como referência. Isso pode ajudar na hora de entender o que você precisa fazer para chegar onde eles chegaram!

Escolha uma boa faculdade

Depois de tomar a decisão por essa carreira, você precisa começar seus estudos na área. Ainda que a faculdade de jornalismo costume ser a opção mais direcionada, você também pode fazer outros cursos, caso eles também te interessem. 

Algumas boas opções para quem quer trabalhar na televisão são as graduações em Rádio e TV, Cinema e Produção Audiovisual

Mas além de escolher qual curso você vai fazer, é fundamental escolher uma boa universidade. Afinal, é nessa instituição que você vai aprender preceitos básicos e vai começar a formar um portfólio de trabalhos. 

Leia também: Melhores faculdades de jornalismo do Brasil: saiba quais são

Escreva e leia muito

Essa dica pode parecer estranha para quem deseja trabalhar com telejornalismo, mas a verdade é que um bom texto é o primeiro passo para passar informações objetivas ao público. Seja por escrito, vídeo ou áudio. E o editor chefe vai ter que revisar muitos conteúdos ao longo do trabalho. 

Portanto, escreva bastante e desenvolva a habilidade de editar textos. Ou seja, de fazer uma leitura crítica, identificando o que funciona ou não no conteúdo. 

Da mesma maneira, mantenha-se informado e desenvolva a sua bagagem cultural com livros, filmes, peças de teatro, histórias em quadrinhos, exposições de arte, entre outras maneiras. 

Tudo isso vai te ajudar a conquistar um olhar mais sensível para as imagens que aparecem na TV. Além de desenvolver a criatividade!

Desenvolva suas habilidades de liderança

Você viu ali em cima que o editor chefe é uma das posições de liderança mais importantes em um telejornal. Por isso, ele precisa também ter habilidades interpessoais, saber das feedbacks e ter capacidade de orientar a equipe.

Então se essa profissão é a sua carreira dos sonhos, comece desde já a desenvolver essas capacidades.

Procure se envolver em atividades em grupo, leia sobre gestão de pessoas e entenda quais as características mais importantes de quem ocupa essas posições. 

Ganhe experiência

Por fim, procure acumular experiências relevantes no seu currículo desde a faculdade. Muitas instituições oferecem a possibilidade de fazer parte do telejornal universitário ou produzir pequenos programas para a internet.

Abrace essas chances e comece a desenvolver um portfólio o quanto antes! Também busque estágios na área e depois de formado, comece em outras funções para aprender sobre a rotina do jornalismo para TV. 

Como funciona a faculdade de jornalismo?

Nós comentamos ali no início que ser jornalista de formação não é o único requisito para se tornar editor chefe de telejornal. Mas, com certeza, pode te colocar no caminho em busca dessa profissão. 

A graduação em jornalismo tem duração de 4 anos, divididos entre disciplinas práticas e teóricas, assim como estágio obrigatório e TCC. Entre as matérias que o aluno encontra, geralmente estão filosofia, sociologia, estética e empreendedorismo. Assim como laboratórios de jornalismo digital, telejornalismo e fotografia.

A ideia é que no fim do curso o graduado seja capaz de atuar em qualquer área da imprensa. Portanto, a faculdade possui diversas atividades nas quais os alunos vão apurar reportagens, escrever, filmar e editar pequenos trabalhos jornalísticos.

Onde estudar?

Nesse sentido, se você escolher cursar jornalismo, fique atento na hora de escolher a instituição. Busque uma universidade conceituada e com boa infraestrutura, que vá garantir que você consiga fazer seus trabalhos sem problemas!

Além disso, dê preferência para aquelas com professores capacitados e que, ao mesmo tempo, também tenham alguma experiência de mercado. Assim fica mais fácil conversar sobre o que vai te aguardar mais para frente e até receber futuras indicações!

Quer saber onde encontrar tudo isso? Tanto a FMU, quanto a Estácio e o IBMR oferecem cursos de comunicação muito conceituados. Acesse o site das faculdades e saiba mais sobre cada uma!

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui