Você já se perguntou como o Ministério da Educação avalia todas as faculdades que existem no país? Afinal de contas, são mais de duas mil instituições de ensino superior no país. Então hoje, vai descobrir a resposta: o Enade é o exame responsável por atestar a qualidade desses cursos. Continue lendo e saiba como essa prova funciona!

O que é o Enade?

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é uma prova aplicada pelo Ministério da Educação (MEC) nos cursos de ensino superior, tanto públicos quanto privados. Isso significa que todo curso que já tenha formado turmas deve receber uma nota, calculada com base no desempenho dos alunos e também outros fatores relevantes. 

Essa avaliação foi instituída em 2004 e desde então, cada curso deve passar pela prova a cada três anos, no máximo. 

De acordo com o MEC, essa janela existe porque não faz sentido avaliar um curso de graduação em curtos períodos de tempo. Afinal, as oscilações na qualidade do ensino demoram mais para ficar em evidência. 

Além disso, a prova tem um alto custo de aplicação, pois é ofertada para estudantes de todas as instituições brasileiras de ensino superior. 

Para que serve?

Se você já está matriculado em uma instituição de ensino superior, o Enade pode ajudar a julgar a qualidade do ensino que você tem recebido. Além disso, ele é um critério importante para a sua formatura, caso você se enquadre nos alunos habilitados para a prova.

Já se você ainda está escolhendo qual faculdade cursar, o Enade pode ser uma importante medida de qualidade das universidades. Afinal, instituições com notas inferiores a 3 são consideradas de ensino insuficiente e podem até ser fechadas pelo Ministério da Educação.

Como é a prova do Enade?

A prova do Enade tem o objetivo de fazer um diagnóstico completo da educação superior no país. Por isso, ela é dividida em duas partes: Formação Geral e Componente Específico. 

A primeira parte, igual para todos os cursos, é composta por 10 perguntas generalistas, que buscam avaliar o conhecimento do aluno em questões gerais importantes aos brasileiros. Dessas questões, 8 são objetivas e 2 são discursivas. Somadas, elas correspondem a 25% do peso da prova. Confira a seguir um exemplo de questão que caiu na edição 2018 do Enade.

Exemplo de questão de Formação Geral

A Economia Solidária expressa formas de organização econômica – de produção, prestação de serviços, comercialização, finanças e consumo – baseadas no trabalho associado, na autogestão, na propriedade coletiva dos meios de produção, na cooperação e na solidariedade. São diversas atividades econômicas realizadas por organizações solidárias como cooperativas, associações, empresas recuperadas por trabalhadores em regime de autogestão, grupos solidários informais, fundos rotativos etc. Nos últimos anos, a Economia Solidária tem experimentado expansão no Brasil, em especial, dentre os segmentos populacionais mais vulneráveis. 

Considerando as informações apresentadas, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 

  1. O fomento de atividades econômicas orientadas pelos princípios da Economia Solidária deve ser objeto de atenção no âmbito da gestão pública e requer políticas voltadas para essa área de atuação. 

PORQUE 

  1. A destinação de recursos públicos para empreendimentos fundamentados na Economia Solidária viabiliza a inclusão de diversos segmentos sociais na economia e promove a valorização de práticas e saberes construídos coletivamente. 

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 

  • As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I. 
  • As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I. 
  • A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
  • A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. 
  • As asserções I e II são proposições falsas.

Resposta certa: A

Como você pode perceber, as questões de Formação Geral do Enade são bastante parecidas com as do Enem e dependem bastante de interpretação de texto. Além disso, abordam temas sociais e relevantes para os Direitos Humanos.

Já a segunda parte, do Componente Específico, busca entender se o aluno absorveu os conhecimentos necessários na área estudada. Ou seja, se obteve a formação básica para se graduar naquele curso. Essa parcela soma 30 questões, sendo 3 discursivas e 27 objetivas, e o peso dessa avaliação é de 75%.

O que a prova avalia?

Como você viu, a prova do Enade busca nivelar a qualidade do ensino superior no Brasil, assim como identificar instituições que estão apresentando resultados abaixo do esperado. 

Mas além da prova, a aplicação do Enade também serve para avaliar outros aspectos das faculdades brasileiras. Junto com a avaliação, são feitas outras perguntas, por meio do Questionário do Estudante, do Questionário de Percepção de Prova e Questionário do Coordenador de Curso. Com essas outras informações, o MEC consegue ter uma visão mais ampla sobre a instituição e pode compreender os motivos que levaram a determinado resultado.

Como o MEC utiliza a nota do Enade?

A nota do exame é um dos componentes do Conceito Enade, utilizado para avaliar a qualidade de ensino em determinada instituição. Esse valor varia de 1 a 5 também pode levar em conta a qualificação dos docentes e a qualidade da infraestrutura disponibilizada aos estudantes. 

Quando uma instituição não atinge a nota média (3), ela pode ser reavaliada pelo MEC, com a visita de avaliadores indicados pelo Ministério, para julgar se a faculdade está oferecendo os instrumentos necessários para a aprendizagem. 

Caso fique comprovado que a qualidade do ensino é baixa, a instituição pode ser punida com medidas administrativas e até ter novas vagas cortadas. Só no ano passado, cerca de 30% dos cursos avaliados tiveram nota inferior à média. 

Quem deve fazer o ENADE?

A prova do Enade deve ser feita por todos os estudantes concluintes de cursos de graduação que serão avaliados naquele ano. Ou seja, neste ano devem fazer a avaliação todos aqueles alunos que tenham expectativa de conclusão do curso até julho de 2020 ou que tenham cumprido 80% ou mais da carga horária mínima do currículo até o último dia de inscrição do Enade 2019. 

Portanto, preste atenção! Se o seu curso está entre os listados deste ano e você foi habilitado, significa que a prova é um requisito obrigatório para a formatura.

Cadastro do estudante no INEP para fazer o ENADE

Quem é considerado habilitado para o Enade precisa ser cadastrado no portal do INEP pela instituição na qual estuda. Mas lembre: é obrigação de cada aluno responder ao Questionário do Estudante na plataforma do Enade ou a sua situação no sistema pode constar como irregular, atrapalhando a sua formatura. 

Quais cursos serão avaliados pelo Enade em 2019?

Faz faculdade e ficou com curiosidade para saber se o seu curso está entre os avaliados em 2019? Veja a seguir a lista divulgada pelo Ministério da Educação no início deste ano.

Cursos que conferem diploma de bacharel nas áreas de: Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia e Zootecnia.

Cursos que conferem diploma de tecnólogo nas áreas de: Tecnologia em Agronegócio, Tecnologia em Estética e Cosmética, Tecnologia em Gestão Ambiental, Tecnologia em Gestão Hospitalar, Tecnologia em Radiologia, Tecnologia em Segurança no Trabalho.

Quando vai acontecer a prova do Enade 2019?

O Enade em 2019 vai ocorrer no dia 24 de novembro, a partir das 13h30. A prova será encerrada às 17h30, totalizando quatro horas de duração. Mas fique atento, a abertura dos portões acontece às 12h e seu fechamento, às 13h. Portanto, os estudantes precisam se apresentar no lugar de prova dentro do horário, com documento de identificação com foto e caneta esferográfica de tinta preta. 

Além disso, o seu local de prova estará disponível no sistema Enade a partir de 8 de novembro. 

Gostou de saber mais sobre o Enade? Então entenda com mais detalhes quais são os critérios para a nota do MEC às melhores instituições de ensino!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui