Tudo o que você precisa saber sobre o Encceja

0
4

O Encceja é a oportunidade ideal para quem não conseguiu finalizar os estudos na idade prevista. Se esse é o seu caso e você está em dúvida se vale a pena fazer, antes de mais nada, saiba que vale sim.

Este artigo vai te contar tudo que precisa saber sobre este exame.

Encceja: o que é?

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) é uma prova criada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em 2002 aplicada em todo país.

Como o próprio nome indica, o objetivo deste exame é avaliar as competências, saberes e habilidades de jovens e adultos que não finalizaram o Ensino Fundamental ou Ensino Médio na faixa etária adequada.

Ao atingir um resultado suficiente na prova, o candidato garante o certificado de conclusão da etapa a que se inscreveu: Ensino Fundamental ou Ensino Médio.

Até 2016, era possível candidatar-se para a aquisição do Certificado do Ensino Médio pela realização do Enem, mas, em 2017, esta condição passou a ser exclusiva do Encceja.

Quem pode se inscrever no Encceja?

Para participar do Encceja para a certificação do Ensino Fundamental, o candidato precisa ter, no mínimo, 15 anos completos até a data de realização do exame, além de não ter concluído esta etapa da Educação Básica.

Para participar do Encceja para a certificação do Ensino Médio, o candidato precisa ter, no mínimo, 18 anos completos até a data de realização do exame, além de não ter concluído esta etapa da Educação Básica.

O Encceja é gratuito?

O Encceja é um exame gratuito e voluntário, com o intuito de oportunizar e democratizar aos jovens e adultos que, por diversos motivos, não conseguiram concluir na idade adequada o Ensino Fundamental e o Ensino Médio.

Quais os quatro tipos de aplicações do Encceja?

O Encceja possui quatro tipos de aplicações com cronograma e editais específicos, a fim de atender quatro públicos distintos:

  • Encceja Nacional: para residentes no Brasil;
  • Encceja Nacional PPL: para pessoas privadas de liberdade ou sob medidas socioeducativas residentes no Brasil;
  • Encceja Exterior: para brasileiros residentes no exterior;
  • Encceja Exterior PPL: para brasileiros privados de liberdade ou sob medidas socioeducativas residentes no exterior.

Inscrição para o Encceja Nacional

Para participar do exame, é preciso acessar o site oficial do Encceja. É importante saber que as inscrições só são realizadas diretamente pelo site oficial e por nenhum outro lugar.

Os documentos necessários para a inscrição no Encceja são:

  • Registro Geral – Documento de identidade (RG);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • E-mail válido.

O formulário oficial de inscrição será disponibilizado e o candidato deverá registrar os documentos necessários listados e os demais dados pessoais solicitados.

É imprescindível que os dados estejam atualizados e que o e-mail esteja válido e ativo, pois ele será também um canal de comunicação entre o candidato e a direção do Encceja.

Após a inscrição, já perto da data de realização da prova, o candidato deve acessar a Página do Participante do Encceja e consultar seu Cartão de Confirmação, que indicará o local de prova, horário e data.

Inscrição para o Encceja Exterior

Para os brasileiros que residem no exterior, o processo de inscrição deve ser realizado também no site do Inep, na sessão Encceja Exterior.

Os dados necessários são os mesmos do Encceja Nacional, mas, além da indicação da etapa de ensino, o candidato deve indicar também as áreas do conhecimento para as quais deseja realizar o exame.

Após a inscrição, em data mais próxima do exame, será gerado para o candidato um Cartão de Confirmação de Inscrição no qual constará o endereço do local de prova, o horário, as áreas do conhecimento para a qual se inscreveu, entre outras informações.

Para solicitar o Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio ou a Declaração Parcial de Proficiência, o candidato deve entrar em contato com o Ministério das Relações Exteriores para solicitar a emissão do documento.

Cabe ao Ministério das Relações Exteriores o encaminhamento do certificado e declaração de proficiência dos participantes para as Embaixadas e Consulados no Brasil nos países participantes do Encceja Exterior.

Confira a lista a seguir dos países participantes do Encceja Exterior:

  • Bélgica (Bruxelas);
  • Espanha (Barcelona e Madri);
  • Estados Unidos (Boston, Houston, Nova Iorque e Miami);
  • França (Paris);
  • Guiana Francesa (Caiena);
  • Holanda (Amsterdã);
  • Itália (Roma);
  • Japão (Nagóia, Hamamatsu e Tóquio);
  • Portugal (Lisboa);
  • Reino Unido (Londres);
  • Suiça (Genébra);
  • Suriname (Paramaribo).

Inscrição para o Encceja PPL, no Brasil e no exterior

O Inep possui uma Política de Acessibilidade e Inclusão a qual compreende na educação um elemento transformador e emancipador.

Seu intuito é reduzir tanto a exclusão social quanto a reincidência criminal ao levar o Encceja para um público que possui oportunidade e liberdade limitada.

Por isso, o Encceja também é ofertado às Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) ou sob medidas socioeducativas.

Para a inscrição no Encceja de pessoas nessas condições, o responsável pedagógico é quem realizará este procedimento a partir do desejo do participante, também no site do INEP, na sessão Unidades Prisionais.

Na inscrição do Encceja PPL, é necessário que seja indicado a etapa de ensino e as áreas do conhecimento para as quais o candidato deseja realizar o exame.

É importante ressaltar que o Ennceja só poderá ser aplicado nas unidades prisionais ou socioeducativas que firmarem previamente, no tempo adequado indicado pelo Inep, o Termo de Adesão online disponível no site oficial.

A “Cartilha para Aplicação de Exames para Pessoas Privadas de Liberdade – PPL”, referente ao Encceja, pode ser consultada no Portal do Inep.

 

Como são as provas do Encceja?

O Encceja é composto por 4 provas e uma redação temática, tanto para quem se inscreve para obter o certificado de conclusão do Ensino Fundamental quanto para quem se inscreve para obter o certificado do Ensino Médio.

As quatro provas são aplicadas no mesmo dia: duas no período da manhã e duas no período da tarde, no mesmo local para o qual o aluno foi designado e indicado pelo Inep.

Cada prova faz referência a uma área do conhecimento e contém 30 questões de múltipla escolha.

Veja as áreas de conhecimento do Ensino Fundamental e seus componentes curriculares:

  • Prova I – Ciências Naturais
    • Componente curricular: Ciências
  • Prova II – História e Geografia
    • Componente curricular: História, Geografia, Filosofia e Sociologia
  • Prova III – Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Educação Artística e Educação Física
    • Componente curricular: Língua Portuguesa com redação, Inglês, Espanhol, Artes e Educação Física
  • Prova IV – Matemática
    • Componente curricular: Matemática

Veja as áreas de conhecimento do Ensino Médio e seus componentes curriculares:

  • Prova I – Ciências da Natureza e suas Tecnologias
    • Componente curricular: Química, Física e Biologia
  • Prova II – Ciências Humanas e suas Tecnologias
    • Componente curricular: História, Geografia, Filosofia e Sociologia
  • Prova III – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
    • Componente curricular: Língua Portuguesa com redação, Inglês, Espanhol, Artes e Educação Física
  • Prova IV – Matemática e Suas Tecnologias
    • Componente curricular: Matemática

Como se preparar para realizar o Encceja?

No Portal do Inep é possível encontrar uma sessão específica de livros, cartilhas, matriz de referências, leis e outros documentos referentes ao Encceja.

Nesta sessão o candidato pode acessar também materiais específicos das áreas do conhecimento e disciplinas que dão base para as questões elaboradas que caem na prova.

Por meio deles, o candidato pode estudar e se preparar a realização do exame.

O site do Inep também disponibiliza acesso às provas e gabaritos das edições anteriores do Encceja. Dessa forma, os candidatos podem conhecer e estudar os modelos de provas e questões aplicadas no exame.

Todo o material disponibilizado pelo Inep do Encceja é gratuito.

Encceja: exame baseado em competências

O Encceja é um exame baseado em competências, ou seja, visa avaliar jovens e adultos de acordo com suas habilidades desenvolvidas nas áreas de conhecimento das etapas de ensino Fundamental e Médio.

De acordo com o MEC, seu objetivo é:

“Construir uma referência nacional de educação para jovens e adultos por meio da avaliação de competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais, entre outros.”

Dessa forma, as áreas do conhecimento foram determinadas de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e as suas respectivas competências.

Competências para o Ensino Fundamental

Confira a seguir algumas das competências avaliadas no Encceja para o Ensino Fundamental, de acordo com as respectivas áreas do conhecimento:

  • Ciências Naturais

    • Compreender a ciência como atividade humana, histórica, associada a aspectos de ordem social, econômica, política e cultural; compreender o Sistema Solar, enfatizando a Terra em sua constituição geológica e planetária própria, situando o ser humano no espaço e no tempo em relação ao Universo.
  • História e Geografia

    • Reconhecer a formação e a organização do espaço geográfico a partir das transformações ocorridas no campo e na cidade; compreender a importância do patrimônio cultural e suas relações com a organização das sociedades.
  • Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Educação Artística e Educação Física

    • Compreender as relações entre o texto literário e o contexto histórico, social, político e cultural, valorizando a literatura como patrimônio nacional; reconhecer e valorizar a linguagem de seu grupo social e as diferentes variedades da língua portuguesa, procurando combater o preconceito linguístico.
  • Matemática

    • Construir e utilizar conceitos algébricos para modelar e resolver problemas; construir e ampliar noções de grandezas e medidas para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.

Competências para o Ensino Médio

Confira a seguir algumas das competências avaliadas no Encceja para o Ensino Médio, de acordo com as respectivas áreas do conhecimento:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias

    • Apropriar-se de conhecimentos da química para compreender o mundo natural e para interpretar, avaliar e planejar intervenções científicotecnológicas no mundo contemporâneo; apropriar-se de conhecimentos da biologia para compreender o mundo natural e para interpretar, avaliar e planejar intervenções científicotecnológicas no mundo contemporâneo.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias

    • Utilizar os conhecimentos históricos para compreender e valorizar os fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuação consciente do indivíduo na sociedade; compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

    • Entender os princípios, a natureza, a função e o impacto das tecnologias da comunicação e da informação, na sua vida pessoal e social, no desenvolvimento do conhecimento, associando-os aos conhecimentos científicos, às linguagens que lhes dão suporte, às demais tecnologias, aos processos de produção e aos problemas que se propõem solucionar; compreender e usar os sistemas simbólicos das diferentes linguagens como meios de organização cognitiva da realidade pela constituição de significados, expressão, comunicação e informação.
  • Matemática e Suas Tecnologias

    • Compreender o caráter aleatório e não-determinístico dos fenômenos naturais e sociais e utilizar instrumentos adequados para medidas e cálculos de probabilidade, para interpretar informações de variáveis apresentadas em uma distribuição estatística; construir e ampliar noções de variação de grandeza para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.

O Encceja possui atendimento especializado?

O Encceja oferece atendimento especializado para as seguintes situações:

  • Participantes com baixa visão, cegueira ou visão monocular;
  • Participantes com deficiência física;
  • Participantes com deficiência auditiva ou surdez;
  • Participantes com deficiência intelectual (mental);
  • Participantes com surdocegueira;
  • Participantes com dislexia, déficit de atenção, autismo e/ou discalculia.

Para os casos necessários e comprovados, o Encceja ofertará a prova:

  • Com os recursos de acessibilidade;
  • Prova em braile;
  • Prova com letra ampliada (fonte do tamanho 18 e figuras ampliadas);
  • Prova com letra superampliada (fonte do tamanho 24 e figuras ampliadas);
  • Com tempo adicional e/ou mobiliário acessível. O tempo adicional somente será concedido mediante aprovação de documento, declaração ou parecer que motivou a solicitação de atendimento especializado.

Atenção: Todo atendimento especializado deve ser solicitado no momento da inscrição!

Como saber se foi aprovado ou não?

O candidato, para ser aprovado, deve realizar as 4 provas e redigir as 4 redações propostas, referente às 4 áreas do conhecimento do Ensino Fundamental ou Ensino Médio, de acordo com a etapa de ensino para a qual se inscreveu.

Para cada etapa do conhecimento o candidato deve alcançar o mínimo de 100 pontos, de 180 pontos no total.

Na redação, o candidato deve atingir o mínimo de 5 pontos, de 10 pontos no total.

Após a realização das provas do Encceja, é possível emitir dois documentos, de acordo com os resultados atingidos:

  • Certificado de Conclusão de Ensino Fundamental ou Ensino Médio: o certificado estará disponível para o candidato que obtiver a nota mínima exigida em cada uma das 4 provas do exame e na redação. O certificado será correspondente à etapa de ensino para a qual foram feitas as provas.
  • Declaração de Parcial Proficiência: para o candidato que não obtiver a nota mínima exigida em cada um das 4 provas do exame e na redação, não há o direito do certificado de conclusão, mas será possível a emissão de uma declaração de proficiência em uma ou mais disciplinas nas quais ele atingiu a nota mínima.

Como faço para pegar meu certificado?

O Inep é responsável pela elaboração, aplicação e correção das provas do Encceja, mas não é responsável pela emissão de certificado de conclusão ou declaração de proficiência.

Assim, no ato da inscrição, o candidato deverá indicar a Instituição Certificadora que será responsável pela emissão do seu certificado ou declaração.

Esta emissão não é automática. Por isso, após a divulgação do resultado final do Encceja, o candidato deverá comparecer na Instituição Certificadora escolhida e solicitar o seu certificado ou declaração parcial de proficiência, o qual terá direito a partir dos resultados alcançados nas provas do exame.

O prazo para a emissão do documento final e para a retirada do documento será indicado pela própria instituição quando comparecer para solicitar o certificado ou a declaração.

É possível fazer o Encceja novamente em caso de reprovação?

Caso o candidato seja reprovado, é possível se inscrever na edição do Encceja no ano seguinte.

Nas disciplinas e áreas do conhecimento que o candidato tiver obtido o mínimo de pontuação, ele poderá fazer a emissão da Declaração Parcial de Proficiência, a fim de realizar, na próxima edição, as provas das áreas em que não obteve a pontuação exigida, sem precisar repetir as demais.

Enfim, vale a pena fazer o Encceja?

Com certeza vale a pena!

Aproveite as próximas edições, estude o material indicado e disponível no site do Inep, inscreva-se no Encceja e conquiste o seu certificado de conclusão do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Quem sabe os próximos passos já serão em busca do tão sonhado diploma da graduação, pós graduação e por aí vai!

O Blog Vai de Bolsa tem dicas atuais para você estudar e se preparar da melhor forma possível. Explore já! Deixe também seu comentário a seguir!