Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
técnico de enfermagem

Enfermagem do trabalho: o que é e como trabalhar na área

A enfermagem, assim como diversas outras profissões, possibilita um mercado de trabalho variado para seus profissionais. Uma área que vem crescendo muito, principalmente depois da regularização das medidas de segurança e proteção à saúde do trabalhador, pela Norma Regulamentadora (NR 4), é a enfermagem do trabalho. Depois da Norma Regulamentadora o enfermeiro do trabalho passou a fazer parte da equipe do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) nas empresas.

Conheça mais sobre a Enfermagem do Trabalho! Saiba o que é preciso para ser um profissional da área, mercado de trabalho e média salarial.

Enfermagem do Trabalho – o que é?

A área de Enfermagem do Trabalho, como especialização dentro da enfermagem, é relativamente nova. Ela surgiu com a necessidade que as empresas sentiam em ter um profissional da saúde dentro do seu quadro de funcionário. No início a área de Enfermagem do trabalho tinha uma abrangência pequena. O profissional atuava apenas em atendimentos de emergência, em locais específicos de trabalho.

Como dito anteriormente, com a regularização das medidas de segurança e proteção à saúde do trabalhador por meio da Norma Regulamentadora (NR 4), o profissional passou a integrar a equipe do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e ter uma abrangência maior do seu escopo de trabalho. A equipe de SESMT é multidisciplinar e normalmente conta com um supervisor de segurança do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, auxiliar de enfermagem do trabalho e médico do trabalho.

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Além de realizar atendimentos emergenciais, o profissional da enfermagem do trabalho atua em todo o cuidado voltado para a saúde dos trabalhadores. Fatores como o ambiente de trabalho, tipos de atividades e riscos, físicos ou psicológicos a que o trabalhador está sujeito também estão dentro do seu escopo de trabalho. Seu objetivo é manter o bem-estar dos funcionários, seus familiares e dependentes.

Leia também: Conheça 6 cursos técnicos na área da saúde

O dia a dia do enfermeiro do trabalho

O profissional da enfermagem do trabalho está apto a realizar atendimentos emergenciais e prestar os primeiros socorros, caso seja necessário. Além disso, também pode administrar medicamentos, coletar materiais para exames, fazer curativos, imobilizações e diversos outros procedimentos. O enfermeiro também deve ser o responsável por realizar o encaminhamento para um médico, quando necessário.

Também é sua função gerenciar e organizar o ambulatório da empresa, além de cuidar dos materiais, das pessoas e realizar levantamentos para que nada falte.

As principais atribuições de um enfermeiro do trabalho costumam ser:

  • prestar primeiros socorros aos funcionários;
  • dar encaminhamento do trabalhador para tratamentos adequados;
  • reabilitar o funcionário ao trabalho;
  • avaliar e realizar o acompanhamento de casos de enfermidade;
  • prescrever cuidados com a saúde;
  • promover campanhas internas de prevenção e de cuidado com a saúde, tanto física quanto mental;
  • criar projetos de incentivo para melhorar os hábitos dos colaboradores;
  • criar projetos que visam minimizar riscos de acidentes e doenças do trabalho;
  • organizar e gerenciar o setor de enfermagem dentro da empresa;
  • identificar e realizar a prevenção de problemas no ambiente de trabalho;
  • instruir sobre a proteção contra agentes químicos, físicos ou biológicos;
  • analisar as condições de higiene, insalubridade e periculosidade no ambiente de trabalho;
  • treinar os integrantes da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA), em assuntos relacionados a prevenção de doenças dos funcionários.

O que é preciso para se tornar um profissional da Enfermagem do Trabalho?

Primeiramente, é necessário que o profissional seja graduado em Enfermagem e membro ativo do Conselho Regional de Enfermagem (Coren). Profissionais que são técnicos de enfermagem ou auxiliar de enfermagem não podem ser enfermeiros do trabalho, apenas graduados de Enfermagem. Além disso, é necessário que o profissional faça uma especialização em Enfermagem do Trabalho. A especialização pode durar de dois a quatro semestres e a grade curricular possui matérias específicas, como:

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

  • Legislação em Saúde do Trabalhador;
  • Saúde Mental no Trabalho;
  • Atenção à Saúde do Trabalhador;
  • Doenças Ocupacionais;
  • Biossegurança;
  • Ergonomia;
  • Vigilância em Saúde do Trabalhador;
  • Toxologia;
  • Saneamento do meio, higiene e segurança do trabalho.
 Algumas características são muito importantes para esse profissional, como proatividade, comprometimento, empatia, liderança e vontade de trabalhar em equipe. Também é muito importante que o profissional tenha uma boa comunicação e saiba passar informações de forma clara e coerente, já que poderá ministrar cursos e palestras.

Onde o enfermeiro do trabalho pode atuar?

O profissional da área de enfermagem do trabalho pode atuar em diversos tipos de empresas e instituições, por exemplo:

  • fábricas;
  • indústrias;
  • comércio;
  • sindicatos;
  • postos de Saúde;
  • hospitais;
  • escolas.

Ou seja, o profissional pode atuar em qualquer instituição que preze pela saúde e bem-estar dos seus funcionários, que atenda à norma regulamentadora citada no início do texto. Além disso, existem diversas empresas que possuem uma carga horário parcial de três horas, permitindo que o profissional acumule diversas ocupações, aumentando a fonte de renda.

O profissional também pode prestar concursos públicos, optar pela carreira acadêmica ou então abrir o seu próprio negócio. Existem diversos profissionais que optam por criar uma consultoria especializada, que presta serviço para diversas empresas.

Remuneração do profissional de Enfermagem do Trabalho

Quanto mais empresas se conscientizam sobre a importância de cuidar dos seus funcionários e prevenir doenças ocupacionais, mais a área de Enfermagem do Trabalho cresce. Atualmente é possível identificar uma crescente de vagas nessa área, no mercado de trabalho.

A remuneração do profissional pode variar de R$ 2 mil a R$ 5 mil, dependendo da empresa, segmento, ramo, porte, estrutura e até mesmo da sua região. Segundo o Guia de Profissões e Salários da Catho, a média salarial do profissional da enfermagem do trabalho no Brasil é de R$ 3.207,68.

O Site Nacional de Empregos (SINE) apresenta a média salarial de acordo com a senioridade do profissional e trabalho da empresa. Segundo o SINE, um iniciante na carreira de Enfermagem do Trabalho, em uma empresa de pequeno porte, ganha um salário em torno de R$ 1.700 a R$ 2.100. Já um profissional com cerca de oito anos de experiência, em uma empresa de grande porte, pode receber um salário de aproximadamente R$ 7.000.

Benefício para a empresa

Contar com um profissional da Enfermagem do Trabalho no quadro de funcionários é um grande beneficio para a empresa. Normalmente quem investe nesse profissional colhe bons frutos. Isso porque a empresa passa a acompanhar a saúde de seus funcionários, o que gera, em consequência, maior segurança e engajamento do trabalhador, e com isso mais produtividade e desempenho. Além disso, com a diminuição de acidentes e de risco no trabalho, a qualidade de vida do trabalhador aumenta e a empresa economiza.

Você gosta da área de enfermagem? Possui uma grande preocupação com os trabalhadores? Então a área de Enfermagem do Trabalho pode ser a carreira ideal para você.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *