Estudar com filhos pequenos pode ser uma tarefa bastante difícil. Principalmente, para quem mora em cidade grande e longe da família. As dificuldades para quem deseja conciliar trabalho, estudo e família são inúmeras. Em consequência disso, não é à toa que se costuma ver os pais desistindo da graduação ou trancado um semestre e outro para dar conta de todas as tarefas que a família exige simultaneamente com o trabalho.

Mas graças à tecnologia, nem tudo está perdido. Para quem sofre com deslocamento e não pode se afastar de casa, uma das saídas possíveis de estudar com filhos pequenos é fazer uma graduação a distância.

Os cursos a distância, conhecidos também como Ead, são opções interessantes para se obter o diploma de ensino superior ou um certificado de pós-graduação. Pois muitos pais não têm condições de frequentar um curso presencial por causa da demanda que outras tarefas, obrigações ou dificuldades exigem. Temos ótimas opções de cursos na Estácio e na FMU, por exemplo.

Portanto, essa modalidade de ensino acaba sendo uma saída bastante estratégica por conta da flexibilidade de horários e a possibilidade de estudar em casa. A seguir enumeramos 10 dicas para que você consiga conciliar a rotina de cuidados com os filhos pequenos com os estudos.

Leia também: Segunda graduação: guia para mudar de carreira

Como estudar com filhos pequenos

Tanto a paternidade, quanto a maternidade exigem muito tempo de dedicação dos pais. Pois os pequenos necessitam de atenção em tempo integral. Estudar com filhos pequenos acaba sendo difícil por conta disso. Pois, quando chega na hora de cumprir uma obrigação, o cansaço é tanto, que é mais fácil se render para descansar e recuperar as energias e aí a pessoa acaba desistindo de avançar nos estudos por conta disso, por exemplo.

Mas saiba que para estudar com filhos pequenos, é preciso fazer uns sacrifícios e as horas de descanso precisam ser repensadas para avançar com essa atividade. Veja a seguir algumas dicas que podem ser úteis para você dar continuidade, permanecer ou voltar aos estudos.

1- Avalie a possibilidade de fazer um número de disciplinas menor

Essa dica serve se você faz um curso presencial. Sempre é possível optar por um número mínimo de disciplinas em uma graduação. Se você necessita estar em casa em um horário determinado e é possível se afastar algumas horas dos filhos.

Essa opção pode ser bastante interessante. Pois evita que você tranque o semestre completamente e perca o ritmo de estudo e faça um limite mínimo de disciplinas, que irá permitir que você tenha horários mais flexíveis e até folga das aulas em alguns dias da semana.

Se você é da região de São Paulo, o Centro Universitário FMU permite que você utilize a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para ingresso e oferece um ensino de qualidade e flexível. Além disso, conforme a sua pontuação, você pode obter uma bolsa de estudos de até 100% do valor do curso.

Muitas vezes estender a graduação por mais tempo pode ser uma vantagem do que parar de estudar completamente. Isso fará com que você permaneça na universidade e não atrase tanto o prazo para se formar.

Além disso, um número menor de disciplinas garante uma carga horária menor de estudos para o semestre, dando tempo para você organizar a vida e ver como as coisas se acomodam até voltar a cursar 100% da grade curricular.

2- Faça um curso a distância

Essa pode ser a melhor opção para quem não pode se ausentar de casa. O nível de qualidade de um curso a distância é bastante alto nos dias atuais. As instituições de ensino são muito fiscalizadas e devem cumprir uma série de exigências.

Portanto, o valor de um diploma obtido na modalidade a distância de ensino tem o mesmo peso que o de uma graduação presencial. Para isso, basta escolher uma instituição séria e renomada. A Estácio é um bom exemplo de instituição que oferece cursos a distância reconhecidos pelo MEC ( Ministério da Educação).

Estudar a distância, garante a você uma série de benefícios, entre eles uma flexibilidade de horários e estudar onde você desejar. Essa pode ser uma solução muito estratégica para você aproveitar a hora de descanso dos pequenos para estudar.

Para cursar essa modalidade de ensino, é preciso ter um computador e internet e cuidar com o prazo das aulas e avaliações.

3- Avalie a possibilidade de contratar uma babá

Essa opção não é a mais econômica e também um decisão que nem sempre é muito fácil de ser tomada. Mas uma babá pode auxiliar você por algumas horas enquanto aproveita esse tempo para estudar. Para isso, é fundamental ver e rever o orçamento se essa opção cabe no bolso.

O auxílio de uma babá pode ser bastante útil, principalmente para ajudar a criança a se socializar. É preciso tomar cuidado apenas quais são os hábitos que esse profissional irá inserir na vida de seus filhos, como televisão, por exemplo.

Mas, de modo geral, essa opção acaba sendo bastante positiva, pois alguns cuidadores costumam desenvolver atividades com as crianças, auxiliando no desenvolvimento cognitivo e motor da criança.

4- Conte com a ajuda dos outros

Não exite em pedir ajuda para a família. Principalmente se você estiver necessitando de tempo para estudar para provas ou fazer trabalhos. A ajuda de outras pessoas pode ser muito bem-vinda nesses casos, tirando um pouco a sobrecarga de estar dando atenção 100% do tempo para os filhos.

Se você puder contar com a ajuda de terceiros também, ótimo. Essa pode ser uma estratégia para conseguir um tempo para focar completamente nos estudos. Mas tome cuidado para não abusar da boa vontade dos outros, acarretando em algum tipo de desconforto para a amizade.

5- Estabeleça rotinas

Os primeiros anos de vida de uma criança geralmente são de bastante rotina, como: hora de comer, dormir, brincar e etc. Estabeleça rotina em que as crianças tenham um determinado horário de sono e utilize esse tampo para estudar.

Vale lembrar que pode não ser muito extenso esse tempo, mas será útil de alguma maneira para fazer uma leitura ou repassar algum conteúdo.

6- Mantenha as crianças ocupadas

Essa dica é útil para quem tem filhos maiores. Estabeleça rotina de atividades para as crianças. Isso é fundamental para você mantê-los ocupados e assim conseguir algum tempo para dar conta de um conteúdo ou ler algo que esteja necessitando.

Além disso, criar atividades ajuda a desenvolver o processo de aprendizagem e criativo dos pequenos. Para isso, invista em livros de colorir, Lego, quebra-cabeças, entre outros. Certamente, isso terá um efeito positivo na vida deles.

7- Defina um lugar para estudar

Esse quesito é fundamental. Saiba que você não conseguirá se desenvolver nos estudos se não tiver um local adequado para estudar. É importante que você possa estudar onde seu filho não esteja vendo você.

Pois, quando a criança vê o pai ou a mãe, é comum que ela queira chamar a atenção e isso fará com que você perca a concentração nas atividades que estava fazendo.

Além disso, para estudar, é importante ter sossego e esse local deve garantir isso a você. Ao definir o lugar adequado para estudar, você terá mais conforto, tranquilidade e terá ao seu alcance tudo que necessita para estudar, até mesmo com os filhos pequenos em casa.

8- Aproveite bem o tempo

Para garantir a produtividade dos estudos, é importante fazer uma boa gestão do tempo. Isso ajuda a você a não comprometer as horas de lazer com as de estudo e permite que você se organize e trace planos e metas para cumprir.

Além disso, ao aproveitar o tempo de forma eficiente, garante mais motivação, evitando que o estudo seja um peso e uma obrigação extenuante.

9- Aproveite bem as aulas

Aproveitar aquilo que é ensinado em aula, evita que você perca um tempo valioso na hora de estudar, reduzindo bastante essa a duração dessa tarefa. Para fazer isso, esteja 100% conectado naquilo que o professor está dizendo e abandone toda e qualquer distração, como celular, por exemplo.

Lembre-se de que é preciso fazer esse tempo das aulas render e é fundamental que você acompanhe cada detalhe do que é explicado para não ter que correr atrás depois.

10- Avalie a possibilidade de deixar as crianças em uma creche

Muitos pais têm resistência em deixar a criança em alguma escolinha infantil. Certamente, essa não é uma decisão muito simples, pois exige uma série de considerações. Saiba que colocar a criança em uma escolinha é muito positivo para o desenvolvimento. Pois ajuda muito na sociabilidade e no desenvolvimento, cognitivo e motor.

Você pode contar com escolas públicas e privadas para isso. A desvantagem da creche pública é que os horários são poucos flexíveis e você precisa passar por sorteio em algumas vezes. Mas mesmo assim, essa é uma opção que deve ser levada em conta, pois pode ser uma mão na roda.

Conclusão

Agora que você sabe mais como estudar com filhos pequenos. Certamente conseguiu visualizar que isso é possível com alguns sacrifícios ou investimento. O importante é manter o estudo ativo e não desistir dessa opção. Pois essa é a unica forma de você avançar na carreira profissional e conquistar um lugar ao sol.

Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.