Quando estudar em casa pode ser realmente um tiro no pé

Quando estudar em casa pode ser realmente um tiro no pé

Embora estudar em casa seja algo muito cômodo e confortável, existem algumas armadilhas que todos podem cair. Para isso é preciso tomar alguns cuidados para que essa comodidade não atrapalhe o seu rendimento ou desenvolvimento nos estudos. Principalmente, quando falamos de cursos a distância. Portanto, é preciso ter cautela ao adotar essa modalidade de estudo para que não seja um verdadeiro tiro no pé.

Veja a seguir algumas dicas para evitar a autossabotagem ou procrastinação e, com isso, aproveitar ao máximo o conforto de estudar em casa. Afinal, se você é adepto ao ensino à distância (EAD), precisa ser autoconfiante e ter disciplina para estudar por conta própria.

Confira o que não se deve fazer nesse caso e evite cair nas armadilhas que estão bem próximas de você.

Leia também: E-book grátis ensina como fazer uma transição de carreira. Baixe agora!

Como estudar em casa

Obviamente estudar em casa pode trazer diversos benefícios, principalmente, quando se fala em custos. Afinal de contas, é muito mais barato optar por essa modalidade de aprendizagem do que arcar com certas despesas como deslocamento, alimentação e outras. Isso quando falamos em cursos presenciais. Em contrapartida, isso pode ser uma desvantagem se você não é uma pessoa regrada nem focada.

Portanto, é preciso decidir sobre essa possibilidade com bastante parcimônia. Para que você não jogue fora o investimento financeiro e todo o tempo dedicado ao plano de estudar remotamente para garantir um diploma. Ou ainda a aprovação em alguma prova ou concurso.

Mas fique tranquilo, que ao perceber o que você faz de errado, é possível buscar a correção e assim aproveitar ao máximo esse benefício. Para isso, veja a lista do que pode ser errado ou as desvantagens de optar por estudar em casa.

Leia também: Como estudar melhor: 10 dicas para te ajudar

1- Procrastinação

Esse é um dos principais problemas enfrentados por quem estuda em casa. Afinal de contas, é sempre muito mais fácil e cômodo deixar as coisas para depois. Com a expectativa de que sempre será possível vencer uma quantidade grande de conteúdos acumulados e assim absorver tudo o que deve ser estudado.

No entanto, esse pode ser um grande engano. Pois nem sempre o cumprimento das metas a longo prazo podem ser realizadas de modo rápido. Diversos fatores podem atrapalhar você na hora que necessitar vencer uma quantidade grande de conteúdo. Além disso, não adianta fugir das obrigações, pois uma hora todas elas chegam e o pior é ter que enfrentá-las de uma vez só.

A procrastinação se manifesta de diversas formas e muitas vezes a pessoa encara isso como uma desculpa. Como por exemplo: uma saidinha rápida, pausa para o cafezinho, uma olhada em algum programa de televisão, um telefonema, uma espiada no celular, entre inúmeras maneiras.

Portanto, para evitar esses pequenos roubos de tempo, é interessante que você calcule o tempo que fica em cada um desses desvios de atenção. Saiba que você pode se surpreender, pois o que poderiam ser pequenos instantes, podem ser na verdade uma fração enorme de tempo ou até horas.

Para evitar cair nesse tipo de armadilha, tenha em mente uma forma clara e sistemática para fazer as pausas. E não deixe os problemas ou obrigações para depois. É muito mais fácil ir administrando ema quantidade menor de conteúdo do que algo além daquilo que você pode dar conta.

2- Autossabotagem

Esse também pode ser um erro muito grande que você pode cometer ao estudar em casa. Tenha muito cuidado para não deixar esse tipo de sentimento dominar você. Pois ele se manifesta de forma inconsciente e pode surgir exatamente no momento de uma decisão importante. Sendo assim, ele pode se manifestar em você justamente ao estar sozinho, com seus próprios pensamentos. E isso pode colocar você contra seus impulsos e objetivos.

A autossabotagem nada mais é do que a tendência natural que todos indivíduos têm de colocar complicações, limites ou travas no cumprimento das tarefas. Ela é uma espécie de crença limitante, que pode atrapalhar muito o seu desenvolvimento e objetivo com os estudos. Afinal de contas, não existe tarefa fácil e é importante você perceber que encarar os desafios e as carências podem ser também uma forma de aprendizado.

Portanto, para não se autossabotar é preciso entender que tudo é uma questão de experiência prática. E que muitas vezes alguma fragilidade pode ser melhorada com treino. Vale lembrar que o verdadeiro potencial de um indivíduo não está fixamente pré-determinado. Aquilo que pode ser eventualmente um ponto fraco, pode ser melhorado.

3- Falta de motivação

Se você não é motivado o suficiente para estudar por conta, esse pode ser o calcanhar de aquiles. Uma das desvantagens de estudar em casa é justamente exigir bastante motivação. Caso isso falte a você, talvez seja uma passo para deixar de estudar. Sendo assim, é importante buscar meios para se incentivar a assumir a demanda de estudos para vencer todo o conteúdo sem deixar a peteca cair.

Portanto, a falta de motivação pode acarretar nos dois itens anteriormente citados, a procrastinação e a autossabotagem. Para não cair nessa armadilha, busque se reinventar a cada dia e retome os estudos de maneira que seja dinâmica.

Uma boa dica pode ser a de procurar mídias ou videoaulas no youtube para conferir o conteúdo a ser estudado de forma diferenciada, o que pode ajudar na assimilação das disciplinas.

4- Não saber administrar o tempo

Esse é um quesito fundamental para estudar em casa, aliás não somente essa atividade, mas para trabalhar também. Se você não é bom nisso, é bom começar a estudar uma maneira de buscar uma boa gestão de tempo.

Ao não saber como administrar o horário de estudos e descanso, você pode prejudicar toda a sua rotina a consequência disso pode ser falta de disposição para estudar por conta da falta de descanso ou ao contrário, acarretando na sobrecarga de descanso, fazendo com que você se atrase nas atividades que deveriam ser cumpridas.

Para resolver essa questão, uma boa dica é de montar um cronograma bem elaborado, com intervalos justos de descanso e com horas de lazer para que você possa retomar os estudos com total disposição.

5- Não saber evitar as distrações

Ao estudar em casa, é preciso term em mente que esse ambiente é muito propício para o desvio de atenção. Afinal de contas tudo o que você possui está acessível. Portanto, qualquer deslize pode fazer com que você se distraia e comprometa seu ritmo de aprendizado e desenvolvimento com estudos.

Saiba que é fundamental você ter um ambiente adequado para estudar e que permita que você tenha a maior concentração possível. Ser focado pode ajudar bastante nessa questão e se você tiver dificuldades nesse quesito, talvez seja uma boa procurar algumas atividades que exijam foco, essa pode ser uma maneira de ir treinando essa habilidade.

6- Falta de proatividade

Saiba que estudar em casa também é fundamental essa qualidade. Sem ela, você não terá iniciativa para começar um conteúdo novo ou até mesmo a estudar. Para resolver essa questão, a dica é você buscar maneiras de como desenvolver a proatividade.

Os benefícios dessa qualidade podem ser muito úteis para você até mesmo na vida profissional, pois essa é uma das habilidades que as empresas buscam em um colaborador. Tenha em mente isso, que você colherá bons frutos com os estudos em casa.

7- Falta de organização

Caso você não seja organizado, saiba que terá diversos problemas para estudar em casa. Um deles é o de não saber separar aquilo que deve ser estudado ou não. Além disso, a falta de organização compromete o seu ambiente tanto de trabalho, quanto de estudo. Desenvolva essa habilidade, que você conseguirá extrair ao máximo o benefício de estudar em casa.

Conclusão

Agora que você conhece os 7 passos que são fundamentais para prejudicar quem deseja estudar em casa, certamente pode observar o que não deve ser feito. É importante lembrar que esse quesitos podem variar de acordo com cada pessoa, pois o ser humano é único e e diferente em cada habilidade ou fraqueza.

O que não pode acontecer em hipótese alguma são os dois primeiros itens. Eles são extremamente prejudiciais tanto para a vida de estudante, quando para a vida profissional. Portanto, é fundamental saber lidar com essas questões para que você não caia em armadilhas na hora de optar por estudar em casa.

Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.