Você é do tipo que se desconecta das redes sociais na hora de estudar? Essa prática funciona muito bem nos momentos de maior foco, mas saiba que existem muitos conteúdos úteis na internet. Hoje em dia, já é possível até estudar pelo WhatsApp! Sim, é possível estudar pelo aplicativo, principalmente, formando grupos, e obter um resultado bem interessante para os seus estudos.

Na verdade, estamos online quase o tempo todo e ficar longe do celular e do computador se tornou impossível para muita gente. Então por que não aproveitar os momentos em que está conectado para aprender algo novo ou reforçar o conteúdo? Além do WhatsApp, há vários apps que facilitam a vida de quem quer organizar os estudos.

Mas muitas escolas, professores e até grupos de estudantes independentes têm apostado em grupos de WhatsApp. Seja na hora de estudar para provas ou concursos públicos, eles estão utilizando esses grupos para trocar informações, dicas e revisar matérias. 

No post de hoje, vamos explicar como aproveitar esse aplicativo de mensagens nos estudos, além de dar dicas para não se perder nas distrações do computador ou do celular. Continue lendo e confira!

Leia também: Vestibular 2020: veja no nosso e-book o que revisar antes da prova

Como estudar pelo WhatsApp?

Se você nunca utilizou nenhuma rede social para fins educacionais, pode ser que estranhe a ideia de estudar pelo WhatsApp. Mas para quem já usou outras ferramentas online, a premissa é parecida. 

Criar grupos no WhatsApp, por exemplo, pode servir para que a turma troque informações sobre as aulas, conteúdos extras, além de ser uma forma de se comunicar diretamente com o professor. Além disso, dá para formar grupos de acordo com as disciplinas e utilizar esses espaços para tirar dúvidas e revisar os assuntos antes das provas. 

Os recursos de anexo, áudio e vídeo podem ajudar quem quer compartilhar informações com os outros membros, responder dúvidas ou ainda ilustrar um conceito mais complexo. 

Cuidados na hora de estudar pelo WhatsApp

Existem, porém, alguns cuidados importantes para que o grupo sirva ao seu propósito. Afinal, como todo recurso tecnológico, ele precisa ser usado com atenção. Entenda a seguir!

Estabeleça um objetivo

Em primeiro lugar, é importante estabelecer objetivos para o grupo. Existem turmas, por exemplo, que criam grupos apenas para trocar informações rápidas sobre aulas, enviar informes e fazer perguntas simples ao professor. 

Mas se você quiser estudar realmente, o ideal é formar um grupo menor, que funcione como um grupo de estudos, só que online. 

Nesse formato, os participantes podem combinar para revisar conteúdos de maneira mais completa.

Quer entender melhor? Vamos para um exemplo então: tem gente que só consegue memorizar um conteúdo se repeti-lo em voz alta. Com o grupo do WhatsApp, essas pessoas podem enviar áudios para os colegas, que ouvem e respondem com perguntas, correções ou apenas reforçando que o conteúdo está correto. 

Combine regras

Estudar pelo WhatsApp exige muito comprometimento de todos os membros do grupo. Afinal, todo mundo que já esteve em um grupo em aplicativos de mensagem sabe como é difícil manter a ordem. 

Se não existirem regras, pode ser que o assunto se desvie e a conversa acabe se tornando uma distração e não uma ajuda. Além disso, debater outros assuntos pode gerar discórdia e acabar separando os participantes. 

Por isso, se você acha que essas situações podem acontecer, tente estabelecer regras de convivência e as coloque na descrição do grupo. Assim fica mais fácil lembrar e respeitar o que foi combinado. 

Não envie notícias falsas

Quem nunca recebeu uma notícia esdrúxula pelo WhatsApp? A prática de compartilhar fake news, além de incômoda para todo mundo, pode atrapalhar muito os estudos.

Afinal, você corre o risco de confiar em uma informação falsa e acabar reproduzindo ela nas provas, principalmente em redações e questões discursivas. 

Então tome cuidado para checar sempre os conteúdos que receber via redes sociais. Procure informações de órgãos oficiais e portais de notícias com credibilidade. 

Além disso, se estiver em dúvida, confira o que estão falando as agências de checagem de notícias, como a Agência Lupa, ou veja se a informação foi desmascarada pelo portal Boatos.org, especializado em desmentir notícias falsas. 

Cuidado com as outras notificações

Quem decide estudar pelo WhatsApp tem muito a ganhar, mas há uma barreira que você precisa superar: as demais notificações. 

Tome cuidado para não se distrair com outras conversas e até outros aplicativos. Se for enviar uma dúvida, faça apenas isso e volte para os estudos. Ou então desative as notificações dos outros apps temporariamente nas configurações do seu celular. 

Além disso, se você não é muito disciplinado, procure usar o WhatsApp naqueles momentos de maior descontração, em que não precisa estar tão atento. No transporte ou nos intervalos das aulas, por exemplo.  

Inteligência artificial para estudar pelo WhatsApp

Formar grupos pode ser ótimo, mas não funciona para todo mundo. Afinal, depende de terceiros e nem sempre é fácil encontrar companhia que esteja com o mesmo foco que você. Nesse caso, uma solução que pode ajudar é a inteligência artificial. 

Lançado em 2019, o aplicativo AprendiZap tem essa função. Ele serve como um chatbot, ou seja, um robô que conversa e interage com os estudantes pelo WhatsApp. 

A ferramenta foi desenvolvida pela fundação 1Bi, do grupo Movile, o mesmo de outras empresas de tecnologia, como o iFood e é totalmente gratuita.

No site, o usuário pode escolher entre três programas: 

  • Competências do Futuro: criado em parceria com a Fundação Estudar, dá dicas sobre temas como autoconhecimento, liderança, resolução de problemas e empatia, considerados essenciais para quem deseja ter um bom emprego no futuro
  • Enem: desenvolvido com o Descomplica, serve como um guia de estudos para o exame, com conteúdos para estudo, organização e escrita da redação;
  • Educação: pensado junto com o programa Embaixadores da Educação, indica conteúdos para professores da rede pública que querem usar a tecnologia em sala de aula.

Para usar, basta se cadastrar no portal e ativar a conversa no WhatsApp. Em seguida, a assistente virtual Bi vai fazer algumas perguntas sobre o seu perfil e, a partir delas, vai oferecer conteúdos personalizados, que vão evoluindo conforme o estudante avança. 

Inclusive, se você está querendo estudar para o Enem ou para o vestibular, acesse nosso eBook que explica o que estudar nas semanas que antecedem a prova.

Nele, você vai ver quais conteúdos mais caem nos testes, o cronograma das provas e uma revisão completa para a redação. Faça o download e confira.

Aprovou estudar pelo WhatsApp?

Como você pode acompanhar, o WhatsApp pode ser uma ferramenta muito interessante para incrementar os estudos e se dar bem nas provas. Principalmente, se você souber manter a organização e o foco, com grupos específicos para cumprir seu objetivo.

Acompanhe mais informações sobre cursos, mercado de trabalho, bolsas e dicas no blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui