Basicamente, fazer um fichamento significa registrar e armazenar informações de um texto que você tenha lido. As chamadas fichas, ou hoje, arquivos digitais (word ou nuvem), são materiais que poderão ser facilmente acessados quando você precisar rever um assunto. Isso porque lá estarão as principais ideias da obra fichada, tudo de forma objetiva e organizada. 

Por exemplo, você leu um livro na faculdade sobre uma teoria que é bastante discutida durante toda a graduação. Assim, quando chega a hora de fazer o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), você lembra disso e percebe que precisará rever a teoria para embasar seu estudo. Se já tiver um fichamento, essa tarefa se torna muito mais fácil. Afinal, ele possui uma estrutura que é pensada para ser bastante útil nesses casos. 

Por isso, neste texto, você vai conhecer os principais tipos de fichamento, bem como aprender a fazer o seu. 

Como fazer um fichamento

Em primeiro lugar, você deve ler o texto e entender sua ideia central. Para facilitar, faça destaques nos parágrafos, sublinhe ou use adesivos coloridos nas páginas. Essas ações vão te ajudar a fixar o assunto durante a leitura e também a consultar rapidamente partes importantes do texto para escrever o fichamento. 

Em seguida, escolha o formato do seu fichamento. Será armazenado digitalmente? Prefere usar a velha e boa folha de papel? Os dois? A escolha é sua, pense no intuito da atividade.

Existem diversos tipos de fichamento, mas a identificação da obra, por exemplo, deve aparecer em todos eles. O que inclui nome do autor, editora, título, tradutor (se for o caso), edição, cidade, entre outros dados relacionados.  

Enfim, depois disso você irá escolher o modelo que deseja fazer. Normalmente, essa decisão tem a ver com o que é pedido pelo professor ou até com a sua preferência pessoal. 

 

Tipos de fichamento

ma vez que a leitura foi concluída e as informações sobre a obra já estão anotadas, chega o momento de você decidir de que forma irá dispor as principais ideias do conteúdo que deseja fichar. 

Na faculdade, é comum que os professores peçam aos alunos o fichamento de conteúdo ou então o bibliográfico. No entanto, isso não é uma regra, fique atento ao seu caso específico. Lembrando que independe do tipo pedido, você deve aplicar as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Como cada estudante tem sua forma de pensar e organizar as ideias, o que você considera primordial no fichamento pode não ser igual ao que o seu colega vê como essencial. Dessa forma, cada documento é único porque é feito de acordo com a compreensão de quem o elabora. Portanto, não se preocupe tanto em “escrever o parágrafo certo”, ele terá variações. 

Fichamento de conteúdo

Também chamado de fichamento de resumo, o fichamento de conteúdo é focado na ideia principal da obra. Aqui você vai agrupar os conceitos apresentados na mesma ordem em que eles são colocados no texto original. Tudo com as suas palavras, que vão se diferenciar das afirmações do autor. Veja o exemplo abaixo:

Fichamento bibliográfico

Esse tipo de fichamento é mais detalhado e descritivo que o mencionado acima. Aqui, as citações indiretas costumam ser frequentes. Aliás, se forem feitas em acordo com  ABNT, podem ajudar você ainda mais em trabalhos futuros, visto que se precisar mencionar a obra fichada, já terá diversas citações indiretas prontas para uso. Veja o exemplo abaixo:

Fichamento de citação

Esse fichamento é um compilado de trechos literais do texto fichado. Sendo assim, citações diretas da obra e por isso aparecem entre aspas. Veja o exemplo abaixo:

Qual a diferença entre resumo, resenha e fichamento?

O resumo, como o próprio nome diz, é uma síntese bem objetiva do tema central do texto. Assim, ele não apresenta justificativas, críticas ou mesmo comentários pessoais sobre a obra. Dessa forma, quando alguém ler o resumo de determinado texto, ele logo saberá que se trata e se aquilo o interessa ou não. 

Na faculdade, há o resumo técnico-científico. Ele geralmente aparece no início de um artigo e também no TCC. Além do tema central, ele traz os objetivos, a metodologia empregada e até as conclusões esperadas sobre a atividade feita. 

O fichamento você já sabe, ele é uma espécie de resumo com regras mais detalhadas. O intuito é que o estudante possa consultar suas informações de forma fácil. 

A resenha, ao contrário do resumo e do fichamento, carrega a obrigatoriedade da crítica sobre o conteúdo. Em outras palavras, você segue os mesmos passos do fichamento e ainda acrescenta a sua análise, a sua opinião sobre a obra. 

Vale lembrar que na faculdade, você tem liberdade para moldar seu fichamento com alguns comentários e questões que sejam pertinentes a sua pesquisa. A dica é que essas passagens estejam bem diferenciadas ao longo do documento. Ou seja, existem as passagens em que o autor está falando e aquelas em que é você que está dialogando com esse autor.

Por isso, quando você coloca uma referência que não está no texto ou quando faz uma pergunta que foi estimulada pelo autor, mas não foi feita diretamente por ele, é interessante que isso esteja marcado com uma cor ou fonte diferente.    

Dessa forma, quando você for construir sua tese ou dissertação, poderá explorar com segurança o que foi dito pelos autores das obras referenciadas e o que você como acadêmico apreendeu e agora vai apresentar em seu trabalho. 

Faça o seu acervo

Por mais trabalhoso que pareça, fazer fichamentos é uma ótima maneira de fixar temas estudados e de manter um registro de consulta de todos eles. 

Por isso, se quiser testar, comece fazendo um fichamento sobre um livro que tenha lido. Há pessoas que gostam de manter um registro das histórias que leram mesmo que não usem isso na faculdade, por exemplo. 

Por fim, é certo que você vai precisar fazer trabalhos e citar autores e obras em suas atividades. Por essa razão, construa aos poucos o seu acervo de fichamentos, eles com certeza serão úteis ao longo da graduação e até depois dela. 

Leia também como fazer flashcards e mapas mentais, duas técnicas de memorização que com certeza te auxiliarão nos estudos. Até a próxima!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui