A formação continuada pode ser uma bela estratégia para você aprimorar suas habilidades e se fortalecer na carreira profissional. Pois esse grau de estudo é focado nas necessidades da profissão que você escolheu e atende plenamente as necessidades do mercado. Portanto, essa pode ser uma forma estratégica para você se desenvolver mais e ser um profissional diferenciado.

Resumidamente, esse tipo de formação nada mais é do que dar continuidade aos estudos na sua área após se formar. Isso pode ser feito através de uma pós-graduação ou algum curso específico para a área que se formou. É importante ressaltar que ela pode ser feita por qualquer profissional formado em um curso superior. Além disso, quem é formado em licenciatura pode contar com programas do governo, que incentivam o aprimoramento profissional e garantem mais qualidade ao ensino.

Portanto, investir nesse tipo de curso pode ser algo muito positivo em uma carreira, pois o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e acirrado. Melhor ainda se for em um curso em uma instituição de qualidade reconhecida, como Estácio e FMU. É uma maneira de garantir a ocupação no emprego e dar uma incrementada no currículo e no salário.

Saiba todos os detalhes sobre formação continuada nesse post!

Leia também: Baixe grátis o nosso e-book Guia para conquistar o primeiro emprego

Como investir em uma formação continuada

O primeiro passo a ser dado é buscar uma instituição de ensino que ofereça um curso na sua área ou até mesmo refletir na possibilidade de uma segunda graduação. Para isso, você pode buscar no portal da FMU algum curso que seja do seu interesse ou alguma área em comum com a sua profissão.

Além dessa instituição, a Estácio também tem opções interessantes para você ingressar em algum vestibular ou pós-graduação. Através dessas duas universidades, você encontra cursos de referência e pode aprender a distância com professores que se destacam em suas áreas.

O que é formação continuada?

Formação continuada nada mais é do que a constante aprendizagem do profissional. Esse grau de estudo é muito positivo para a carreira, pois evita que você fique estagnado naquilo que realiza e ainda pode aprender mais sobre a função que exerce. Essa pode ser uma maneira bastante estratégica de atualizar os conhecimentos e se tornar alguém mais capacitado para atuar na profissão.

Os cursos de formação continuada são destinados a diferentes graus de formação ou escolaridade. Esses cursos também são oferecidos por Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e por instituições do Sistema S, como Senac, Senai, por exemplo.

Vale lembrar que para quem é professor o governo tem alguns programas que podem ser muito interessantes para esse profissional consiga se qualificar ainda mais. Veja a seguir quais são:

  • Procampo (Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo);
  • Parfor (Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica);
  • UAB (Universidade Aberta Brasileira).

Essas iniciativas podem garantir uma formação com mais qualidade para os professores, que refletirá em mais qualidade de ensino em suas aulas. Confira com mais detalhes os programas de formação continuada para professores:

Procampo

O Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo consiste no aperfeiçoamento na formação de profissionais dos cursos regulares de licenciatura. Esse programa consiste na atuação de professores que trabalham nos anos finais tanto no ensino fundamental, quanto no médio, em escolas das zonas rurais.

Essa é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) que serve para expandir e implementar uma educação de qualidade para quem trabalha nessas regiões. Portanto, é uma maneira de combater as desvantagens educacionais sofridas pela população das zonas rurais. Essa é uma maneira de promover a diversidade nas políticas destinadas à educação, garantindo mais qualidade por quem atua nessas regiões.

Esse projeto prevê a criação de condições teóricas, metodológicas e práticas para que os professores possam elaborar e construir um projeto político pedagógico mais reflexivo e que esteja dentro da realidade social de quem mora na zona rural.

Parfor

O Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica é uma ação que faz parte da Fundação Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). O objetivo desse programa é de oferecer e fomentar a oferta de educação superior para professores da rede de ensino pública que não tenha esse grau de formação.

Esse projeto abarca também professores que tenham diploma em licenciatura e dão aulas em disciplinas diferentes de sua formação. Esse é um dos problemas que a educação pública no Brasil sofre. Pois, segundo dados do Censo Escolar 2019, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), cerca de 40% dos professores que trabalham no ensino médio não têm a formação adequada nas disciplinas que ensinam.

Portanto, esse programa pode ser uma maneira de amenizar esse problema e garantir mais qualidade à formação dos professores. Ou seja, isso vai refletir em mais qualidade de ensino para os alunos, garantindo mais profundidade teórica e especialização adequada para os educadores.

UAB

A Universidade Aberta do Brasil também é uma ação que faz parte da Fundação Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Essa formação continuada oferece cursos a distância para melhor a qualificação e especialização dos professores. Ele é voltado para a formação inicial de professores da rede básica de ensino.

Esse programa pode ser uma ferramenta bastante útil ao permitir que professores tenham acesso a distância a um ensino de qualidade. Portanto, ele pode propiciar aos educadores que moram em áreas remotas consigam uma qualificação melhor para exercerem o papel de professor.

Sendo assim, esse programa funciona como um poderoso instrumento de ensino, tornando o ensino superior universal e não restrito apenas aos grandes centros urbanos.

Os benefícios de investir em uma formação continuada

Além de garantir a você mais especialização na carreira, a formação continuada pode garantir a você uma taxa maior de empregabilidade. Nos dias atuais, isso pode fazer uma grande diferença em um contratação em potencial.

Além disso, esse grau de estudo também pode oferecer a você maior estabilidade no emprego. Pois dificilmente um empregador irá dispensar alguém que se dedica a carreira profissional que exerce.

Ao investir  na formação continuada, você também poderá planejar melhor a carreira, pois pode ser um passo bastante importante para você migrar para uma outra área de interesse. Isso permite que você seja um profissional mais versátil e especialista em uma determinada área ou assunto.

Outro grande benefício pode ser a recolocação profissional. Pois as profissões costumam mudar ao longo do tempo, além de poder se reciclar na profissão, essa pode ser uma maneira de se atualizar. Nesse sentido, a formação continuada pode permitir que o profissional reflita sobre a pratica que realiza e busque novos incrementos para a carreira.

Esse pode ser um passo fundamental para que a pessoa se torne um profissional especialista.

Conclusão

Apostar na formação continuada pode ser algo muito positivo na sua carreira profissional. Certamente, você ganhará mais conhecimento e será alguém com um grau maior de formação. Isso além de incrementar seu currículo, poderá também garantir uma remuneração maior, além de fazer você um profissional requisitado na sua área.

Além disso, apostar nessa formação permite que você tenha pontos favoráveis na hora de uma futura contratação, quando estiver concorrendo a uma vaga de emprego.

Portanto, apostar na carreira profissional é algo fundamental nos dias atuais e uma das melhores estratégias para isso é manter a permanência nos estudos. Muitas vezes o investimento na carreira através de uma formação continuada pode ser baixo e acessível, garantido grandes possibilidades no futuro para a sua carreira profissional.

Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.