O tempo passa muito rápido, não é mesmo? Há pouco, você estava ingressando no seu curso superior e agora a formatura já está quase aí. Então, prepare-se! Se você é graduando, uma nova fase da sua vida vai começar. Enquanto que durante a faculdade foi o período de aprendizado, de acertos e erros, de estudar a teoria, agora é pra valer. O mercado de trabalho te espera e, nesse post, vamos listar cinco atitudes desejáveis a todos os estudantes graduandos.

Em resumo, com o fechamento do ciclo estudantil, inicia-se o ciclo profissional. Em alguns casos, os dois até ocorrem paralelamente. Mas o fato é que são dois períodos com desafios bem diferentes. Em primeiro lugar, o ciclo estudantil é um tempo de compromisso com o aprender. É a oportunidade de questionar e também absorver conhecimentos dos professores e compartilhar assuntos com os colegas.

Por outro lado, o ciclo profissional vai exigir que você aplique tudo o que aprendeu na universidade. Isso unido ao desenvolvimento de outras habilidades, como softskills. Se você é graduando em instituições de ensino de qualidade, como Estácio e FMU, por exemplo, já é meio caminho andando para uma boa transição entre os ciclos.

Nesse sentido, para você ter consciência do que significa essa nova etapa da sua vida, vamos dar dicas de atitudes desejáveis que todo graduando deveria ter.

Confira!

Leia também: Série profissões do futuro: inovação e tecnologia

Graduando: prepare-se para o ciclo profissional

Ao terminar o seu curso de graduação, não basta apenas levar o diploma para a casa. Salvo em algumas exceções, as oportunidades de emprego não chegam até você. E sim o contrário. Por essa razão, é preciso ir atrás e também colocar em prática algumas atitudes que podem te ajudar nesse caminho.

Uma das principais barreiras a serem quebradas pelo graduando, por exemplo, é conseguir o primeiro emprego. Isso porque, normalmente, recém-formados ainda têm pouca ou nenhuma experiência profissional. Então, é preciso saber destacar suas melhores qualidades e também construir um bom currículo.

Essa é uma das cinco atitudes desejáveis a todos os graduandos que vamos abordar nesse post. Há outras que tem tudo a ver com desenvolvimento profissional. O objetivo é sempre melhorar a sua empregabilidade. Acompanhe.

Leia também: Baixe grátis o nosso e-book Guia para conquistar o primeiro emprego

1 – Construa um currículo de respeito

Se você procura pelo primeiro emprego logo após receber o diploma, o primeiro caminho é elaborar um bom currículo. Mas como fazer um currículo de respeito com poucas experiências profissionais. Para isso, existem dicas valiosas. Abaixo estão as informações básicas que devem conter no seu currículo:

Dados pessoais – Nome completo, idade, estado, endereço, e-mail, links das redes sociais e telefones. Use uma conta de e-mail sem apelidos, que mostre um lado mais profissional.

  • Objetivo profissional – Resuma qual seu objetivo profissional em relação à vaga disputada. Seja direto e foque naquela vaga, nem que para isso você tenha que fazer vários currículos para vagas diferentes.
  • Formação acadêmica – Aqui você vai destacar seu grau de escolaridade. Cite a instituição de ensino, a data de início e a conclusão dos cursos.
  • Idiomas – Muito importante destacar aqui se você tem domínio de alguma língua além do português.
  • Cursos extras – Coloque a memória para funcionar e liste os cursos que tenham a ver com a vaga.
  • Informações extras – Você já fez trabalho voluntário? Participou de diretório acadêmico? Ganhou prêmios? Tudo conta pontos

Outras dicas: nunca minta ou invente coisas no seu currículo, para não comprometer sua futura entrevista. Não assine o documento, nem coloque data. Use o modelo mais simples e claro possível.

Leia também: Aprenda a fazer o melhor modelo de currículo

2 – Emende uma pós-graduação

Apesar de você ser graduando e estar prestes a terminar seu curso, uma boa atitude para iniciar o ciclo profissional é aprimorar-se com uma pós-graduação. Sempre vale a pena investir na pós-graduação para turbinar sua carreira. Desse modo, procure por cursos que aprofundam conhecimentos na sua área de graduação, ou ainda que ampliam horizontes  o campo dos negócios, como cursos de pós em gestão. Na área da saúde, por exemplo, há várias opções.

Na verdade, não existe hora correta para apostar em uma graduação. Na área da licenciatura, por exemplo, é bastante comum o estudante emendar o curso de graduação com um curso de mestrado e doutorado. Existe até a possibilidade de mestrado a distância, você sabia?

Para decidir qual a melhor opção, fique bem atento aos tipos de pós-graduação.

3 – Estude outro idioma

Outra atitude desejável para o graduando é buscar o domínio de outros idiomas além do português. Isso porque as empresas valorizam muito esse tipo de conhecimento, principalmente, se tiverem negócios no exterior. Pode começar pelo inglês ou pelo espanhol, ou outro da sua preferência. Se você optar pelo inglês, por exemplo, há muitas possibilidades de aprendizagem.

Você pode aprender inglês sozinho ou até com a ajuda de aplicativos de celular.

Leia também: 9 canais do Youtube para aprender inglês de graça

4 – Tenha um mentor

Uma boa atitude para todo graduando é sempre espelhar-se em alguém e buscar orientação daquela pessoa. Estamos falando, principalmente, do lado profissional. Você pode buscar conversar com um professor, colega ou conhecido que já está no mercado de trabalho na sua área. Procure conhecer como foi o caminho profissional daquela pessoa e quais aprendizados você pode tirar.

No mercado, isso tem um nome: mentoria. Muitas pessoas contratam profissionais ou empresas especializadas de mentoria profissional. Justamente, para prestar orientação nessa hora. Um coaching também poderá ajudar você a trilhar os melhores caminhos dentro da sua área. Assim, você pode evitar erros comuns e não cair em armadilhas

5 – Estude a possibilidade de fazer um intercâmbio

Se você é graduando, outra atitude que pode impulsionar sua carreira profissional é fazer um intercâmbio. A Estácio, por exemplo, tem um programa específico para intercâmbios. A partir de uma experiência de intercâmbio, você vai acumular bagagem profissional e ainda aprender um novo idioma. Ou seja, são duas vantagens para sua carreira em uma só experiência.

Por isso, fique atento ao que é preciso fazer para partir para um intercâmbio. Ás vezes, é preciso algum tipo de investimento. No entanto, também há disponibilidade de bolsas e ajuda de custo em alguns programas.

Leia também: Conheça agora os melhores países para intercâmbio

E aí, pronto para tomar uma atitude?

Graduando, o que você acha de tomar algumas atitudes acima para iniciar seu ciclo profissional? Tenha em mente também que, além dessas atitudes, há outros fatores importantes que contribuem para sua vantagem competitiva. Além da formação intelectual e experiências profissionais, o mercado valoriza muito as habilidades de relacionamento humano. Isso porque as empresas são compostas por equipes!

Inteligência emocional, por exemplo, é uma das habilidades que podem favorecer você. Outras características valorizadas pelas empresas são a criatividade, a iniciativa, visão de negócio, foco no cliente e empreendedorismo. O legal é que nem sempre você precisa ter experiências profissionais para possuir essas características, Por essa razão, se você tiver uma ou mais delas, destaque no seu currículo.

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui