Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!

INEP: participante do Enem já pode conferir local de prova

  • Enem
  • 25/nov/21
  • por Jacqueline Martins

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) disponibilizou no dia 3 de novembro o cartão de confirmação de inscrição do participante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021. Para você ficar informado sobre o assunto, acompanhe a leitura deste post e encare a prova mais esperada do ano para aqueles que sonham em fazer uma faculdade.

Para isso, conheça seu local de prova para se preparar de forma antecipada ao deslocamento e evitar surpresas.

Saiba mais: Qual a data da prova do Enem 2021?

INEP participante: acesse o cartão de inscrição

Para acessar o cartão de inscrição busque a página do participante, no site do INEP, imprima e leve no dia da aplicação das provas.

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Estudar para a prova do Enem é um grande desafio, no qual requer muito estudo e dedicação. Além desse esforço o participante deve lidar com questões emocionais, como tensão, ansiedade e nervosismo.

Contudo, nesse caminho a trilhar, o participante necessita entender como são calculadas as notas da avaliação. Foi pensando nisso que o INEP elaborou o “Guia do participante – Entenda sua Nota no Enem”. Que tal saber um pouco mais sobre ele?

Saiba mais sobre o guia do participante feito pelo INEP

O documento divide-se em seis seções a fim de esclarecer as dúvidas sobre o exame. Logo, o participante terá acesso às seguintes seções: Calculando a Nota; Entendendo Outros Aspectos do modelo de TRI; Procedimentos de Correção; Processo de Criação das Questões; Principais Dúvidas sobre a Nota do Enem; e Entendendo Tecnicamente a nota da TRI.

A prova do Enem apresenta, além da redação, 180 questões objetivas, sendo 45 questões divididas em quatro áreas:

1. Ciências Humanas e suas Tecnologias;
2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
3. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
4. Matemática e suas Tecnologias.

Assim, para o caso das questões objetivas, a correção usa a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Com isso, o participante nunca vai ter pontuação zero em uma determinada questão, mesmo que o candidato tenha entregado a prova completamente em branco.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Por esta razão, no caso específico do Enem, a cada edição, os valores dos índices mínimo e máximo de desempenho por disciplina se alteram e são divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP). Sendo que esses índices partem da menor e da maior nota obtidas pela totalidade dos participantes do exame.

Logo, a nota de cada área do conhecimento apresentada nas provas irá depender do nível de dificuldade da questão acertada e da consistência geral das respostas.

Leia também: Cursos menos concorridos do Sisu: veja 20 opções mais fáceis de entrar

Redação

O Guia do Participante do Enem não menciona como ocorre a correção da redação, já que essa prova tem outra metodologia de avaliação que pode ser encontrada na Cartilha do Participante Enem, também disponível no portal do INEP.

Contudo, dois professores, graduados em Letras ou Linguística, farão a avaliação da redação, feita de forma independente, sem que um não conheça a nota atribuída pelo outro.

Assim, a avaliação basea-se nos seguintes critérios:

  • Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
  • Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Cada avaliador deverá atribuir uma nota entre 0 e 200 pontos para cada um dos cincos critérios. A soma desses pontos comporá a nota total de cada avaliador, que pode chegar a 1.000 pontos. A nota final do participante será a média aritmética das notas totais atribuídas pelos dois avaliadores.

Dicas para conseguir uma boa pontuação

1) Esteja atento para as provas de Matemática e de redação, pois são as provas com maiores pontuações, onde acertar mais garante melhor resultado;

2) Entenda o mecanismo de pontuação, no qual acertar uma questão difícil e errar uma fácil pode diminuir sua nota. Por isso, fique atento para não cometer esse erro. Desse modo, busque responder as questões fáceis antes das difíceis. Aqui, serve a dica de praticar fazendo provas anteriores, a fim de conhecer os estilos de questões cobradas;

3) Analisando o número de questões e o tempo disponível para realização da prova, o participante tem apenas três minutos para responder cada uma delas. Por isso, é importante planejar seu tempo e criar estratégias de como fazer a prova.

Provas do Enem 2021

A prova do Enem deste ano será entre 21 e 28 de novembro de 2021, de forma digital e presencial, como ocorreu no ano passado. Porém, a novidade é que ambos os exames terão as mesmas questões e acontecerão nas mesmas datas.

Mas, caso você tenha o direito à isenção de taxa de cadastro e não compareceu na última edição da prova, suas provas serão nos 9 e 16 de janeiro de 2022, segundo decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais: Como ganhar bolsa de estudos em 5 passos

Curtiu o conteúdo sobre Enem? Se você gosta de se manter por dentro das novidades sobre educação, não deixe de acompanhar mais informações no nosso blog Vai de Bolsa!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *