Descubra o que é e qual a importância do Inep

0
3

Se você já realizou alguma prova pelo Governo Federal ou é ligado nos noticiários, já ouviu falar do Inep. É o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC). A missão do Inep é subsidiar a formulação de políticas educacionais dos diferentes níveis de governo com intuito de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país.

Sendo assim, ele foi criado para realizar um conjunto de objetivos referentes ao sistema de educação nacional. Neste texto você vai ver que o Inep tem relação total com sua vida acadêmica. Portanto, entender um pouco melhor sobre ele é fundamental para você seguir avançando.

Estruturação do Inep

A partir da transformação do Inep em autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação, foram estabelecidas as seguintes finalidades:

  • Organizar e manter o sistema de informações e estatísticas educacionais;
  • Planejar, orientar e coordenar o desenvolvimento de sistemas e projetos de avaliação educacional para o estabelecimento de indicadores de desempenho das atividades de ensino;
  • Apoiar o Distrito Federal, os estados e os municípios no desenvolvimento de sistemas e projetos de avaliação educacional;
  • Desenvolver e implementar sistemas de informação e documentação com estatísticas, avaliações educacionais, práticas pedagógicas e gestão das políticas educacionais;
  • Subsidiar a formulação de políticas por meio da elaboração de diagnósticos e recomendações decorrentes da avaliação da educação básica e superior;
  • Coordenar o processo de avaliação dos cursos de graduação;
  • Definir e propor parâmetros, critérios e mecanismos para a realização de exames de acesso ao ensino superior;
  • Promover a disseminação de informações sobre a qualidade da Educação Básica e Superior;
  • Articular-se com instituições nacionais e internacionais, por meio de ações de cooperação institucional, técnica e financeira bilateral e multilateral;
  • Publicar estudos para aferir a evolução no cumprimento das metas estabelecidas pelo Plano Nacional de Educação (2014-2024).

A partir dessa relação, existem muitos projetos e programas desenvolvidos e geridos pelo Inep. Veja os principais:

Sistema Nacional da Educação Básica

Ele começou a funcionar em 1990 e atualmente apresenta informações a respeito das principais etapas da Educação Básica. O Inep acompanha desde o processo de alfabetização no Ensino Fundamental até a etapa final do Ensino Médio.

Por meio de testes cognitivos e questionários, a cada dois anos investiga os principais envolvidos no processo educativo. A partir daí, oferece informações sobre estudantes, professores, dirigentes educacionais e os seus respectivos sistemas de ensino e escolas.

O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), de responsabilidade do Inep, é composto por um conjunto de avaliações externas em larga escala. Isso permitem ao Inep realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de alguns fatores que possam interferir no desempenho do estudante. Afinal, recolhe um indicativo sobre a qualidade do ensino ofertado.

Por meio de provas e questionários, aplicados periodicamente pelo Inep, o Saeb permite que os diversos níveis governamentais avaliem a qualidade da educação praticada no país. Assim, dá para oferecer subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas com base em evidências.

As médias de desempenho do Saeb, juntamente com os dados sobre aprovação, obtidos no Censo Escolar, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Em 2019, o Saeb foi ampliado e passou a englobar número maior de turmas. Veja mais aqui.

Índice de Desenvolvimento da Educação Básica

Criado em 2007, o indicador combina os resultados do fluxo escolar, obtidos pelo Censo Escolar, com as médias de desempenho do Saeb. É divulgado a cada dois anos pelo Inep e serve como ferramenta para acompanhamento das metas da educação.

Neste outro artigo explicamos a importância do Ideb para o desenvolvimento da educação no Brasil.

Exame Nacional do Ensino Médio

Criado em 1998 para avaliar o desempenho do estudante ao final da Educação Básica. Esse é o principal exame que existe no Brasil. Afinal, desde 2004 é usado também como mecanismo de seleção para o ingresso no Ensino Superior e a outros programas do Ministério da Educação.

Há 20 anos o Enem é aplicado pelo Inep. Ele avalia o desempenho do estudante brasileiro. O Enem permite acesso ao financiamento estudantil, além de promover o desenvolvimento pessoal e melhorias na educação.

Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos

Desde 2002 o Encceja é ofertado a jovens e adultos residentes no Brasil e no exterior. É um programa voltado para quem não teve oportunidade de concluir seus estudos em idade própria e buscam certificação do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Também é um programa do Inep.

Saiba tudo sobre este programa neste link.

Encceja Exterior

Ofertado a jovens e adultos residentes no exterior que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos em idade própria e buscam certificação do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Atualmente, é aplicado em dez países com apoio do Ministério das Relações Exteriores e do Inep.

Exame Nacional de Desempenho de Estudantes

Realizado desde 2004, o Enade avalia o desempenho dos concluintes dos cursos de graduação. O exame é obrigatório e a periodicidade máxima da avaliação é trienal para cada área do conhecimento.

Avalia o rendimento dos alunos do curso de graduação. Para isso, o Inep leva em consideração os conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação.

O Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), composto também pela Avaliação de cursos de graduação e pela Avaliação institucional.

Juntos eles formam o tripé avaliativo do Inep que permite conhecer a qualidade dos cursos e instituições de educação superior brasileiras. Os resultados do Enade, aliados às respostas do Questionário do Estudante, são insumos para o cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior.

Sisu

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do Enem. Pode fazer a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o estudante que participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Veja o nosso guia completo para usar o Sisu.

Censo Escolar

Esse é o principal instrumento de coleta de informações da Educação Básica do Inep. Ele é o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro nessa área.

Realizado em colaboração com as secretarias estaduais e municipais de educação, tem a participação de todas as escolas do país.

Ele abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional:

  • Ensino regular (educação infantil, ensino fundamental e médio);
  • Educação especial – modalidade substitutiva;
  • Educação de Jovens e Adultos (EJA);
  • Educação profissional (cursos técnicos e cursos de formação inicial continuada ou qualificação profissional).

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida)

Orienta o reconhecimento de diplomas de medicina emitidos por instituições de educação superior estrangeiras.  A primeira etapa é uma prova objetiva com questões de múltipla escolha e discursivas. A segunda etapa é uma avaliação de habilidades clínicas.

Trata-se de um rigoroso processo avaliativo feito pelo Inep, dividido em duas etapas eliminatórias -prova escrita e avaliação de habilidades clínicas. Ele é fundamentado na demonstração de conhecimentos, habilidades e competências necessárias ao exercício da Medicina.

Entre as instituições de ensino suprior que firmaram o Termo de Adesão para participação no Revalida foi estabelecido consenso que a aprovação nas duas etapas da avaliação é demonstrativo da competência técnica (teórica e prática) do graduado para o exercício profissional.

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

Tem o objetivo de assegurar o processo nacional de avaliação das Instituições de Educação Superior (IES), dos cursos de graduação e do desempenho acadêmico dos estudantes. Sempre visando melhoria da qualidade da educação superior, orientação da expansão da sua oferta e aumento permanente da sua eficácia institucional. Além de efetividade acadêmica e social e promoção do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais das IES.

Censos Educacionais

Eles são baseados em princípios fundamentais que orientam a produção e a divulgação das estatísticas educacionais oficiais produzidas pelo Inep. Têm o objetivo de promover uma conduta profissional adequada, a manutenção da qualidade das estatísticas e a melhoria contínua dos métodos e processos para a sua produção, tratamento, análise e disseminação. São eles:

Censo da Educação Superior

Realizado anualmente, é o instrumento de pesquisa mais completo do Brasil sobre as Instituições de Educação Superior (IES), seus alunos e docentes.  Os dados são coletados a partir do preenchimento dos questionários e geram estatísticas oficiais da área.

Censo Escolar

Principal instrumento de coleta de informações da Educação Básica, é o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro nessa área. Realizado em colaboração com as secretarias estaduais e municipais de educação, tem a participação de todas as escolas do país.