Jornalismo ou Relações Públicas? Qual curso é o melhor para você

Se você gosta de trabalhar com pessoas, de novas formas de comunicar e tem boa habilidade com a escrita, os cursos de Jornalismo ou Relações Públicas são bastante indicados. Porém, escolher entre um ou outro nunca será uma tarefa fácil. As duas áreas, ambas da comunicação social, se confundem, principalmente no mercado de trabalho.

Enquanto no Jornalismo você atua na produção de notícias e conteúdos, em Relações Públicas você pode ser o porta-voz de uma empresa. Vamos ajudar você a decidir qual curso é melhor para o seu perfil.

Durante a faculdade, a relação entre Jornalismo e Relações Públicas é diferente. A formação básica é comunicação, sem dúvida, só que cada profissional tem uma habilitação para atuar mais especificamente em uma área da profissão.

Então, se prepare para ver assuntos como as teorias comunicacionais: Teoria Hipodérmica, Modelo de Lasswell, Escola de Frankfurt. Mas também esteja atento para saber como produzir um evento, estratégias de comunicação, relacionamento com a imprensa, produção de reportagens, desenvolvimento de programas jornalísticos e muito mais.

Quer decidir entre Jornalismo ou Relações Públicas? Confira no post.

Sobre o Jornalismo

Sua missão aqui é entender melhor a diferença entre Jornalismo ou Relações Públicas. Vamos começar pela primeira opção. Nesse caso, tenha em mente que a sua formação será para produzir conteúdo e checar fatos. Você estará sempre focado nesses objetivos. Afinal, a proposta é sempre informar com qualidade e também gerar novas ideias e mais materiais.

Para isso, será preciso uma boa dose de esforço e muita dedicação. Além disso, ao longo dos anos, você precisa construir fontes que são capazes de apoiar você nessa missão. Então, gostar de pessoas e cultivar amizades é fundamental.

No Jornalismo você poderá trabalhar como repórter, editor, produtor, chefe de redação, entre outras funções. O seu curso formará você para apurar e investigar situações da melhor forma possível. A missão é bem complexa e exige muita dedicação.

O curso de jornalismo

Vamos conhecer melhor a formação nessa área. É importante você saber que a essência é a comunicação. No entanto, a faculdade vai oferecer para você muitas disciplinas práticas. Principalmente porque as tarefas são bem específicas. Sendo assim, você precisa ter capacidade para desenvolvê-las de forma bem fácil e rápida.

Então, além de entender sobre os contextos da comunicação, vale identificar quais atividades é do seu dia a dia. Essa é a fase mais importante para quem ainda está em dúvida sobre qual área seguir. Olhe com atenção as matérias que estarão disponíveis nos quatro anos de formação.

Assim, você terá uma noção ainda melhor de como pode ser o mercado de trabalho. Só a partir daí, entendendo melhor se as disciplinas se encaixam nas suas possibilidades, a gente pode avançar. Então, conheça:

  • Antropologia e Cultura Brasileira
  • Arte, Cultura e Estética
  • Assessoria de Comunicação
  • Atividades Complementares
  • Comunicação
  • Comunicação Multiplataforma
  • Convergência de Mídias
  • Desafios Contemporâneos
  • Desenvolvimento Humano e Social
  • Documentário em Vídeo
  • Empreendedorismo
  • Estágio Supervisionado
  • Filosofia e Ética
  • Fotojornalismo e Planejamento Visual I
  • Gestão da Informação: Cidades e Esportes
  • Gestão da Informação: Ciência e Cultura
  • Gestão da Informação: Política e Economia
  • Grandes Reportagens
  • História Contemporânea
  • Jornalismo Digital
  • Jornalismo: Teoria e Prática
  • Laboratório de Práticas em Jornalismo
  • Metodologia Científica
  • Metodologia de Projetos em Jornalismo

Mercado de trabalho

Agora que você já sabe como é o curso, veja também quais são suas possibilidades no mercado de trabalho. Depois, nós faremos um comparativo entre o Jornalismo e Relações Públicas.

No caso da primeira opção, você pode trabalhar em redações e departamentos de comunicação de diferentes empresas, seja no ramo radiofônico, televisivo ou editorial. Sendo assim, a principal missão de um jornalista costuma ser atuar em veículos. Aí, você terá que desenvolver tarefas como coletar, investigar, escrever, editar, administrar conteúdo. São tarefas que exigem muita agilidade e um pouco de sorte.

Além disso, você pode atuar na promoção de contatos entre organizações e imprensa e publicam informações, registrando fatos jornalísticos. Vale levar em consideração que a sua principal missão é sempre produzir com verdade e bastante qualidade. Gerar conteúdo novo está na veia de um jornalista. Então, a criatividade também precisa brotar em você.

Por fim, saiba que considerando as diferenças entre Jornalismo ou Relações Públicas, na primeira opção você ainda pode produzir conteúdo para qualquer mídia, realizar a comunicação corporativa através de materiais como revistas customizadas, assessoria de imprensa, branded content.

Dá ainda para ir para um lado mais artístico, atuando em apresentação e produção de programas de audiovisual e radiofônicos de cunho jornalístico. Em todos os níveis, é preciso atenção e a experiência vai facilitando as coisas e os processos.

Sobre Relações Publicas

A principal diferença entre Jornalismo e Relações Públicas é que no segundo caso você precisa sempre ter uma comunicação mais estratégica. Sendo assim, você tem que dominar suas possibilidades de pensamento estratégico para a troca de informação.

Aqui, não estamos falando só em produzir conteúdo, mas em valorizar a informação e a troca de conhecimento entre empresa e cliente, comunicação interna ou comunicação comunitária.

Sua missão será sempre a de garantir uma boa imagem pública, positiva e na formação da identidade de uma empresa/organização. Então, você atua mais na estratégia de usar a comunicação para firmar uma linguagem e imagem positiva do cliente para o qual trabalha.

É preciso saber empacotar muito bem as ideias e os processos. Para isso, você pode trabalhar nas pesquisas e auditorias, em relações-públicas realizam ações de relacionamento entre a instituição e seus públicos.

Mercado de trabalho de Relações Públicas

Vamos entender melhor esse mercado de trabalho e as diferenças entre o Jornalismo ou Relações Públicas. No caso da última opção, você vai trabalhar com a comunicação organizacional de empresas públicas e privadas. Existem muitas vagas à disposição.

Normalmente elas aprecem como assessor de imprensa. Então, esteja mais atento para os descritivos na hora de procurar oportunidades.

Sua missão será a de planejar e organizar eventos de diferentes naturezas, promovendo ações para a construção da imagem e de identidade das organizações. Ou seja, você precisa sempre aproximar o seu cliente com as pessoas que se envolvem no produto ou serviço oferecido. Fortalecer essas relações é sua proposta e o seu dever enquanto profissional.

Para isso, você pode procurar vagas em agências de comunicação, eventos e conteúdo (inclusive digital). Tem sempre oportunidades em assessorias de imprensa, endomarketing, comunicação integrada em órgãos públicos, empresas, terceiro setor e consultorias de imagem.

Por outro lado, dá para você fazer também o planejamento estratégico em comunicação de agências e de empresas ou ONGs. Outras possibilidades estão na pesquisa de opinião pública em institutos de pesquisa, relações com a comunidade e gestão de projetos do terceiro setor e relações públicas no meio digital (redes sociais e novas mídias).

Curso de Relações Públicas

Vamos agora entender o que você vai aprender na faculdade para colocar tudo isso em prática. Aqui, separamos as principais disciplinas que costumam aparecer em cursos do ramo. Nesse caso, é importante sempre conferir a grade da faculdade que você escolher. Veja:

  • Filosofia
  • Sociologia
  • Economia
  • Direito
  • Antropologia
  • Psicologia
  • Estética e Artes
  • Ciência Política
  • Administração
  • Fundamentos teóricos da comunicação
  • Linguagens, mídias e tecnologias
  • Pesquisas de opinião e de imagem
  • Diagnóstico, planejamento e gestão estratégica da comunicação
  • Planejamento e organização de eventos
  • Gerenciamento de crises
  • Redação institucional, produção de mídias impressas, audiovisuais e digitais
  • Comunicação em rede
  • Portais corporativos, governamentais e comunitários
  • Projetos sociais e culturais
  • Empreendedorismo e Gestão de Negócios
  • Comunicação nos processos de governança corporativa
  • Psicologia Social
  • Estatística
  • Relações Governamentais
  • Cerimonial e Protocolo
  • Ouvidoria

A formação é bem diferente

Se você prestar bastante atenção em todas as disciplinas e assuntos que são tratados aqui, vai perceber ainda melhor as diferenças entre Jornalismo ou Relações Públicas. Sendo assim, saiba que o mercado de trabalho costuma interagir entre as profissões, mas a sua formação é bem diferente.

Em resumo, avalie com calma quais as suas potencialidades para escolher com precisão o melhor caminho profissional para você. Esse é um momento importante do início da sua carreira.

Confira mais informações sobre cursos, capacitações, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.

  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *