Você já pensou em usar o Kindle para estudar? Pois saiba que ele tem diversas funções interessantes que podem ajudar nessa tarefa. Principalmente, caso você queira acessar vários livros em um mesmo local pela internet e levá-los para qualquer lugar.

Por mais que ainda tenha muita gente que prefere os livros de papel, há uma legião de fãs dos e-readers que utilizam o dispositivo para os mais diversos fins, sendo um deles o de estudar.

Mas você já conhece o Kindle? Quer saber mais detalhes sobre ele? Fica aí que a gente explica!

Leia também: 10 truques para ter mais foco e energia para estudar

O que é o Kindle?

Em primeiro lugar, o Kindle é um e-reader, ou seja, um leitor de livros digitais ou e-books. É um equipamento desenhado com um sistema operacional especificamente para esse fim.

Ele foi criado pela Amazon e o primeiro modelo foi lançado em 2007 nos Estados Unidos, chegando em 2009 no Brasil. Dentro dele você encontra a sua biblioteca com todos os livros digitais que você possui. Sendo que você pode comprá-los na Amazon ou enviar para ele por e-mail.

Lembrando que para baixar um livro na da loja virtual, o dispositivo precisa estar conectado na rede Wi-Fi.

A principal diferença do Kindle para os smartphones e tablets é o fato de que ele possui uma tela chamada e-ink, que simula a visão de tinta impressa. Dessa forma, ela não cansa os olhos depois de um tempo de leitura, como acontece com as telas de LCD ou AMOLED.

Além disso, você tem o aplicativo Kindle, que você pode baixar nos seus outros dispositivos gratuitamente. Ele é sincronizado com o seu Kindle e oportuniza que você continue sua leitura quando estiver sem o seu dispositivo por perto.

Modelos de Kindle

Hoje são 3 modelos disponíveis a venda na Amazon:

Kindle 10ª geração

O modelo básico do Kindle já está na sua 10ª geração. Ele que até a geração anterior não possuía iluminação embutida, agora conta com uma de 4 LEDs, que permite que você leia em locais escuros.

Além disso, sua tela é sem reflexo mesmo sob a luz do sol.

Kindle Paperwhite

Considerado o melhor custo-benefício dos dispositivos Kindle, agora o modelo Paperwhite vem com uma vantagem de ser a prova d’água, fazendo com que você possa utilizá-lo na praia ou piscina.

O dispositivo pode ficar submerso a 2 metros de profundidade por até 60 minutos na água doce. E não pense que esse recurso não serve pra nada, já que todo mundo sabe que acidentes acontecem!

A luz embutida é de 5 LEDs e a resolução é maior que a do Kindle 10ª geração. Além disso, você pode optar pelo modelo de 8 GB ou de 32 GB.

Kindle Oasis

Bem mais caro que as outras duas versões, o Kindle Oasis permite que você personalize a temperatura de cor da sua tela.

É possível alternar da luz branca até tons de âmbar mais quentes. Além disso, você também pode configurar de forma automática em quais momentos a luz se altera.

Também é a prova d’água, tem botões de virada de página, tela de 25 LEDs e uma tela um pouco maior que as outras. Também tem dois modelos, o de 8 GB e o de 32 GB.

Leia também: Formar grupos para estudar pelo Whatsapp traz resultado?

Vantagens de ter um Kindle

A principal vantagem nós já falamos: a tela confortável antirreflexo para leitura por horas seguidas. Outra vantagem é a bateria que dura semanas com uma única carga, dependendo do uso.

Ele também é muito leve, muitas vezes mais leve que um único livro. Você consegue ler utilizando apenas uma mão. Além disso, ele tem a possibilidade de carregar mais de 3 mil livros diferentes.

Você também pode personalizar sua tela, alterando o tipo e o tamanho da fonte, o espaçamento ou ainda se quer ler na vertical ou horizontal.

É possível também marcar a página que você parou, selecionar seus trechos favoritos, fazer anotações e procurar o significado das palavras.

Dentro do Kindle você tem acesso não apenas a um dicionário, como também à Wikipédia e a um tradutor. Basta tocar e segurar na palavra que você não conhece que abre uma janela te dando todas essas opções para que você procure o significado dela.

Quem compra um Paperwhite ou Oasis ainda tem a vantagem de ter um dispositivo a prova d’água. E, por último, o preço dos livros que, normalmente, é bem menor que o dos livros físicos. Além disso, não tem frete.

Desvantagens de ter um Kindle

Muitas vezes os usuários reclamam de problemas de compatibilidade de outros tipos de arquivos senão o mobi. No entanto, A Amazon afirma aceitar diversos tipos de extensões por meio de conversão para o Kindle.

O investimento inicial sempre pode ser um problema, já que um Kindle não é barato, principalmente os modelos mais completos.

Nem todo mundo se adapta ao formato do Kindle ou às tecnologias em geral, preferindo os livros físicos.

Kindle para estudar

Hoje em dia, praticamente todo o material que utilizamos para estudar está disponível na versão digital.

Dessa forma, se você pretende adquirir um Kindle para estudar, você pode aproveitar as diversas funcionalidades que ele oferece.

Vantagens de quem utiliza o Kindle para estudar

A tela também é um dos principais motivos para você usar o Kindle para estudar.

Isso porque, se você for utilizar outro tipo de tela como computador, smartphone ou tablet, você pode não aguentar utilizar por muito tempo. Principalmente por conta da luz que esse tipo de dispositivo emite.

A luz do Kindle é ajustável e não prejudica seus olhos.

Você pode baixar os livros e apostilas que você utiliza e fazer marcações e anotações. Além disso, ele é super portátil, fazendo com que você possa levá-lo para todos os lugares.

Incluisve, a mobilidade que ele proporciona vale tanto para quem usar o Kindle para estudar como também só para que usa para ler. Mas sabemos que quem estuda normalmente está sempre com a mochila cheia de materiais, não é mesmo?

A bateria, como já mencionamos, também é uma grande vantagem, principalmente para quem usa o Kindle para estudar. Não precisar parar a leitura a qualquer momento para carregar a bateria, como você faz com o seu celular, por exemplo, é muito prático.

Os diversos arquivos que o Kindle aceita também facilitam o uso para quem quer ter acesso a materiais de estudo.

Outra das principais vantagens é acesso ao dicionário, à Wikipédia e ao tradutor que facilitam muito a vida do estudante que não precisa parar tudo para procurar o significado de algo que não compreendeu.

Desvantagens de quem utiliza o Kindle para estudar

Assim como as desvantagens do Kindle em geral, quem utiliza o dispositivo para estudar pode esbarrar na questão preço. Principalmente se sua ideia é adquiri-lo somente para este fim.

Dessa forma, você deve avaliar o custo-benefício e se utilizará o aparelho para leitura em geral para saber se vale a pena.

Se você é um grande leitor e vai aproveitar o Kindle para ler outros tipos de livros que não os de estudo, vá em frente! Caso contrário, talvez não valha a pena o investimento.

Outra desvantagem é o fato de que você só pode ler com o Kindle. Assistir às videoaulas ou ouvir podcasts, por exemplo, são recursos que você ainda precisa utilizar no computador ou smartphone.

O fato de que tem gente que prefere anotar nas bordas do livro ou manusear o papel também é um impeditivo para utilizar o Kindle para estudar. Muitas pessoas têm esse hábito e podem não se adaptar ao uso de tecnologias para esse fim.

Leia também: 8 dicas para encontrar o melhor local para estudar

E você, já utilizou o Kindle para estudar?

Conta pra gente se você tem um Kindle e utiliza o dispositivo para estudar. Para você vale a pena? Você indicaria a compra para alguém? Conta aí!

E se quiser continuar acessando conteúdo de qualidade sobre mercado de trabalho, bolsas, cursos, ensino e carreira, continue acompanhando o blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui