melhores faculdades de engenharia de produção

Melhores faculdades de Engenharia de Produção do país

Você sabe quais são as melhores faculdades de Engenharia de Produção do país? De fato, cursar uma universidade de prestígio pode ajudar você a se destacar no mercado de trabalho. O curso de Engenharia de Produção tem cada vez mais relevância e atrai muitos novos profissionais para a área. 

Deste modo, o sonho de cursar o ensino superior em Engenharia de Produção tem se tornado realidade para muitos brasileiros. Afinal, o Brasil tem em média 670 faculdades de Engenharia de Produção com a autorização do Ministério de Educação (MEC). 

Contudo, escolher uma das melhores faculdades de Engenharia de Produção do país faz toda diferença para o profissional que você deseja ser!

O blog Vai de Bolsa reuniu os detalhes dos cursos com base no Ranking Universitário Folha (RUF) e listou as cinco melhores faculdades de Engenharia de Produção do país, para ajudar a escolher e saber em qual estudar! 

Leia mais: Quais são os tipos de engenharia que existem no mercado?

Conheça as cinco melhores faculdades de Engenharia de Produção do país

1. Universidade de São Paulo – USP

A Universidade de São Paulo é uma universidade pública do Estado de São Paulo, tendo campi em oito cidades pelo Estado. Ela tem mais de 62 mil alunos, possui 257 cursos, sendo um deles o de Engenharia de Produção. O curso está nas cidades de São Paulo, São Carlos e Lorena. 

Portanto, tanto a Escola Politécnica de São Paulo quanto a Escola de Engenharia de São Carlos e Lorena tem como missão oferecer ensino de qualidade e produzir conhecimento inovador. As faculdades tem grande desenvolvimento de grupos de pesquisa, iniciação científica, pós-graduação com mestrado e doutorado e pós-doutorado.

2. Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

A Universidade Federal de Santa Catarina é a 7ª melhor universidade pública do país. Dessa forma, a UFSC oferece 120 cursos de graduação e tem 149 programas de pós-graduação.

O curso de Engenharia de Produção começou a ser disponibilizado em 1969 como pós-graduação e 1979 como graduação. 

Neste sentido, a Faculdade de Engenharia de Produção da UFSC tem na grade curricular matérias da produção civil, produção elétrica e produção mecânica, totalizando cerca de 4.500 horas de curso que deveram ser feitas ao longo de 10 semestres.

Com o objetivo de enriquecer o currículo dos seus estudantes, a faculdade tem diversos projetos e oportunidade de intercambio com o mundo todo!

3. Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG

A terceira melhor faculdade de Engenharia de Produção do país está localizada Belo Horizonte, Tiradentes e Montes Claros. É a federal de Minas Gerais. A faculdade foi fundada em 1927 e é uma universidade pública. 

Com o intuito de formar engenheiros de produção de excelência, a faculdade fundou o curso de Engenharia de Produção na UFMG em 2001.

Ao fim do curso você receberá o título de bacharel em engenharia de produção. No ano, o curso oferece 90 vagas, divididas 45 por semestre. 

4. Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

A Universidade Estadual de Campinas tem 34 mil alunos matriculados e mais de 60 cursos de graduação, e possui três campi em Campinas, Piracicaba e Limeira.

A UNICAMP é a 4ª melhor faculdade de Engenharia de Produção do país. Desse modo, a faculdade lidera o ranking nacional per capita de publicações cientificas em revistas internacionais. 

A faculdade de Engenharia de Produção da UNICAMP tem sede na cidade de Limeira e compõe o bloco da faculdade de Ciências Aplicadas, com dez anos de existência.

Na grade curricular você encontra disciplinas como noções gerais dos processos de manufatura, simulação de sistemas e seleção de materiais. 

5. Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ

A UFRJ é a primeira instituição oficial de ensino superior do Brasil. Ela está em atividade desde 1792.

A universidade possui mais de 170 cursos de graduação e 345 de pós-graduação. Além de situada na cidade do Rio de Janeiro, tem campi também em Duque de Caxias, Itaperuna e Macaé, além do campus de Praia Vermelha e a Cidade Universitária.

É na Cidade Universitária que o curso de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da UFRJ se localiza. Neste sentido, o curso tem duração de dez semestres, e tem disciplinas como engenharia e meio ambiente, introdução à engenharia de produção e física experimental.

Conheça mais sobre o curso de Engenharia de Produção

O curso superior de Engenharia de Produção dura em média cinco anos e é um dos dez mais procurados do país. Esse profissional pode atuar em diversas áreas. Mas seu grande desafio é buscar formas de melhorar a produção em uma empresa, utilizando ideias novas e estratégicas.

Portanto, de todas as engenharias, a de produção é a que mais se aproxima das ciências humanas. Tendo disciplina como gestão de pessoas e administração em sua grade curricular. Assim como as disciplinas tradicionais de um curso de exatas, como matemática, física e química.

Para se formar, o aluno do curso de Engenharia de Produção, deve apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Entretanto, para algumas universidades o TCC deve ser um projeto, como acontece na UFRJ.  Contudo, antes da formatura o aluno deve fazer estágios por dois semestres ou mais.

Leia também: Vantagens do EAD: vale a pena estudar a distância?

Entenda o perfil do profissional de Engenharia de Produção

O aluno do curso superior em Engenharia de Produção será capacitado para organização de processos e produções da empresa e indústria. Por isso, o raciocínio lógico é importante.  

No entanto, além do raciocínio logico, é importante que o profissional tenha aptidão por tecnologias, tenha afinidade com as ciências exatas e capacidade para enfrentar e resolver problemas. 

Contudo, o ponto mais importante é que o profissional saiba administrar os processos de produção, sejam eles na agroindústria ou na engenharia do trabalho. Deve entender de controle de produção, gerenciamento e operacionalização ligados ao processo produtivo.

Saiba mais sobre a carreira em Engenharia de Produção

A carreira de engenharia de produção apresenta um grande mercado para seu profissional. Isso ocorre porque o curso visa formar um profissional com conhecimentos em distantes áreas, como produção, gestão de pessoas e economia.

Este profissional poderá atuar em empresas de alimentos, ou agroindústria e área de eletroeletrônicos. Como também no seguimento mecânico, químico, de petróleo e siderúrgico.

Todavia, muitas empresas exigem do profissional de produção o registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA). O registro serve para possibilitar a assinatura de documentos necessários na produção e fabricação dos produtos feitos pela empresa.

A formação ampla do curso tem como objetivo criar grandes oportunidades para o profissional, que trabalha com a manufatura e a fabricação. Por isso, o campo de atuação do engenheiro de produção tem elementos importantes que devem ser seguidos:

  • Desenvolvimento organizacional: atuando na analise da empresa e definindo as estruturas da organização;
  • Dimensionar e gerenciar: aliando os conhecimentos técnicos da engenharia de produção, com os conhecimentos de gestão e administração, o engenheiro de produção deve gerenciar os processos produtivos da empresa;
  • Eficácia dos Processos produtivos: observar, alinhar e garantir de maneira eficácia os baixos custos na produção dentro da empresa.

Escolha a faculdade de Engenharia de Produção 

O curso de Engenharia de Produção tem se tornado mais acessível, mas é importante saber em qual faculdade você irá cursar. Por isso, essa escolha faz toda diferença para o seu futuro.

Dessa forma é muito importante que a faculdade escolhida seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), pois somente desse modo seu diploma terá validade.

Vale ressaltar que existem mais de 500 faculdades particulares de Engenharia de Produção no país, algumas oferecem a possibilidade de curso presencial, mas também a distância.

Se você gostou desse conteúdo e se interessa por outros relacionados à educação, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *