Como manter a motivação na faculdade 

O início do curso foi só ousadia e alegria. Afinal, tudo era novidade, local, disciplinas, professores e colegas. Mas a motivação na faculdade começou a cair quando você sentiu que conciliar graduação, trabalho, amigos e família pode ser mais complicado do que o imaginado.

Primeiramente, por se tratar de um aspecto particular, a presença ou falta da motivação varia bastante de pessoa para pessoa. Podendo ser por excesso de atividades ou até mesmo pela falta de planejamento para a execução de cada uma.

Às vezes, nós não podemos evitar ou controlar as coisas que acontecem ao nosso redor, mas podemos refletir e escolher de que maneira lidamos com esses acontecimentos.

Agora, antes que o desânimo e a angústia ocupem um lugar ainda maior na sua vida, continue lendo este texto e tenha a certeza de que não está sozinho.

Desafio de todos

A evasão de estudantes no ensino superior é um problema antigo de instituições públicas e privadas do país. Apesar de ter apresentado queda, ela ainda atinge taxas de 25,9% no ensino presencial e de 34,3% na modalidade a distância.

Os dados acima foram coletados em 2017 e comparados com o ano anterior. O estudo é do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp) que reuniu tudo no Mapa do Ensino Superior no Brasil 2019.

No entanto, vale destacar que a evasão não é causada apenas pela falta de motivação na faculdade. Afinal, existem mais fatores: dificuldade de integração, deficiências da própria instituição, má gestão do tempo por parte dos estudantes, problemas financeiros e/ou pessoais, entre outros.

Em suma, tanto instituições quanto alunos devem refletir sobre as origens da evasão no ensino superior. A ausência da motivação na faculdade pode não ser a razão desse antigo problema, mas faz parte dele. Sendo assim, todos os envolvidos podem e devem desenvolver atitudes para enfrentá-lo.

Logo abaixo, você vai entender um pouco mais sobre esse tema, bem como ver algumas dicas para não perder a sua empolgação com o curso.

Expectativa X Realidade

Você entrou na faculdade e começou o curso que tanto queria. Entretanto, percebeu que a rotina de estudos é mais intensa do que pensava. No fundo, você se sente até culpado pois já está esgotado por estar “só” estudando.

Primeiro, as pessoas ao seu redor podem não entender, isso inclui pais e amigos, mas a faculdade pode exigir muito. Assim sendo, se está ciente do esforço que fez e faz para se manter no curso escolhido, não se condene por estar desmotivado.

Muitos estudantes acabam passando várias noites acordados para dar conta dos trabalhos da faculdade. Porém, se isso se torna frequente, o cansaço vai aumentando e a motivação toma a direção oposta.

A partir disso, você cai num tipo de fluxo automático. Começa a realizar tarefa atrás de tarefa sem realmente refletir sobre, desejando apenas alcançar a nota X que o fará seguir para a próxima fase.

Esse tipo de pensamento pode até ser comum na escola, mas ao começar um curso superior, tenha em mente que você também é responsável direto pela construção do seu conhecimento. Isso não retira as responsabilidade da instituição, por exemplo, mas cria um equilíbrio necessário entre esses dois agentes.

Além disso, o próprio curso e até a estrutura da faculdade podem ser fatores de quebra de expectativa. Você pode se decepcionar com a profissão escolhida e querer mudar de curso ou pode não se dar bem com a metodologia que alguns professores aplicam em sala.

Enfim, tudo isso pode acontecer. Porém, o que importa é em como você lida com esses desafios. Bem verdade, não existe “receita de bolo” para recuperar a motivação na faculdade, mas há algumas ações que podem ajudar bastante para que isso ocorra. Veja a seguir algumas:

1. Pense e fale sobre isso

Por que você está desmotivado? Está passando por algum problema no curso ou mesmo pessoal? Primeiramente, reserve um tempo para pensar sobre o que você está sentindo. Faça essas perguntas a si mesmo e tente responder como uma conversa comum.

Se a dificuldade for em decorrência de um momento específico, existe a possibilidade de trancar o curso e voltar quando o caso estiver solucionado. Agora, se a situação não for pontual, então analise a sua rotina. Às vezes, uma mudança na gestão do tempo pode contribuir bastante.

Converse com seus colegas e amigos sobre essa questão. Afinal, talvez eles também estejam passando pela mesma situação. Quanto mais você discutir esse assunto, mais facilmente encontrará uma saída.

Além disso, você pode procurar um profissional para desabafar. Não é vergonha nenhuma buscar ajuda indo a um psicólogo, por exemplo.  Aliás, fique atento para ver se os sintomas de sua desmotivação não são algo mais grave, como depressão.

2. Organize seu tempo

Já pensou que reorganizar seu dia a dia pode fazer toda a diferença? Algumas técnicas de gestão de tempo contribuem para que você potencialize o resultado de suas atividades.

Basicamente, elas te auxiliam a fazer o trabalho que você já faz, com mais qualidade e levando menos tempo para concluir.

Escolha uma metodologia e planeje-se! Ao se sentir menos sobrecarregado, você tem mais chances de recuperar a motivação na faculdade e enxergar todos os motivos que o fizeram estar onde está agora.

3. Faça atividades para manter a motivação na faculdade

Pode parecer controverso, mas atividades complementares, projetos de pesquisa, extensão ou até mesmo um trabalho voluntário podem te ajudar a manter a motivação na faculdade.

“Mas eu estou esgotado porque já faço coisas demais!”, talvez seja o seu pensamento. No entanto, o problema pode estar nas coisas que você escolheu fazer. A ideia das atividades desenvolvidas dentro do próprio curso é que quanto mais envolvido você estiver com a sua graduação, mais fácil será identificar a afinidade real que você possui com essa escolha.

Isso porque esse tipo de ação vai além da sala de aula e da grade curricular básica que todos terão que fazer. Ou seja, mais liberdade para propor ideias, pesquisar sobre coisas que você julgar relevante, enfim, dar vazão a sua capacidade.

Sem falar na oportunidade de adquirir mais conhecimento, ter contato com outros profissionais e colocar em prática os ensinamentos teóricos. Enfim, várias instituições de ensino oferecem bolsas de estágio e outras oportunidades aos alunos durante a graduação. Procure aproveitar ao máximo.

Assim, pode ficar até mais fácil saber se a sua motivação na faculdade é passageira ou se ela está ligada a algo maior, como por exemplo, a vontade de mudar de curso.

Suas escolhas

Aliás, saiba que todos os estudantes já tiveram dúvidas e se sentiram, mesmo que por algum momento, desmotivados na faculdade.

Ah! Você já viu esse discurso que o ator Jim Carrey fez como paraninfo de uma turma de graduandos da Universidade de Negócios de Maharishi, em Iowa, nos Estados Unidos. Confira um trecho logo abaixo e aproveite para imaginar o que te move a estar no lugar dos formandos um dia.

Enquanto reflete sobre a sua situação, aproveite para ler outros textos aqui do blog Vai de Bolsa, tem muito conteúdo para você. Até a próxima!

😉

  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *