A prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é a mais aguardada pelos estudantes de Direito. Não poderia ser diferente. Afinal, sem passar por essa etapa, a carreira profissional fica mais limitada. É preciso conseguir a aprovação para advogar e também para conseguir preencher os requisitos de quase todos os concursos públicos.

Por isso, preparamos uma lista completa de tudo o que você precisa saber para garantir a aprovação na OAB. Temos dicas de onde conseguir provas anteriores para você encarar os simulados, como ler os editais para evitar pegadinhas, algumas orientações não hora de você escolher o cursinho preparatório e como priorizar os estudos em cada etapa da prova.

Identifique o seu propósito

Passar na OAB deve ser só o início da sua carreira. A jornada vai ser longa. Então, ter objetivos e propósitos em mente contribuem para que você não desista dos estudos. Conquistando a sua carteira da OAB você poderá atuar como advogado. Além disso, mesmo que o seu objetivo seja o concurso público, lembre-se que a OAB é um requisito. Então, para conseguir avançar na carreira profissional, tenha foco nos estudos.

Busque um cursinho preparatório

Sejam eles presenciais ou online, ter contato com professores especializados na preparação para esse exame é imprescindível. Afinal, eles costumam dar outros conteúdos e de uma forma muito mais prática e ágil. Diferente das maneiras exploradas dentro das salas da faculdade.

Geralmente, os cursinhos oferecem materiais especializados. Eles são diferentes, voltados para o seu processo de aprovação. São exercícios, materiais didáticos exclusivos, simulados, experiência no preparo de candidatos aprovados na OAB pela FGV. Um exemplo é o Saraiva Aprova. Eles disponibilizam videoaulas, questões, simulados, cronograma de estudos e muito mais. Tudo organizado em módulos e pensado para estimular você.

Leia o edital da prova da OAB

Há quem diga que a leitura correta do edital é a primeira fase de um concurso. Você precisa conhecer todas as regras. No edital da OAB também terão informações importantes sobre matérias cobradas e pontos de prova. Então, dedique tempo para essa leitura. Durante esse processo, você terá a oportunidade de encontrar ainda mais matérias  para acrescentar no seu planejamento de estudos. São justamente esses detalhes que podem fazer a diferença no momento da aprovação.

Planeje os estudos

É preciso saber o tempo que você tem até a prova da OAB. Faça uma análise com todas as matérias que precisam ser estudadas e as datas de cada etapa. A partir dessas informações, fica mais fácil montar um cronograma diário de estudos. Assim, você pode definir a matéria que vai estudar em cada dia e horário disponível. Além disso, dá para incluir os exercícios que você tem que fazer e as sessões de revisão.

Aposte em cronogramas de apoio. Existem materiais disponíveis na internet para indicar o que estudar em cada dia. Nesses conteúdos, que costumam ser gratuitos, estará indicado quanto tempo estudar por dia e exemplos de planos que já foram testados e aprovados. Busque inspiração nos melhores roteiros de estudo e saiba como adaptar um plano à sua rotina. Além disso, quando chegar perto da prova da OAB, esse mesmo material pode apoiar você no processo de revisão.

Conheça suas debilidades

Elas estão nas disciplinas em que você menos tem facilidade. No entanto, se você estudar direito, também conseguirá desenvolver melhor essas debilidades. Ou seja, ao estudar aquelas matérias com as quais você tem menor facilidade, ou que não despertam tanto interesse, você acaba se preparando melhor. A partir daí, você conseguirá aumentar sua nota em toda a prova da OAB e diminui as chances de você zerar alguma das provas.

Comece a se preparar agora

Ao organizar seu plano de estudos, é importante que você considere tudo o que tem que rever até o final da prova da OAB. Muitos alunos separam apenas o último semestre (ou até mesmo o mês) de faculdade para estudar. Isso não é suficiente. Você já deve ter percebido na faculdade que existem muitas legislações, entendimentos doutrinários e jurisprudenciais. Então, para a prova da OAB não será diferente. Tenha tempo para isso.

Faça exercícios e simulados

Os exercícios são fundamentais para a preparação da prova da OAB. Seja com conteúdos sobre a primeira etapa, seja com conceitos da prova prática e dissertativa da segunda etapa. Então, você pode usar esse processo de leitura, revisão e exercícios como momentos de fixação de conteúdo.

Por isso, é muito importante incluir momentos de resolução de exercícios. Estude o conceito em um dia e, no outro, resolva os exercícios. Isso dará mais uma reforçada no material da OAB. É uma prática que nos faz exercitar a memória e rever conceitos.

Sistematize a matéria cobrada

O estudo para a OAB envolve muita legislação. No entanto, mesmo assim, você conseguirá compilar as matérias. Ao saber bem quais são os direitos fundamentais, a distribuição de poderes e as competências, você terá mais chance de aprender os princípios do Direito Administrativo, Civil, Penal, entre outros.

Por isso é tão importante aprender realmente os conceitos sobre a racionalidade por trás da Constituição. Isso vai apoiar você a sistematizar o Direito no Brasil. Além disso, vai facilitar o entendimento de outras disciplinas.

Foco na primeira etapa da prova

Vá com calma. Concentre mais tempo e esforços no estudo específico de algumas matérias. Você pode e deve começar pelo Estatuto da OAB e o Código de Ética da OAB. Saiba que entre as oitenta assertivas da primeira etapa, doze tratam sobre o Estatuto da OAB e seu Código Ética. Sendo assim, elas têm um grande peso na prova.

Além disso, são leis relativamente curtas. Lembre-se que a Constituição tem 250 artigos, o Código Penal tem 361 artigos e o Código Civil tem 2046 artigos. Tenha foco na memorização, já que certamente esses assuntos serão cobrados na prova da OAB.

Leia a “letra da lei”

O exame da OAB tem como objetivo atestar conhecimentos básicos sobre uma grande variedade de temas no Direito. Então, você terá muitos assuntos sobre a “letra da lei”.  Mas não deixe de conferir os códigos e legislações especiais. Visto que eles trazem conteúdos específicos sobre a forma como você deve responder questões na prova da OAB, especialmente na primeira etapa.

Busque os especialistas

Conhece algum colega que já passou pela prova da OAB? Peça ajuda, dicas e orientações. Toda ajuda é bem-vinda. Além disso, lembre-se dos seus professores. Eles podem ser uma boa fonte de inspiração e indicação de materiais de apoio. Siga as dicas e se esforce como o merecido.

Cuidado na segunda fase

Você deve escolher essa etapa da OAB de acordo com a familiaridade com o conteúdo. Não faça de acordo com o número de peças processuais que ela envolve. Essa não é uma boa estratégia para você passar na OAB. Aposte no que você já sabe, ou o que pode estudar e rever com mais facilidade.

Veja provas anteriores

É bastante produtivo estudar com base nas últimas provas da OAB. Assim, você terá mais conhecimento do tipo de pergunta e também de conteúdo cobrado. Lembre-se que isso também vai apoiar você na fixação do conteúdo.

Busque súmulas e jurisprudência

Elas são fundamentais para o seu bom desempenho na prova da OAB. As orientações jurisprudenciais são publicadas pelo Superior Tribunal do Trabalho (TST).  Já as súmulas vinculantes são de competência do Supremo Tribunal Federal (STF).

É importante lembrar que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) também publica suas súmulas jurisprudenciais, e que o STF ainda emite súmulas não vinculantes.

Cuide da sua parte emocional

Relaxe no dia antes da prova da OAB. Não consuma bebida alcoólica e procure apenas fazer o que gosta. Não tente rever todo o conteúdo. Isso deixará você ainda mais cansado e pressionado. Além disso, você não terá mais tempo para solucionar problemas que ficaram para trás. Aliás, isso pode até atrapalhar o seu desempenho.

Psicologicamente, é importante também estar no lugar certo e no momento certo. Então, lembre-se que existirão outras oportunidades. A prova da OAB acontece com freqüência. Reforce que não passar, não será o fim da sua carreira. Sempre existe outra chance.

Mantenha o foco no positivo

Sim! Tenha mente e coração fortes. Além disso, mantenha o positivo. Quando receber a sua prova da OAB, lembre-se primeiro de reforçar mentalmente que você estudou tudo. Lembre-se de todas as vitórias e conquistas até aquele momento. Reforce o tempo de lazer que deixou de lado para estudar o conteúdo. Foque no positivo e comece a resolver tudo com calma e atenção.

Cuidado com o tempo de prova

Os simulados podem apoiar você nesse sentido. Eles ajudam a revisar e fixar o conteúdo, além disso, ajudam você a medir o tempo de prova da OAB. São oitenta questões na primeira etapa. Além disso, lembre-se de que é preciso algum tempo para preencher o cartão de respostas na primeira etapa, bem como de tempo de revisão na segunda. Fazendo os simulados, você aprenderá melhor a controlar esse tempo.

Lembre-se do cartão de respostas

Além de reservar tempo para preencher o cartão de respostas, preste atenção na hora de transcrever do caderno de questões para o cartão. Você poderá perder pontos valiosos se errar.

Tem mais conteúdo esperando por você no blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui