Muita gente acredita que o caminho para ser bem sucedido no mercado de trabalho depois do ensino médio é entrar na faculdade. Mas a verdade é que existem muitas formas de seguir para a sua carreira dos sonhos e uma delas é o ensino técnico. Quer saber se essa opção é para o seu perfil de aluno? Então continue lendo e entenda!

Em primeiro lugar, vale começar explicando que a escolha entre ensino técnico e faculdade não precisa ser definitiva. Inclusive, muita gente opta pelo curso técnico para conhecer mais sobre determinada área de trabalho e, depois, decidir se quer fazer uma graduação nesse segmento. 

Além disso, não existe uma opção melhor ou pior. Tudo vai variar dependendo do seu perfil, suas ambições, seu tempo disponível, entre outros fatores. Neste artigo, a gente vai explicar tudo que deve ser levado em conta na decisão. Independente da sua escolha, o importante sempre é continuar estudando para conquistar a carreira que você quiser.

Leia também: Baixe grátis o nosso e-book Guia para conquistar o primeiro emprego

Perfil de aluno do ensino técnico

Não existe um perfil somente para o aluno de cursos técnicos, mas a maioria tem alguns fatores em comum. A seguir, você vai ver alguns deles e, com isso, vai conseguir avaliar se encaixa nessas categorias. 

Quer (ou precisa) entrar logo no mercado de trabalho

Um dos elementos mais importantes entre quem busca o ensino técnico é a necessidade ou o desejo de começar a trabalhar logo na área. Afinal, esses cursos costumam ser mais curtos e bastante focados na prática do mercado de trabalho: a maioria tem duração de até 24 meses. 

Além disso, o Brasil ainda tem um déficit grande de profissionais de nível técnico e, mesmo em épocas de crise, é possível encontrar vagas. 

Leia mais: Conheça os melhores cursos técnicos para quem quer trabalhar logo

Prefere aprender na prática

Muita gente aprende bem melhor quando está com a mão na massa. Ou seja, gosta muito mais da prática do que da teoria. Nesses casos, o curso técnico é bastante indicado, pois eles costumam ter disciplinas menos teóricas do que uma faculdade.

Ainda não concluiu o ensino médio

O ensino técnico também é uma boa opção para quem ainda não terminou o ensino médio mas já quer se preparar para o mercado. Isso porque existem três modalidades de educação técnica no Brasil:

  • integrado: o curso técnico e o ensino médio são uma coisa só e o aluno cursa os dois ao mesmo tempo, na mesma instituição de ensino. 
  • concomitante: o técnico é feito em paralelo ao ensino médio (um de manhã e o outro a tarde, por exemplo) e os dois são distintos um do outro.
  • subsequente: o início do curso técnico acontece após a conclusão do ensino médio. 

Portanto, nos dois primeiros casos o estudante pode fazer o curso técnico antes mesmo de terminar o ensino médio e, ao se formar, sai na frente da concorrência por uma vaga no mercado de trabalho!

Não tem recursos para arcar com uma graduação

Outro fator que leva muitos alunos aos cursos técnicos é o valor dos cursos. Em comparação com as graduações, esses cursos são mais baratos e, portanto, acessíveis. Então se você não conseguir uma bolsa de estudos, pode fazer primeiro um curso técnico na área e, depois que conseguir um bom emprego, pagar pela graduação. 

E se ainda restou alguma dúvida, acesse nosso artigo “Faculdade ou curso técnico: o que é melhor?” e compare as duas opções! 

Mas se você já acredita que o curso técnico é a melhor opção para o seu perfil de aluno, só não sabe ainda qual escolher, continue lendo e tenha algumas ideias!

Qual curso técnico é melhor para o meu perfil de aluno?

Depois de optar pelo curso técnico, chega a hora de escolher qual deles você vai fazer. Atualmente, existem cerca de 130 cursos regulamentados pelo Ministério da Educação, distribuídos em áreas como meio ambiente, saúde, processos industriais, gestão e negócios, turismo e hotelaria, segurança, informação, design, alimentação, entre outras. 

Então, antes de decidir qual você vai fazer, vale definir a área geral na qual deseja atuar e, a partir daí, pesquisar mais sobre os cursos específicos. A seguir, listamos alguns dos técnicos mais procurados atualmente, com informações sobre duração, currículo e média salaria.

1 – Técnico em Meio Ambiente

O curso técnico em Meio Ambiente tem duração de um ano e meio, em média, e forma profissionais que atuam para reduzir o impacto ambiental de empresas. Geralmente, os formados atuam nos segmentos de construção civil, indústria ou petróleo e gás. Seu salário médio, de acordo com o portal Vagas.com, é 2.709 reais. 

2 – Técnico em Redes de Computadores

Você já deve ter ouvido falar que o mercado de trabalho na área de tecnologia da informação está aquecido. Mas existem vagas no setor para quem tem o nível técnico? A resposta é sim! Inclusive, um dos cursos técnicos mais procurados atualmente é de Redes de Computadores, que forma profissionais para atuar na infraestrutura dos computadores de empresas. O salário médio da profissão é de 1.915 reais. 

3 – Técnico em Desenvolvimento de Sistemas

O técnico em desenvolvimento de sistemas é outro profissional da área de TI que tem ganhado bastante reconhecimento. Com a previsão de chegada da internet 5G nos próximos anos, principalmente, essa área tende a ganhar ainda mais oportunidades. Hoje, o salário médio desse profissional é 3.113 reais.

4 – Técnico em Comércio Exterior

Gosta da área de negócios? Então também existem cursos técnicos para você! Um exemplo é o técnico em comércio exterior, que ensina sobre negociações internacionais e venda de produtos para outros países. Atualmente, o salário médio desse profissional é de 2.868 reais. 

5 – Técnico em Geoprocessamento 

Já quem se interessa em trabalhar nas áreas de petróleo e gás, por exemplo, pode fazer um curso técnico em geoprocessamento. O profissional desse setor coleta informações sobre determinado terreno, para elaboração de mapas, cartas topográficas e plantas, entre outras funções. Seu salário médio no Brasil é de 1.906 reais. 

6 – Técnico em Enfermagem

Por último, vale lembrar também de um dos cursos mais procurados na área da saúde: o técnico em enfermagem! Afinal, esses profissionais podem trabalhar tanto em hospitais e postos de saúde quanto oferecendo cuidados em casa, para pessoas acamadas ou idosos, por exemplo. O salário médio da profissão é de 1.822 reais, mas pode variar dependendo do seu local de trabalho. 

Mas além desses cursos, também existem muitas outras opções viáveis. Conheça mais alguns cursos técnicos que já abordamos aqui no Vai de Bolsa:

Encontrou o seu perfil de aluno?

E se esse conteúdo foi útil para você entender o perfil de aluno dos cursos técnicos, compartilhe nas redes sociais! Ele pode ajudar muita gente que tem dúvidas parecidas a tomar uma decisão. 

Confira mais informações sobre cursos, capacitações, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui